Fale com o
time de vendas

Pedidos online em supermercados crescem 40% em 2021

 Imprensa_Nota_Balanço supermercado em 2021

Produtos de hortifruti se mantém no top 5 entre os mais vendidos; Receita anual do segmento cresceu 34%  

Mesmo com o avanço na vacinação no país e decorrente reaquecimento do comércio físico, os consumidores têm preferido cada vez mais realizar as compras de supermercado por meio de aplicativos e sites. Um levantamento realizado pela Linx, líder e especialista em tecnologias para o varejo, a partir de informações da solução Mercadapp, plataforma de vendas on-line especializada em e-commerce para supermercados, mostrou o crescimento de 39,64% no número de pedidos em relação a 2020 e aumento de 33,99% na receita das vendas no mesmo período.

“Os supermercados viveram uma das maiores digitalizações no período da pandemia, tiveram que buscar alternativas para chegar à casa do consumidor, driblando um momento de desafio nas compras presenciais. Resultado da estratégia, esses negócios (venda digitais e por aplicativos) cresceram e, para além disso, vêm se estabelecendo como um novo formato para fazer compras, pela praticidade de não precisar enfrentar uma fila grande em um caixa, por exemplo”, afirma Gabriel Gurgueira, diretor da Mercadapp na Linx.

No comparativo semestral, o número de pedidos de janeiro a junho de 2021 cresceu 58,39% em relação ao mesmo período de 2020, enquanto de julho a dezembro, a taxa de crescimento foi de 23,9%. Os meses que tiveram mais pedidos foram março, abril e maio, com grande destaque para março, que na comparação ao ano anterior, obteve crescimento de 158,4%.

“Essa alta no primeiro semestre de 2021 pode ser explicada pela iminência do aumento de casos de covid, quando as restrições passaram a endurecer novamente, fazendo com que houvesse um salto no fluxo de pedidos on-line. Já o percentual do segundo semestre não significa que o setor decaiu, pelo contrário, continuou crescendo no comparativo mensal com 2020, só de forma menos intensa, com o fim definitivo de restrições no comércio”, pontuou o executivo.

Hortifruti na frente

O estudo da Mercadapp também ranqueou os produtos mais pedidos no ano, em que as frutas, verduras e legumes foram os campeões de venda. Entre os produtos-destaques, a Banana Prata registrou a maior quantidade vendida, ultrapassando a casa do milhão, mas no comparativo com 2020, o produto teve queda de 7,7%. Na sequência aparece a Batata Inglesa, que obteve crescimento de 19,4% nas vendas, depois a Cebola Branca com 23,9%, a Laranja Pera com 6,6% e fechando o top 5, o Limão Taiti, com aumento de 2,6%.

Vendas pelo Whatsapp

Suporte
ao cliente