Fale com o
time de vendas

Primeiras horas de Black Friday tem aumento em vendas online, aponta Linx

 Imprensa_Primeiras horas da Black Friday

Virada do dia 25 para 26 registrou quase 20% de aumento; fluxo no e-commerce tem crescido ao longo da manhã desta sexta

Os brasileiros estão atentos para aproveitar as melhores promoções durante esta Black Friday. Na virada da véspera para a data (22h-01h), quando as grandes marcas liberam suas primeiras promoções, o varejo digital registrou crescimento de 17% em vendas em relação a 2020. Além de comprar mais, a população está disposta a gastar: o ticket médio por compra foi de R$615,00, um valor 15% maior do que no ano anterior – em especial, as regiões Nordeste e Sul cresceram acima da média do país. O setor líder, até o momento, é eletroeletrônicos. No acumulado das 22h da véspera às 11h desta sexta-feira, o crescimento das vendas online foi de 9% em relação ao mesmo período do ano passado. Os dados são de levantamento da base de clientes Linx Digital.

No e-commerce, as compras por dispositivos móveis, como smartphones e tablets, se consolidaram como principal meio de compras, representando 78% do acesso aos produtos nessas primeiras três horas. Já às 11h da manhã, o fluxo de compradores no e-commerce foi 32% maior do que na virada, às 00h. Para o varejista que se preparou para o digital com expectativas altas, a taxa de conversão na virada da data (22h-01h) foi 68% maior do que um dia normal.

Entre as estratégias que têm ganhado destaque na omnicanalidade – modelo híbrido de integração entre operação física e digital – a modalidade “pick up-store” (comprar online e retirar na loja) liderou das 22h às 01h, retomando seu protagonismo pré-pandemia, com salto de 114% em relação ao mesmo período do ano anterior. No acumulado das 22h às 11h este número dá um salto e alcança impressionantes 118%. Além disso, média de cotações de frete por minuto foi de 25 mil nas primeiras três horas da data (22h-01h).

Vendas pelo Whatsapp

Suporte
ao cliente