Fale com o
time de vendas

Compartilhe

Compartilhar no Facebook Compartilhar no Linkedin Compartilhar no Twitter Compartilhar no Whatsapp

Varejo e pagamentos: um casamento de sucesso

Varejo e pagamentos: um casamento de sucesso

Saiba como utilizar os meios de pagamento de sua loja para identificar novas oportunidades de venda e fidelizar seus clientes.

Os acontecimentos dos últimos 12 meses fizeram com que algumas tendências tivessem um avanço de décadas. A insegurança trazida pela pandemia tem criado oportunidades em diversos setores, fazendo com que empresas atentas possam aproveitar o momento para crescer. Um bom exemplo disso está nos meios de pagamento.

A pandemia trouxe uma imensa digitalização das plataformas financeiras e mudou o comportamento dos consumidores. Com isso, no segundo trimestre de 2020, o pequeno e o médio varejista colocaram as vendas digitais como prioridade, mesmo que ainda não tivessem um e-commerce completo. Muitas empresas começaram sua jornada digital usando o WhatsApp para vender e recebendo por links de pagamento.

Essa versão das vendas online foi uma solução rápida para aproveitar a escalada do varejo online, que, em 2020, recebeu 13 milhões de novos consumidores no Brasil e aumentou suas vendas em 41%. Mas o que foi suficiente no ano passado é, hoje, o mínimo desejado pelos clientes. Mais mudanças vêm por aí.

De acordo com a McKinsey, a pandemia acelerou a transformação global dos meios de pagamento. Em todo o mundo, pagamentos P2P, carteiras digitais e mesmo meios tradicionais, como débito e crédito, cresceram, até em regiões onde isso nem era esperado. Na Suíça, por exemplo, 72% dos consumidores usaram cartão de débito, contra 65% no pré-crise, substituindo as notas de papel pelo plástico.

Varejo-e-meios-de-pagamentos-casamento-de-sucesso-destaque

 

O futuro dos pagamentos é digital e sem contato. Essa é uma tendência muito clara em outros países. Nos Estados Unidos, por exemplo, antes da pandemia cerca de 5% dos lojistas filiados à plataforma de meios de pagamento Square eram cashless, número que chegou a 23% antes de se acomodar em torno de 13% no segundo semestre do ano.

No Brasil, a crise acelerou o uso das maquininhas e de carteiras digitais: meios de pagamento eletrônicos deverão movimentar R$ 2,3 trilhões em 2021, quase 20% mais que no ano passado. Ao mesmo tempo, o Pix trouxe mais facilidades para a gestão financeira do varejo e criou um nível de praticidade sem precedentes. Com o Open Banking, ainda mais inovações virão por aí.

Um novo ecossistema de pagamentos

Não é nenhum exagero dizer que a pandemia fez com que mudanças que levariam anos acontecessem em meses. O crescimento das vendas online e o uso de aplicativos e sistemas digitais de pagamento transformaram hábitos de consumo e estão fazendo com que os meios de pagamento fiquem cada vez mais transparentes.

Cartões de crédito ainda predominam no varejo físico, mas carteiras digitais e QR Codes vêm avançando rapidamente. Há diversos benefícios para o varejo, como a possibilidade de coletar mais dados dos clientes, a redução dos custos das transações, a velocidade no processamento e a agilidade na compensação financeira.

Banner CTA_QR-Code-Infografico

Mas isso é apenas o começo: estamos caminhando para a criação de um verdadeiro ecossistemas de pagamentos. A capacidade que o varejo tem de coletar e analisar dados, gerando insights úteis para o negócio, estimula as empresas a criar formas de estimular os clientes a usar meios digitais de pagamento em toda a jornada. Do pagamento via aplicativo ao cashback depositado em uma conta digital que pode ser transformado em um investimento ou no pagamento de serviços recorrentes, existem inúmeras possiblidades.

Esteja atento a estas oportunidades de utilizar os meios de pagamento a seu favor:

Carteiras digitais

Cada vez mais varejistas estão se transformando em fintechs, e há uma boa explicação para isso. Quando o cliente usa a carteira digital de uma empresa para realizar todo tipo de compras, o provedor da carteira passa a conhecer muito melhor o consumidor. No caso de um varejista de moda, o que é melhor: oferecer um cartão próprio para ser usado nas compras na rede ou transformar esse meio de pagamento em uma carteira digital válida em outros estabelecimentos? Com certeza, a segunda opção oferece mais oportunidades de entender quem é o cliente e realizar ações personalizadas.

Pix

O sistema de pagamentos instantâneos do Banco Central já conquistou a preferência de empresas e pessoas físicas no que se refere às transferências, mas ainda tem muito a avançar como meio de pagamento. Mesmo com uma utilização parcial, porém, já oferece inúmeras vantagens para o varejo, como a digitalização da gestão, a diminuição da inadimplência e o pagamento em tempo real.

 

Serviços de fidelidade

Em todo o mundo, a tendência é a oferta de serviços e soluções financeiras, em vez de produtos financeiros. Em vez de um limite no cartão, um sistema de gestão das contas pessoais. Com isso, as empresas de serviços financeiros vão se tornando cada vez mais relevantes e podem oferecer outras soluções, caminhando até mesmo para marketplaces dentro de seus aplicativos.

Recorrência

O ser humano tende à inércia: uma vez que ele se acostuma com uma forma de fazer negócios, é preciso fazer força para tirá-lo dessa condição. Você pode utilizar isso a seu favor. Um exemplo são as modalidades de venda por assinatura, em que o cliente, uma vez que tenha feito a inscrição no sistema, passa a receber periodicamente os produtos e serviços contratados.

Quando os serviços contratados são digitais (Netflix, por exemplo), a empresa consegue extrair ainda mais dados para personalizar o relacionamento com o cliente. Mas, mesmo no caso de clubes de assinatura, a recorrência se torna um motivo real para contatar o consumidor com frequência e, aos poucos, saber mais sobre ele. Isso gera mais inteligência para o negócio.

IA/ML

Os meios de pagamento serão transformados nos próximos anos pelo uso de Inteligência Artificial (IA) e machine learning (ML), que aumentarão a eficiência dos negócios e a produtividade das equipes. A expansão do seu uso em inúmeras aplicações faz com que o varejo potencialize sua capacidade de entendimento do comportamento dos clientes e possa oferecer soluções customizadas, no momento certo.

Dos preços diferenciados para cada cliente à comunicação que traz somente produtos com alta probabilidade de serem comprados, as tecnologias de IA e ML reforçam a transformação do varejo em um ecossistema. Conectados aos meios de pagamento, dão mais poder às empresas para identificar oportunidades e vender mais.

É hora de pensar nos meios de pagamento como uma parte estratégica do seu negócio. Conte com as soluções de pagamento da Linx para ajudar você a vender mais e conhecer melhor seus clientes.

Quer saber como a Linx pode ajudar o seu negócio? Clique aqui.

Ir para

Nosso website faz uso de cookies. Para mais informações, acesse nossa Política de Cookies.

Vendas pelo Whatsapp

Ou via
chat