Principais tendências para o segmento automotivo vistas no NADA Show
Concessionárias

Principais tendências para o segmento automotivo vistas no NADA Show

O segmento automotivo passou por uma revolução em 2020. A tendência de ampliação do papel da tecnologia — tanto nos veículos quanto no processo de vendas — se acelerou, gerando uma mudança repentina, mas não inesperada no setor.

De uma forma ou de outra, todo o ramo automotivo foi atingido. As concessionárias foram especialmente afetadas com as mudanças no comportamento do seu público, precisando se reinventar para continuar no mercado. No contexto atual, nunca foi tão importante conquistar clientes à distância.

Nesse sentido, o evento anual do NADA (National Automobile Dealers Association) apresentou tendências que englobam da jornada de compra até as novas preferências dos consumidores. Por isso, neste artigo, selecionamos as principais para que a sua empresa saia na frente da concorrência. Veja só!

O que é o National Automobile Dealers Association?

O National Automobile Dealers Association (NADA) é uma organização que representa todas as concessionárias e franqueadas de veículos novos nos Estados Unidos. Ela desenvolve atividades de apoio, como treinamentos e pesquisa, e atua na disseminação de informações para a correta implementação de questões regulatórias entre seus membros, bem como para representar seus interesses.

O seu evento anual, o NADA Show, é uma mistura de convenção e exposição, com palestrantes, workshops, reuniões e apresentações voltadas às tendências do mercado para o setor.

Por que o evento do NADA é tão importante para o segmento automotivo?

Como um dos maiores eventos do segmento automotivo, o NADA Show faz sucesso ao reunir fabricantes e revendedores líderes da indústria, propiciando oportunidades de interação, desenvolvimento de conexões importantes e novos negócios. Além disso, apresenta as tendências mais inovadoras no setor.

Quais tendências para o segmento automotivo foram apresentadas no evento?

O segmento automotivo, que já vinha se modernizando para atender aos anseios dos consumidores, em especial das novas gerações, ainda estava sondando o uso de tecnologia para realizar vendas. As transações permaneciam sendo baseadas no contato humano.

No entanto, mudanças nesse e em outros aspectos aceleraram devido ao contexto da pandemia Covid-19 e precisam ser aplicadas pelas empresas do setor para se manterem no mercado, como mostram os dados do NADA Show em 2021. Veja!

Aumento da busca por veículos próprios

Em busca de manter o distanciamento social e na contramão do que vinha acontecendo nos últimos anos, em decorrência do aumento da conscientização ambiental, a busca e o uso do carro próprio aumentou muito no último ano.

Os números demonstram uma clara mudança no comportamento do consumidor: 60% dos brasileiros afirmaram aumentar a utilização do carro próprio após a pandemia, e as buscas no Google, associadas com a intenção de compra de veículos aumentaram 900% em 2020. Dessa forma, há uma grande oportunidade para o varejista de compra e manutenção de carros usados.

E-commerce de veículos

O e-commerce de veículos vem alterando o processo de decisão na hora de comprar ou trocar de carro. A jornada de compra, da descoberta e pesquisa até a consideração e aquisição, no caso de bens de alto valor agregado como carros, implica na necessidade de representar confiança na mente do consumidor.

Um site altamente funcional, com todas as informações disponíveis, a possibilidade de agendar um test drive, no qual o veículo é entregue na casa do cliente, e um atendimento omnichannel fazem toda a diferença para ser a concessionária online escolhida. Essa foi a forma de compra escolhida em 10% das transações de veículos nos Estados Unidos em 2020, e esse também pode ser um grande diferencial competitivo para o varejista brasileiro.

Digitalização do atendimento

Aplicativo do consumidor, assistente virtual de atendimento (chatbots), pagamento à distância e inteligência artificial são algumas das ferramentas que fazem parte da transformação digital no modo de comprar, com grande impacto no segmento automotivo.

Os serviços passarão a ser agendados e acompanhados em tempo real por meio de canais digitais, dando autonomia para o cliente. O layout de lojas do setor passará por uma redução espaço, com modelos selecionados e a tecnologia aumentada por meio de telas responsivas ao toque com a simulação de todo o portfolio “garagemahall” – tornando a compra mais virtual. Por fim, os custos operacionais para manter esse tipo de negócio diminuirão em virtude desses aspectos.

Infográfico tendências segmento automotivo

Mercado de serviços

Apesar de os serviços representarem quase metade da renda das concessionárias americanas, menos de um terço dos consumidores estão muito satisfeitos com eles. Ou seja, ao qualificar esse atendimento será possível aumentar a demanda por eles. Mais do que isso, o público do negócio será ampliado. O que você está fazendo para aumentar seus ganhos e a satisfação do seu cliente?

Conveniência

Os clientes estão buscando por conveniência. E 42% deles estão dispostos a pagar mais por isso. No que tange os processos, eles devem ser rápidos, digitais e integrados. Assim como devem ser oferecidos em qualquer horário e local. Seu negócio está preparado para oferecer a comodidade esperada pelo consumidor?

Elitização do carro zero

Se a busca pelo carro próprio cresceu, os preços do carro zero quilometro também. Diante disso, veículos novos estão cada vez mais voltados à um de perfil de cliente de alto padrão. Para atendê-lo é necessário investir em um nível de qualidade que justifique os preços. Tanto no produto, quando no atendimento.

Carro por assinatura

Apesar do aumento da busca e do uso do carro próprio, uma tendência ainda mais inovadora une a necessidade de evitar contaminação e a economia compartilhada: carro por assinatura. Como uma oportunidade para crescer junto aos Millennials e à Geração Z, além de garantir receita previsível e recorrente para a concessionária, essa inovação é uma realidade que já vem sendo aplicada no Brasil.

O carro por assinatura é um tipo de aluguel de veículos novos. Os termos do contrato definem o uso por um determinado período. O pacote de serviços inclui seguro, pagamento de impostos e taxas — IPVA, DPVAT, licenciamento e emplacamento — e a manutenção preventiva do carro.

Carros conectados

O mundo digital veio para ficar. Com a conexão, surgiu a oportunidade de fidelizar clientes, por meio de serviços personalizados e oferecidos proativamente. A Jeep Adventure Intelligence e Chevrolet OnStar já estão com suas tecnologias em funcionamento. E atenção. Essa é uma tendência que vai ganhar cada vez mais adeptos

Veículos elétricos

De acordo com projeção divulgada no evento, os elétricos devem representar, nos EUA, 9,5% das vendas de veículos em 2025, e o número deve chegar a 19% até 2030. E o movimento é forte, principalmente na Europa, com diversos países definindo prazos para o fim das vendas de veículos com motores a combustão em concessionárias, como Noruega, que o fará até 2025, e Reino Unido, Irlanda, Eslovênia, Holanda, Suécia, Israel e Dinamarca, com data-limite até 2030 – os dinamarqueses vão além: até 2035, o objetivo é retirar de circulação todos os veículos a combustão.

No Brasil a tendência deve demorar mais para chegar, pois, além do preço ainda elevado para a realidade do mercado, o país conta com alternativas aos combustíveis fósseis, como o etanol. Mesmo assim, os emplacamentos de elétricos subiram 66,5% em 2020, segundo a Associação Brasileira de Veículos Elétricos (ABVE), e o movimento deve ser observado, pois é uma fatia de mercado que requisita maior capacitação de mecânicos e novas ferramentas, equipamentos e soluções tecnológicas.

No entanto, por se tratar de um nicho do setor, ao menos neste primeiro momento, o ideal é se dedicar a estratégias de negócios mais urgentes e com maior potencial de geração de negócios, como a digitalização e o protagonismo do afterkmarket como motor das vendas.

Como o NADA Show 2021 mostrou, as novas tendências do segmento automotivo visam atender ao novo momento do mercado consumidor. Os comportamentos e as prioridades dos clientes mudaram, assim como sua forma de comprar. Nisso, a tecnologia ganhou papel de destaque, estando presente em produtos, serviços e canais de atendimento — reinventando, inclusive, a relação entre empresas e compradores desse setor.

Essa é uma oportunidade de garantir a continuidade dos negócios e a ampliação dos resultados. Um novo público e uma nova mentalidade se apresentam para serem atendidos. As empresas que implementarem tais inovações agora vão sair na frente da concorrência.

Achou este conteúdo interessante e quer saber mais sobre como melhorar o atendimento de sua empresa do setor automotivo? Então, este artigo sobre customer centricity é para você. Não perca tempo!

Ficou com
alguma dúvida?

Podemos te ajudar com os desafios do seu negócio e encontrar a solução ideal

Entre em contato

Nosso website faz uso de cookies. Para mais informações, acesse nossa Política de Cookies.

Vendas pelo Whatsapp

Suporte
ao cliente