4 dicas de promoções para sua loja de calçados
Calçados

4 dicas de promoções para sua loja de calçados

Está difícil saber qual é o momento e os produtos certos para atrair mais cliente para a sua loja? Confira essas 4 dicas para criar promoções de resultado na sua loja de calçados

Às vezes temidas pelos varejistas, as promoções de descontos são utilizadas como plano B ou o plano C para o atingimento das metas. ou até mesmo, para girar os itens do estoque que estão prestes a se tornarem prejuízos.

Na visão dos consumidores, as promoções são oportunidades de comprar e economizar aquele produto dos sonhos. Mas, há controvérsias para essa ideia.  Isso porque, muitos consumidores são bombardeados por promoções de diversos segmentos e infinitas vezes ao dia. E isso faz com que eles já não se sintam mais tão atraídos pelos clássicos: super liquidação ou super descontão, como foram no passado.

Mas, como unir essas duas percepções e extrair os melhores resultados?

Sem dúvidas, as promoções continuam sendo indispensáveis no varejo de moda. O que mudou é que agora, o varejista pode pensar estrategicamente sobre as promoções do seu negócio e ter resultados mais positivos conhecendo o seu cliente.

Dica 1: saber o que vende x o que não vende em uma loja de calçados

Sabemos que quando um produto está vendendo bem, dificilmente ele será remarcado. Salvo exceções de quando se trata  de itens com poucas chances de se manterem como tendências nas próximas coleções ou com poucas unidades no estoque.

Então, a primeira dica para criar promoções de resultado é saber exatamente quais categorias, grupos e produtos estão vendendo bem, quais podem melhorar e o quais não estão vendendo.

Remarcação de produtos

Antes de remarcar os produtos com baixo volume de vendas, investigue outras variáveis.  Por trás das análises quantitativas, pode haver outras razões para a queda nas vendas que não necessariamente dependem de desconto. Alguns exemplos: preço de venda acima da concorrência; produtos com grades incompletas que aguardam reposição; baixa adesão pelo time de vendas (quando o produto não é mostrado ao cliente em potencial); sazonalidade; entre outros.

Algumas ferramentas podem ajudar nesse processo de decisão como, por exemplo, relatórios simples de vendas mensal, desde que detalhem características importantes do produto. Após essa análise, identifique os produtos que precisam de uma forcinha e escolha o melhor tipo de promoção.

Dica 2: girar para comprar e planejar promoções na troca de coleções

Visando a chegada das próximas coleções é preciso analisar quais produtos devem ser promocionados, com a ajuda do sistema de gestão. A partir dos dados é possível prever o que e quando as novidades vão chegar, possibilitando um comparativo com os produtos disponíveis.

Dependendo do nível do estoque atual, da sazonalidade e principalmente das características dos produtos, o time de vendas consegue agir rapidamente e iniciar com descontos menos agressivos. Ou, promoções capazes de preservar o markup dos produtos como, por exemplo, o querido compre 2 e leve 3, que estimula o giro rápido dos produtos.

E quais indicadores podem ajudar o lojista a decidir nesse momento?

Analisar os top 10 dos produtos vendidos com a ajuda de recursos, como o Curva ABC de vendas e comparar com os produtos que não estão vendendo e possuem características parecidas. Esses são pontos fundamentais para adotar estratégias mais saudáveis para o seu negócio.

Dependendo das análises pode se chegar à conclusão de que outros modelos de oferta sejam mais eficientes, como o mostrar o preço original e o desconto. O de XXX por XX, por exemplo.

Dica 3: saber quais tipos de promoções o seu cliente compra

Os principais objetivos das promoções é movimentar a loja, trazer mais clientes para o PDV e colher resultados positivos. E para equilibrar todos esses fatores, apenas medir a mão na hora de reduzir o preço de venda pode não ser o suficiente. O cliente precisa sentir que está sendo beneficiado.

Algumas ideias de promoções que geram resultados em lojas de calçados:

  • De 99 por 79: aqui o cliente vê claramente o benefício que terá ao comprar o produto;
  • Compre 4, leve 5: quem não gosta de ganhar um produto a mais, não é mesmo?;
  • Brinde: se comprar X1 e X2, ganha o produto Y;
  • Kit de produtos: produtos complementares são atrativos e quando apresentados com um descontinho fica ainda melhor;
  • Desconto à vista: Aqui, a loja informa o percentual de desconto que são aplicados no valor da etiqueta (parcelado);
  • Prazo para parcelamento estendido: o cliente paga valores mensais reduzidos com acréscimo (ou não) no valor do produto. É uma estratégia eficiente para lojas que utilizam crediário próprio.
  • Ofereça um serviço gratuito: Frete grátis e atendimento em domicílio são exemplos de serviços, que podem ser oferecidos gratuitamente em forma de promoção;
  • Banca por numeração: muito eficiente para vender produtos com poucas numerações em estoque com uma oferta exclusiva;

Atenção: descontos de todo o estoque com 50% pode tornar a promoção pouco atrativa. Se esse é o seu caso, trocar a % de desconto pelo valor do produto é uma alternativa.

Dica 4: conhecer as promoções de resultados da loja

É preciso planejar bem, expor adequadamente e principalmente mostrar aos clientes que serão os mais beneficiados da ação. E como ter certeza de que a estratégia foi eficiente?

Olhando para os resultados!

Por isso, incentive uma cultura de cadastro de promoções. Dê nome a elas e certifique-se de que está tudo no seu Sistema de Gestão. Mais tarde, quando o planejamento das futuras promoções chegar, você poderá saber o que vale e o que não vale a pena na hora de liquidar. E ainda, em casos de redes de lojas, é possível identificar quais são as estratégias mais eficientes para cada filial.

Dê preferência a nomes fáceis de identificar o tipo de promoção como, por exemplo:

– [TIPO DE PROMOÇÃO] + [MÊS]; [TIPO DE PROMOÇÃO] + [CATEGORIA];

Manter o time engajado é indispensável para futuramente, confiar plenamente na listagem das vendas de produtos em promoção. Caso contrário, nunca vai saber se ela deu resultado ou não. Se os clientes gostam ou não. E mais: se elas estão trazendo lucros ou prejuízos para o negócio.

Planejar promoções de resultado e ter um histórico das práticas de valor é valioso para a gestão conseguir equilibrar produtos de giro x produto de markup no varejo de calçados. Com a prática, o foco na ação da promoção será muito maior e a gestão de relatórios mais leve.

Ficou com
alguma dúvida?

Podemos te ajudar com os desafios do seu negócio e encontrar a solução ideal

Entre em contato

Nosso website faz uso de cookies. Para mais informações, acesse nossa Política de Cookies.

Vendas pelo Whatsapp

Suporte
ao cliente