Compartilhe

Compartilhar no Facebook Compartilhar no Linkedin Compartilhar no Twitter Compartilhar no Whatsapp

Programas de fidelidade aumentam ticket médio em farmácias

Programas de fidelidade aumentam ticket médio em farmácias

Diretamente atrelada à fidelidade dos consumidores, a busca por mais relevância no mercado de farmácias tornou-se uma das grandes preocupações de muitos empresários da área. Afinal, para conquistar o bolso e – por que não? – a simpatia das pessoas, a regra do jogo é conhecer bem os seus clientes e, mais que isso, quais as necessidades que os levam até o seu estabelecimento.

Foi pensando assim que a rede de farmácias norte-americana Rite Aid desenvolveu o Wellness+, um programa de fidelidade somente para lojas da franquia. Já em funcionamento, a equipe de business intelligence pôde perceber um número significativo de clientes diabéticos. E, a partir daí, trabalhou para criar uma proposta ainda mais específica e focada neste público, com conteúdo orientando sobre a doença, comunicação integrada – incluindo vídeos, visual merchandising e mobile – e promoções exclusivas. Para cada 50 dólares gastos na categoria de diabetes, o cliente ganhava 10 dólares de desconto em categorias como a de higiene pessoal, o que acabou por estimular o aumento do ticket médio. 

Em entrevista ao portal Mundo Marketing, Craig Riner, vice-presidente de marketing da Rite Aid afirmou que, atualmente, o Wellness+ ajuda a orientar as ações de mercado, entrega de soluções e reforça a relevância da rede para os clientes. Ele ressalta ainda que todo o projeto tem como base o uso da mídia digital. “Crie hábitos digitais para entregar conteúdo, conveniência, ser interativo e relevante”, aconselha o executivo da empresa com 4.700 lojas nos Estados Unidos. 

Bombardeados todos os dias por uma enorme quantidade de informações e estímulos, vencer o desafio de fazer o cliente voltar é primordial. Primeiro porque quem compra sempre, geralmente, é um consumidor mais rentável do que o que acabou de chegar. Segundo porque satisfeito com um produto ou serviço, ele costuma indicá-lo para outras pessoas. 

Neste cenário, programas de fidelização vêm se consagrando como uma ótima estratégia de consolidação e aumento de marketing share. É o que aponta um estudo divulgado pelas especialistas em marketing LoyaltyOne e Epsilon International no ano passado. Segundo a pesquisa, aproximadamente 27% dos brasileiros que fazem parte de um sistema de recompensas se sentem motivados a comprar mais vezes da mesma empresa. 

Mas como saber por onde começar a criar algo do tipo e que de fato funcione? Para responder a essa pergunta, listamos algumas dicas que podem ser valiosas na hora de planejar ações parecidas para a sua rede de farmácias! Veja abaixo: 

# Entender por que o cliente não volta

Por que os clientes estão retornando com pouca frequência? A causa para tal pode ser determinante para alavancar as suas vendas.

# Decidir o tipo de recompensa

Muitas vezes a qualidade dos produtos não é argumento suficiente para convencer o cliente a voltar. De acordo com a pesquisa da LoyaltyOne e da Epsilon, quase 40% dos brasileiros esperam que os prêmios e descontos de programas de fidelidade sejam produtos e serviços que eles só conseguiriam comprar com muito esforço — algo próximo ao que, para eles, têm o peso da realização de um sonho.

# Escolher os prêmios

Quando os clientes afirmam que querem ganhar como prêmio algo muito especial, não quer dizer que a recompensa não possa ser o que a empresa já vende.

# Definir o regulamento

Cartões mag¬néticos são uma das maneiras mais eficazes de controlar quantos pontos cada cliente juntou e se eles já podem ser trocados por algum prêmio ou desconto.

# Determinar quanto vale cada ponto

Qual é o jeito certo de estipular o valor de cada ponto? Este fator depende muito de qual a verba de investimento em um programa de fidelidade. Mas lembre-se de que os pontos não podem valer tão pouco de maneira que o cliente demore demais para trocá-los e perca o interesse.

# Avaliar se o programa está dando certo

Para saber se o programa está funcionando, é preciso fazer o óbvio — acompanhar o crescimento das vendas. Fatores como preços e qualidade em relação à concorrência devem ser incluídos na análise.

Conquistada a relevância e a fidelidade, o passo seguinte é mensurar o engajamento do cliente por meio de métricas e incentivá-lo a compartilhar a sua experiência. E nisto, a Linx pode te ajudar. Veja como podemos melhorar a gestão do seu ponto de vendas!

Ir para
Contato comercial
Envie uma mensagem ou Chat online

Telefone Comercial:

3003-0400

Atendimento de segunda a sexta, das 9h às 18h.