Fale com o
time de vendas

Cia. de Moda reduz três horas do tempo gasto ao adotar tecnologia da Linx

 Cia. de Moda reduz três horas do tempo gasto em processos diários ao adotar tecnologia da Linx

Com o mesmo parceiro tecnológico há mais de 30 anos, operação passou a ser automatizada desde a escolha dos materiais para confecção até a emissão do cupom fiscal. 

A Companhia de Moda, rede tradicional de confecção feminina que valoriza a modelagem da mulher do tamanho 38 ao 52, tem a Linx, empresa líder em software de gestão para o varejo, como parceiro tecnológico há mais de 30 anos. Com cinco lojas próprias nos principais bairros de São Paulo, a marca investe em tecnologia para otimizar os processos diários da operação, como administração de caixa, estoque e emissão de cupom fiscal em todas as suas lojas all size.

“Hoje em dia, a tecnologia está cada vez mais avançada e já não é possível imaginar um negócio que não conte com sistemas para tocar o dia a dia de um ponto de venda”, comenta Maurice Marcel, diretor da Cia. de Moda. “Fomos um dos primeiros clientes da Linx e enxergamos na empresa um parceiro estratégico para o nosso negócio”, relembra.

A Cia. de Moda foi um dos primeiros clientes a adotar o Micromalhas, software desenvolvido no começo da trajetória da Linx. Em 30 anos de parceria a operação se automatizou, as lojas tornaram o processo de escolha de tamanhos e materiais mais inteligente, assim como reduziram três horas do dia de trabalho, antes gastas com atividades rotineiras que não contavam com o uso da tecnologia.

“Acompanhamos de perto o crescimento da Cia. de Moda para entender na prática suas necessidades.  Com isso, ao longo dessas três décadas, tivemos a oportunidade de implementar diversas soluções Linx na empresa e a ajudamos a evoluir”, afirma Daniel Zanco, diretor de Ofertas de Moda da Linx.

Entre outros benefícios da adoção da tecnologia, Marcel destaca a precisão dos números gerados pela operação, a diminuição nas chances de erro de processos e a maior velocidade da informação. Já em termos qualitativos, o aperfeiçoamento do relacionamento com o cliente fica em destaque, uma vez que, por meio das soluções, a identificação dos gostos dos consumidores e o aviso sobre determinadas peças de interesse recém-chegadas na loja se tornaram mais dinâmicos.

“O varejo é um setor em constante movimento, por isso, precisamos estar atentos às tendências que permitem melhorar cada vez mais nossas soluções. O bom funcionamento de cada processo permite que os lojistas passem a se concentrar em apenas um ponto importante: o cliente”, conclui Zanco.

 

Sobre a Companhia de Moda

Sua História começa em 1964 com a chegada do Visionário Francês Samuel Henry Zelazny ao Brasil. Aqui o imigrante começou a criar e confeccionar roupas, que depois de prontas ele mesmo venderia no interior. Em 1965 sua garra e determinação foi recompensada com a inauguração da Passy Manufatura de Roupas no Bom Retiro, mas tarde mudou-se para Lapa e hoje conta uma unidade Fabril no Polo Industrial Itapevi, ocupando uma área de 2.500 m². Henry foi, de fato, um homem à frente do seu tempo! Enxergava a crise como oportunidade e desde o início investiu na modelagem perfeita que atendesse a mulher real do tamanho 38 ao 52. Este conceito é aplicado até hoje na Companhia de Moda, uma das primeiras lojas de fábrica do Brasil. Hoje a Passy conta com 5 lojas próprias nos principais bairros de São Paulo. “Nosso grande trunfo é que fabricamos tudo o que vendemos no Brasil” afirma Nanny Zelazny diretora de Marketing da marca. Afinal, determinação e reinvenção sempre foram sinônimos de sucesso nas trajetórias da Passy e da Cia de Moda”. A Cia de Moda é uma rede de lojas ALL SIZE de uma tradicional confecção feminina, especializada em moda contemporânea, que veste a mulher do tamanho 38 a 52.

Nosso website faz uso de cookies. Para mais informações, acesse nossa Política de Cookies.

Vendas pelo Whatsapp

Ou via
chat