EN

ENGLISH

Imagem Logo Linx

Imprensa

08/08/2017 [Divulgação de Resultados]

Linx registra receita, EBITDA e lucro líquido ajustados maiores no 2T17

Receita líquida foi de R$ 135,4 milhões, aumento de 10,7% em relação ao mesmo período do ano passado


São Paulo, 07 de agosto de 2017 – A Linx, empresa líder em software de gestão para o varejo, encerrou o segundo trimestre de 2017 com receita operacional bruta de R$ 154,9 milhões. Mesmo com a performance fraca da economia real e do varejo brasileiro, a receita operacional líquida de R$ 135,4 milhões foi 10,7% maior que no mesmo período do ano anterior.   

A Receita operacional bruta é fruto da combinação da receita recorrente e de serviços. No 2T17, a receita recorrente atingiu R$ 132,3 milhões, com crescimento de 12,3% sobre o 2T16, e equivalente a 85% da receita bruta.

O EBITDA ajustado atingiu R$ 34,1 milhões no 2T17, um aumento de 6,7% em comparação aos R$ 32,0 milhões do 2T16. Em comparação ao 1T17, o EBITDA ajustado foi 1,4% maior. A margem EBITDA ajustada do 2T17 foi de 25,2%, 90 bps abaixo do 2T16 e 10 bps maior que o 1T17.

“A Linx conseguiu bons resultados, mesmo diante de um cenário ainda desafiador. A resiliência do modelo de negócios baseado em receitas recorrentes e altas taxas de renovação de clientes tem sido fundamental”, destaca Dennis Herszkowicz, vice-presidente Financeiro e de RI da Linx.

“O cross-sell continua com desempenho bastante positivo. Também seguimos conquistando novos clientes. Por outro lado, o saldo líquido de abertura de lojas ainda está reduzido. No entanto, conforme a economia e o varejo se recuperam, este vetor poderá novamente se tornar fonte importante de crescimento para a Linx, somado às parcerias comerciais concretizadas recentemente”, completa Herszkowicz.

Outro destaque foi a taxa de renovação de clientes, que atingiu 98,7% no trimestre, mesmo patamar do 2T16 e 20 bps acima do nível do 1T17. “Temos tradicionalmente altas taxas de renovação de clientes, que refletem a base ampla, diversificada e fiel da Companhia. Em um cenário de crise, é mais um fato a se comemorar”, conclui Herszkowicz.

O lucro líquido ajustado no trimestre foi de R$ 27,6 milhões no 2T17, um aumento de 57,8% em comparação aos R$ 17,5 milhões do 2T16.

O IDC divulgou seu novo estudo sobre o mercado brasileiro de software para varejo, com os resultados relativos ao ano de 2016. De acordo com o estudo, o market share da Linx atingiu 40,2% em 2016, um crescimento de 270 bps sobre o ano anterior. Desde o início da crise em 2014 a Linx acumulou ganho de quase 5 pontos percentuais de share, consolidando ainda mais sua posição competitiva.


Sobre a Linx

Com mais de 30 anos de atuação, a Linx é especialista em software de gestão (ERP e POS) para as mais diversas verticais do setor varejista no Brasil. Líder brasileira*, a Companhia atingiu a posição oferecendo tecnologia inovadora e escalável e profundo conhecimento da cadeia de valor em cada segmento no qual está presente. A Linx consolida-se no mercado e tem sua expansão sustentada por uma cultura que acolhe novos conhecimentos, identidades, experiências e valores, são cerca de 3.000 colaboradores, distribuídos na matriz em São Paulo, 13 filiais em 8 estados, além de unidades de relacionamento espalhadas pelo Brasil, atendendo uma base ampla e diversificada de mais de 44 mil varejistas. Com ações negociadas em bolsa desde fevereiro de 2013, para atender de forma integral às necessidades atuais do mercado varejista, a companhia oferece também soluções em nuvem, conectividade, além de outros serviços. *Fonte: IDC

Peça uma proposta sem compromisso

  • Abrir Chat Comercial
  • Envie uma mensagem

    Preencha o formulário e envie uma mensagem ou, para falar com a área comercial, ligue para

    Acessar formulário