5 tendências para PDV que você precisa conhecer!
Home centers

5 tendências para PDV que você precisa conhecer!

O ano de 2020 começou de forma bastante atípica em razão da pandemia de Covid-19 que assolou o mundo todo, tendo criado diversas restrições ao funcionamento de negócios físicos como estratégia de combate a propagação do vírus. A tendência é a normalização gradual do comércio e, para melhor aproveitá-lo, é indispensável saber quais são as tendências de PDV.

A experiência da clientela com o seu ponto de venda é um fator decisivo na jornada de compra, sendo que o sucesso do empreendimento depende dela. O que antes era tão somente tendência, após esse período conturbado ganhará aplicação em larga escala e o consumo passará por mudanças significativas em todos os setores.

Quer saber mais sobre as tendências de PDV? Continue a sua leitura, veja quais são as principais e saiba como aplicá-las no seu negócio. Confira!

1. Conveniência e mais conveniência

Uma tendência que ganhará força nos próximos meses e anos é a dos pequenos comércios localizados nos bairros fora dos grandes centros comerciais. Essa é uma experiência cada vez mais buscada pelo público, seja pela proximidade com o local de residência, seja pela sensação que isso gera para a pessoa.

Nesse sentido, deve haver uma variedade cada vez maior de negócios localizados nos bairros, que antes se resumiam a farmácias, padarias e mercados. Essa ideia tem se espalhado como uma resposta aos efeitos financeiros causados pela pandemia, sendo um modo de tornar sustentável o empreendedor local, com diversos benefícios para a comunidade.

Os diferenciais apresentados por esse tipo de comércio também atraem o consumidor, pois eles são vistos como pessoas com história e necessidades que serão individualmente atendidas e não vistos como números ou metas de uma grande rede. O círculo de consumo local é uma das principais apostas e tendências para o PDV.

2. Faça você mesmo (DIY)

O movimento “faça você mesmo” surgiu há pelo menos 50 anos, nos EUA, e ganhou força com a popularização da internet e dos tutoriais disponibilizados no YouTube. A cultura maker, como também é conhecida, abre as portas para quem quer vender os insumos necessários para quem quer se aventurar em produzir os próprios produtos.

Durante a pandemia, um dos produtos que obteve significativo crescimento nas vendas foram os instrumentos musicais. E a manutenção tem sido feita pelos próprios donos, quando se tratam de questão menos complexas. A construção de instrumentos também tem atraído quem antes se interessava apenas em tocar um instrumento. Além disso, as ferramentas e materiais necessários também devem apresentar demanda relevante nos próximos meses e anos.

A decoração residencial é outra das áreas mais atingidas por essa tendência. É cada vez mais comum que os próprios moradores construam camas e sofás de pallet, além da culinária, sendo que uma das marcas da pandemia foi a produção de pão caseiro.

A partir do momento em que as pessoas estão dispostas a fazer as coisas por conta própria, seja por desafio pessoal e desenvolvimento de habilidades, seja para economizar dinheiro, temos uma tendência que tende a permanecer. Saber explorar essa nova postura do público de forma a criar a necessidade de compra é uma das formas de impulsionar os pontos de venda.

3. Downshifting e slowlife ou “reduzir a marcha”

A pandemia também impôs um novo ritmo de vida às pessoas e apesar do momento deliciado que estamos passando, muitos conseguiram vislumbrar coisas positivas nela. Um desses aspectos positivos é a diminuição do ritmo de vida, que antes poderia ser chamado de caótico por alguns.

Passar mais tempo em casa e menos tempo no trânsito e longe do estresse gerado por ele, por exemplo, fez com que muitas pessoas repensassem sua relação com a cidade em que vive. Especialmente em serviços que não voltarão a ser presenciais, muitos trabalhadores sentiram-se à vontade para mudar de cidade, para outras menores ou mesmo para o litoral, em busca de benefícios na qualidade de vida.

O minimalismo, que já era uma tendência, também ganhou bastante força nesse contexto. Uma tendência que surge é a maior preocupação com o planeta e a sustentabilidade entrou no radar das pessoas. Se antes muitos ligavam para o status que um carro robusto gerava, agora veículos menores, mais econômicos, elétricos e híbridos entraram nessa tendência pós-pandemia.

Os negócios que conseguirem captar essa tendência e atender esse público também sairão fortalecidos. É o momento ideal para se fazer as adaptações que contemplem o melhor uso dos espaços, da energia, entre outros fatores. A estrutura de alguns também merece ser renovada.

Com as novas prioridades do público, barateamento da tecnologia embarcada nesses veículos, especialmente aqueles localizados em rodovias, haverá um amanhã muito mais sustentável e isso será bom para todos.

4. Interação remota

As lojas físicas continuarão presentes e mesmo com a tendência de espalhamento para os bairros, o investimento no atendimento online deve ser priorizado. Isso porque, a forma de consumo foi bastante afetada durante a pandemia com crescimento das vendas online.

Uma parte do público já era adepta a esses serviços e uma outra se acostumou a ele durante esse período. Dessa forma, contemplar a interação remota é uma das formas de se adaptar às tendências para o PDV e se encaixar nas preferências dos novos perfis de consumidores.

5. Digitalização e tecnologia

A tecnologia se revelou como uma das maiores aliadas nesses tempos de pandemia, seja por possibilitar que diversos negócios continuassem em funcionamento, seja por permitir o trabalho remoto para milhões de trabalhadores. E os benefícios dela estão longe de se esgotarem!

Muitas rotinas, especialmente aquelas burocráticas e enfadonhas, podem ser digitalizadas por meio dos softwares. Para os pontos de venda, isso significa mais confiança sobre os dados do negócio e também a otimização dos serviços de forma perene, com benefícios a curto, médio e longo prazo.

Métricas de experiência do cliente, soluções sobre questões fiscais, dados para o planejamento e criação de estratégias, tudo pode ser feito com a ajuda da tecnologia. Conhecer as soluções para o PDV é mais que uma tendência, é uma necessidade para qualquer negócio!

Gostou de conhecer as tendências para o PDV? Então, conheça as soluções da Linx para o seu negócio.

Ficou com
alguma dúvida?

Podemos te ajudar com os desafios do seu negócio e encontrar a solução ideal

Entre em contato

Nosso website faz uso de cookies. Para mais informações, acesse nossa Política de Cookies.

Vendas pelo Whatsapp

Suporte
ao cliente