Postos de combustíveis também podem faturar na Black Friday
Postos de combustíveis

Postos de combustíveis também podem faturar na Black Friday

Confira 5 dicas importantes de como atrair mais clientes e impulsionar suas vendas em postos de combustíveis na Black Friday

A chegada do último trimestre do ano e a aproximação da Copa trazem grandes mudanças nos padrões de comportamento e consumo no Brasil. A gente sabe que o País funciona de um jeito diferente em época de Copa, e ainda mais nos dias dos jogos da seleção. E essas mudanças podem representar grandes oportunidades para aumentar o faturamento do seu posto.

Para entender como aumentar o faturamento do posto, primeiro vamos entender o que muda no comportamento dos clientes antes e durante os períodos de Black Friday e Copa:

Black Friday: hora de aproveitar oportunidades

Tradicionalmente, a Black Friday é um período em que os consumidores aproveitam ofertas em produtos que já estão “namorando” há bastante tempo, como é o caso de televisores, eletrônicos, celulares e equipamentos de informática. Neste ano, as vendas na data deverão movimentar R$ 6 bilhões no e-commerce brasileiro, 3,5% mais que no ano passado. Mas esse número não leva em conta que a Black Friday, a cada ano, vem sendo adotada pelo varejo físico.

Copa: para marcar muitos gols

Enquanto a Black Friday é um momento único de vendas (embora esteja sendo “espichado” para ocupar todo o mês de novembro), a Copa cria um movimento crescente. Em vários ciclos, vários setores vão tendo oportunidades de participar da festa.

O Google fez um estudo em que define alguns grandes momentos de consumo por causa da Copa:

  •       Preparando a Casa: é a compra de eletroeletrônicos, que acontece bem antes da bola rolar. A Copa sempre é um momento excelente para trocar a TV ou comprar um celular novo. Ainda mais neste ano, em que a estreia do Brasil acontece na véspera da Black Friday.
  •       Entrando no Clima: compras que fazem ajustes na casa e na vida dos clientes. É a compra de um plano de internet mais caprichado ou da roupa para acompanhar as partidas. Várias categorias participam desse momento.
  •       Preparando para a Festa: é a hora de comprar os itens usados para acompanhar os jogos, como itens de decoração, bandeiras do Brasil e acessórios.
  •       Celebrando: acontece no dia dos jogos e é o movimento de compra de alimentos e bebidas.

OK, agora que sabemos que existem diferenças na corrida para a Copa e que a Black Friday tem um efeito importante, como unir as duas coisas e vender mais?

postos de combustíveis black friday

5 dicas para vender mais em postos de combustíveis na Black Friday

Um estudo realizado pela Scanntech mostra que, no varejo como um todo, o clima de “Copa + Black Friday” já começou. Até o fim de agosto, 19% das cestas de compras tinham relação com uma das datas (ou ambas). Analisando o evento do ano passado, na semana da Black Friday houve um aumento de 29,6% nas cestas relacionadas a categorias tradicionais do evento, mas o setor de alimentos praticamente não foi impactado. Por outro lado, a venda de bebidas em supermercados saltou 21% e a de itens de bazar, 18%.

Sabendo que existem grandes mudanças no comportamento dos clientes na Black Friday e que a Copa também cria demandas, como aproveitar esses momentos?

1) Prepare-se para compras de última hora

O posto de combustíveis tem uma vocação de varejo de proximidade. As lojas de conveniência são um porto seguro para quem aproveita a hora de abastecer para comprar alguns itens extras, ou para quem está com muita pressa.

Vale lembrar o que costuma acontecer nas horas anteriores aos jogos do Brasil (que, na primeira fase, acontecerão às 16h, 13h e 16h): grande parte das pessoas trabalha somente até meio dia e depois se desloca para casa. Quem não comprou alimentos e bebidas na véspera aproveita a ida para casa para passar na loja de conveniência – e essa é uma grande oportunidade.

Prepare a loja com os itens que terão mais saída. Estoque as geladeiras com bebidas geladas e tenha packs de produtos à disposição. Também reveja seu mix para oferecer snacks e outros produtos de consumo rápido.

2) Mas tente se antecipar

Ao mesmo tempo em que as horas antes dos jogos são de grande movimento, ninguém quer encarar lojas cheias quando os jogadores já estão no aquecimento. Por isso, uma boa ideia é tentar antecipar a demanda.

Lembre os clientes, por e-mail marketing, comunicação no PDV, SMS e aplicativos, que é melhor comprar antes e garantir o produto gelado – em vez de correr o risco de procurar e não encontrar. Trabalhe promoções para atrair os clientes, a partir dos dados de consumo individualizados.

3) Invista no cross selling

Prepare a comunicação promocional digital, na praça do posto, na loja de conveniência e no discurso de vendas de sua equipe para aproveitar oportunidades de cross selling – venda de itens complementares ou que seus clientes geralmente compram juntos. Coloque alguns itens de maior procura, como salgadinhos, doces e cervejas, próximo das bombas de combustível – a ideia é que o cliente compre no impulso quando for abastecer.

Também prepare seu time. Os frentistas podem ser treinados para, além de oferecer água e troca de óleo, perguntar se já está tudo pronto para o jogo do Brasil. Se o cliente disser que falta ainda comprar alguma coisa, uma oportunidade de venda apareceu: é só chutar a bola e fazer o gol.

4) O cliente sempre volta

Uma das grandes vantagens dos postos que fazem bem seu trabalho é que o cliente está sempre de volta. Toda semana, ou no máximo a cada 15 dias, é hora de encher o tanque de novo. E, com isso, é mais uma oportunidade de utilizar os dados para promover itens que o cliente tenha mais possibilidade de compras.

Neste ano, a recorrência será reforçada pela possibilidade de um aumento nos deslocamentos – e no consumo de combustível. Parte do “ritual” dos jogos é acompanhar as partidas com amigos e família – e nesse trânsito o cliente pode passar no posto para calibrar os pneus, encher o tanque e comprar aquele pack extra de cervejas que ele não teve tempo antes.

5) Cada gol é um motivo para vender

Com partidas diariamente – e o Brasil entrando em campo mais ou menos a cada 4 dias – o posto pode criar oportunidades criativas de promoções. Que tal uma espécie de bolão, em que quem acertar o resultado do jogo tem acesso a produtos com preços especiais? Ou promoções do tipo “a cada gol do Brasil dá mais desconto na lanchonete”?

Existem inúmeras oportunidades para vender mais durante a Copa e a Black Friday. Seja criativo para aproveitar cada uma delas, envolva suas equipes para ter mais ideias e crie um ambiente positivo para melhorar os resultados do seu posto nesta época do ano.

Ficou com
alguma dúvida?

Podemos te ajudar com os desafios do seu negócio e encontrar a solução ideal

Entre em contato

fale com a gente!