Entenda o que é ruptura de estoque e como evitá-la em postos de combustível
Postos de combustíveis

Entenda o que é ruptura de estoque e como evitá-la em postos de combustível

Qualquer pessoa já se deparou com a situação frustrante em que, ao tentar comprar uma determinada quantidade de algum produto, esse estava em falta no estoque da loja. Para quem trabalha do outro lado do balcão, a ruptura de estoque representa uma objeção à entrada de novas receitas para o caixa, algo que também é indesejável.

Além de problemas sazonais sobre a oferta, há também a ineficiência administrativa e gerencial, que pode ser apontada como principal causa do problema. Subestimar a demanda e não considerar períodos específicos, em que as vendas se aquecem, também são fatores que levam à ruptura de estoque.

Quer saber mais sobre o tema e também como evitar esse fenômeno? Selecionamos as principais dicas para que seu posto de combustível não seja prejudicado pela escassez de produtos. Confira!

Quais são as causas?

Embora já tenham sido mencionadas algumas causas que levam à ruptura do estoque, é necessário se aprofundar sobre elas, para uma melhor compreensão do assunto. Às vezes, ela pode ser causada por algo que o posto está fazendo corretamente, como a negociação com o fornecedor.

Pois bem, muitas vezes, é a demora nessa negociação que faz com que a ruptura ocorra, pelo tempo levado até que cheguem a um consenso. O controle do estoque e a negociação da compra devem estar bem afinadas, para que quando o volume do produto estiver em um ponto crítico, a negociação já esteja em vias de ser concluída.

As causas da ruptura podem ser resumidas pela falta de um planejamento eficiente sobre o estoque, que ora pode se revelar pela falta de produtos, ora pela sobra e perecimento. Ambas as situações devem preocupar um posto, pois a falta dos combustíveis leva à perda das vendas, e o envelhecimento nos tanques, por sua vez, leva à perda da eficiência dos combustíveis e também representa dinheiro parado.

Esse segundo problema tem sido mais comum, em razão da falta de mobilidade decorrente da pandemia. E a falta de dinheiro em caixa pode gerar a ruptura do estoque da loja de conveniência, que tem se revelado uma carta na manga para a recuperação de receitas nesses tempos.

Investir nelas tem sido mais que recomendável, pois trata-se de uma verdadeira estratégia de sobrevivência.

Como evitar a ruptura de estoque?

As lojas de conveniência estão encaixadas, no contexto atual, no segmento de mercados de proximidade. São lojas que visam atender à comunidade ao redor e por isso estão ampliando suas ofertas para contemplar esse público, que cada vez mais recorre a elas em busca de produtos do cotidiano doméstico.

Tendo essa informação, conhecer a sua clientela é primordial para saber como funciona o fluxo de vendas e quais produtos devem sempre estar em estoque. Capacitar os seus colaboradores para essa realidade também é um passo importante para evitar a ruptura, pois é necessário que haja controle sobre os itens, e isso deve ser feito de forma eficaz.

Aposte na tecnologia

Além da contribuição dos seus colaboradores e do conhecimento sobre a sua clientela, também consideradas as demandas de datas específicas, a tecnologia é uma importante aliada no controle para que seja afastada a ruptura do estoque. Mesmo com a diligência e sensibilidade humana, contar com um software que faça a gestão de estoque evita falhas, abarcando ainda o recebimento de produtos, gestão de fornecedores e outras questões relacionadas.

Gostou das nossas dicas para evitar a ruptura de estoque? Siga nossas redes sociais e mantenha-se bem informado. Nós estamos no Facebook, Instagram, YouTube e LinkedIn!

Ficou com
alguma dúvida?

Podemos te ajudar com os desafios do seu negócio e encontrar a solução ideal

Entre em contato

Nosso website faz uso de cookies. Para mais informações, acesse nossa Política de Cookies.

Vendas pelo Whatsapp

Suporte
ao cliente