Social selling: passo a passo para você vender mais
Transformação Digital

Social selling: passo a passo para você vender mais

Reforçar o relacionamento com os clientes é essencial para vender pelas redes sociais. Confira dicas de como ter melhores resultados com o social selling.

Estamos vivendo um momento de grandes mudanças no marketing e nos processos de venda. Aquele jeito tradicional, baseado 100% nas lojas físicas, não funciona mais: os consumidores começam suas jornadas de compra no digital e, por isso, é preciso alcançar o cliente em seu smartphone. Esperar o cliente passar em frente à loja para então começar um relacionamento? É melhor pensar em outras alternativas.

Nessa reinvenção das vendas e do marketing do varejo, o social selling vem ganhando muita força. O social selling utiliza as redes sociais para encontrar clientes, criar uma conexão com eles, entendê-los e nutri-los ao longo da jornada de compras, para que eles escolham sua marca em vez de um concorrente. Essa é a forma mais moderna de desenvolver relacionamentos significativos com potenciais clientes e se tornar a primeira opção de escolha para eles.

A interação nas redes sociais é um fator de decisão de compras cada vez mais relevante. Pesquisas mostram que os consumidores mais jovens consideram que o conteúdo gerado por outros consumidores (testemunhos, comentários ou reviews de produtos) é 4x mais importante na tomada de decisão de compra.

Isso não significa, porém, que marcas que alcançam clientes de mais idade possam desprezar o social selling: atualmente, 82% dos consumidores com mais de 60 anos compram online, sendo que 18% deles experimentaram pela primeira vez na pandemia.

Todo consumidor é digital. Você também precisa ser, se quiser ser relevante para ele.

Muito mais que uma venda

Apesar do nome, social selling não se limita à venda de produtos. Na realidade, ele envolve toda uma jornada de conhecimento, interação e relacionamento, que desemboca em uma venda. Da mesma maneira como um cliente dificilmente passa em frente a uma loja que não conhece e resolve comprar, você precisa desenvolver uma relação com o cliente antes que ele escolha seu produto ou serviço.

Isso significa que um passo a passo do social selling não se limita a técnicas de venda. De certa forma, tudo é venda. Por isso, a estratégia de encantamento do cliente precisa ir muito além da oferta ou da promoção.

Oito dicas para usar bem o social selling

Uma boa estratégia de social selling precisa estar baseada nestes 8 pontos, que percorrem toda a jornada de compras. Por sinal, aquela venda tradicional, composta por comprar o produto, pagar e recebê-lo em casa (ou retirar na loja), é a parte que o varejo mais domina. É preciso estar atento a outros aspectos, não tão evidentes para o varejo.

Passo 1: esteja onde seu público estiver

É preciso estar em todas as redes sociais? Não, mas é preciso estar presente onde o cliente está. A comunicação com um público mais jovem funciona melhor no TikTok e no Instagram, mas terá retorno muito baixo em uma rede como o LinkedIn, de perfil mais corporativo.

Por isso, antes de sair criando perfis por aí, estude seus clientes e prospects. Onde eles estão? Quais são as redes sociais onde é possível desenvolver um relacionamento autêntico com eles?

Passo 2: tenha uma presença sólida nas redes sociais

Para fazer social selling não basta estar nas redes sociais. Ter um perfil no Instagram, no Facebook, no LinkedIn ou em tantas outras redes é só o início. Sua página precisa refletir os valores e o posicionamento da sua marca para atrair os consumidores por meio de uma comunicação interessante e relevante.

Depois de criado o perfil, é preciso estimular o relacionamento com o cliente. As redes sociais não são espaços somente para publicidade: o consumidor interage com quem se mostra humano e estimula a conversa. A dica é: converse, não discurse. Comunicação é uma via de mão dupla.

Passo 3: antes de vender, leve conteúdo

Todo mundo já se deparou com algum perfil que se mostrava como um catálogo de produtos. E poucas coisas são mais desinteressantes que isso. Toda marca possui uma história, defende determinados valores e tem um propósito. Todo negócio vai além do produto.

O social selling começa muito antes da transação comercial. É preciso atrair o cliente e buscar seu engajamento. Cada tipo de negócio possui um caminho para isso: uma marca B2B com produtos altamente técnicos precisará mostrar por que seu produto ou solução é melhor que a dos concorrentes, desenvolvendo ebooks, vídeos e outros formatos de conteúdo. Para uma marca B2C, estimular a interação por meio de games pode fazer muito sentido.

Cada caso é um caso, mas o princípio permanece: quem não tem conteúdo não se estabelece.

Social selling passo a passo para você vender mais

Passo 4: ouça o seu público

As redes sociais não são pedestais nos quais as marcas sobem para falar sem parar, e sim espaços de conversa com o público. Por isso, ouça. Preste atenção aos comentários em seus posts, pois eles podem gerar insights importantes para o negócio ou ajudar a identificar pontos de melhoria. Também esteja alerta para agir rapidamente caso sua reputação seja manchada online, ou caso notícias falsas a seu respeito sejam divulgadas.

Estabeleça alertas para ouvir o cliente. O social listening é um aspecto muito importante para a saúde do seu negócio.

Passo 5: atendimento também é venda

Muitas vezes, o pós-venda funciona como o pré-venda da próxima venda. Deixar o cliente satisfeito é o melhor caminho para fazer com que ele volte. Como as redes sociais são o caminho mais rápido para acessar uma marca, os consumidores vão usar os perfis como SAC, queira você ou não. Esteja pronto para atender bem, solucionar dúvidas e encaminhar as questões mais delicadas para canais exclusivos.

Passo 6: estimule o engajamento

A jornada de compras é um processo que avança com o engajamento dos clientes. Alguém que mal ouviu falar de você tem muito menos chance de consumir seu produto do que quem é impactado frequentemente por seus posts e curte, comenta e compartilha suas mensagens. Existem inúmeras técnicas para estimular o engajamento em cada mídia social. Conheça cada uma delas e impulsione seus resultados.

Passo 7: amadureça e venda

Clientes mais engajados têm maior probabilidade de comprar. Esteja sempre atento aos sinais que podem vir dos comentários dos clientes ou de pistas do relacionamento. Crie uma régua de relacionamento para fazer o cliente avançar para a compra. E, quando chegar a hora de vender, tenha um site com uma usabilidade tão boa que a venda aconteça facilmente, sem ruídos ou interrupções.

Banner CTA_Expeciencia de compra Big Retail

Passo 8: melhore sempre

Tudo muda muito rápido. Uma alteração nos algoritmos de uma rede social pode afetar a visualização dos seus posts e mudar o relacionamento com os clientes. Os próprios consumidores mudam seus hábitos e, com isso, é preciso estar sempre atento aos indicadores de engajamento e vendas.

Social selling não é um processo com começo, meio e fim. Ele começa em algum momento, mas as respostas e as receitas de sucesso mudam sempre.

Social selling não é somente selling: ele é 90% relacionamento e interação com seus clientes. Lembre-se disso para ter resultados cada vez melhores.

Ficou com
alguma dúvida?

Podemos te ajudar com os desafios do seu negócio e encontrar a solução ideal

Entre em contato

Nosso website faz uso de cookies. Para mais informações, acesse nossa Política de Cookies.

Vendas pelo Whatsapp

Suporte
ao cliente