Compartilhe

Compartilhar no Facebook Compartilhar no Linkedin Compartilhar no Twitter Compartilhar no Whatsapp

Posto de bandeira branca ou embandeirado? Conheça as vantagens e desvantagens

Posto de bandeira branca ou embandeirado? Conheça as vantagens e desvantagens

Orientação e apoio, confiança na qualidade do produto e flexibilidade de gestão são algumas delas

 Independente do modelo de atuação do seu posto, existem benefícios e dificuldades que farão parte da sua rotina. Veja no artigo.

Todos os postos de combustível, independente da modalidade, para serem bem sucedidos precisam estar atentos às movimentações do mercado e contar com bons recursos de gestão e atendimento ao público. Mas como escolher entre ser embandeirado ou bandeira branca? Como alcançar bons resultados, independente do modelo? 

O primeiro passo é conhecer as vantagens e desvantagens em fazer parte de um ou de outro modelo de negócio. 

Veja, a seguir, quais são elas e saiba como usá-las a seu favor.

Postos embandeirados

Vantagens de trabalhar sob a marca de uma distribuidora de combustível

Ter um posto embandeirado significa ter contrato exclusivo com uma distribuidora e isso pode gerar vantagens e desvantagens para o negócio. As vantagens são:

 

  • Apoio operacional inicial
    O posto embandeirado, além do contrato exclusivo de compra e venda de combustível com a distribuidora, recebe todo apoio operacional da parceira para equipar a estrutura externa do posto, incluindo a instalação da cobertura  e da compra de equipamentos operacionais. Com isso, o empresário pode diluir os custos da implantação das bombas, tanques, placas luminosas e outros equipamentos ligados à atividade.
  • Confiança na qualidade do produto
    Outra vantagem é contar com a confiança do consumidor na qualidade do produto oferecido e, com isso, ter melhores resultados em vendas. Ao longo do tempo, marcas tradicionais fizeram pesados investimentos em marketing, o que garante sua permanência na mente dos consumidores, que, muitas vezes, escolhem abastecer no posto de uma distribuidora reconhecida – independente da sua localização ou do preço cobrado.
  • Marketing estruturado
    Estar vinculado a uma distribuidora significa contar com uma estratégia de marketing estruturada. Ou seja, com um conjunto de iniciativas pré-elaborados, que já estão prontas para alavancar as vendas ao consumidor final.  Programas de fidelidade, promoções, programas de incentivo, ações de publicidade, eventos de relacionamento com o público de interesse e programas de treinamento fazem parte desse processo, que pode gerar uma série de oportunidades para o posto. Além das vantagens comerciais, essa base permite que o responsável pelo posto embandeirado foque seus esforços na gestão do negócio.

 

E as desvantagens:

  • Falta de autonomia para definições estratégicas
    A primeira desvantagem é que os contratos de exclusividade, muitas vezes, podem ser um fator limitador para definições estratégicas. Ou seja, além da compra combustível ser exclusiva, é preciso cumprir com outras cláusulas contratuais que impactam até mesmo naquelas escolhas simples, como definir o fornecedor de refrigerante da loja de conveniência ou até mesmo a compra dos equipamentos que vão compor o seu posto.
  • Falta de flexibilidade para negociação de compra
    O posto embandeirado tem obrigação adquirir quantidades mínimas de combustível junto à distribuidora parceira por um preço decidido de forma unilateral por essa última. Assim, independente do desempenho do posto, ele precisa manter o volume de compras, sem possibilidade de negociação de valores ou forma de pagamento além do previsto no contrato. 

Vantagens e desvantagens de ser bandeira branca

Já os postos de bandeira branca, ou seja, aqueles que não estão vinculados a nenhuma distribuidora específica, contam com as seguintes vantagens:

  • Autonomia para definição de fornecedores
    Os postos sem bandeira têm mais autonomia para definir os seus fornecedores. Desde a compra do combustível até o abastecimento da loja de conveniência ou da lava jato, é possível procurar diferentes parceiros e produtos no mercado, que sejam bons para o negócio – buscando fornecedores qualificados mais próximos a sua região, por exemplo. Isso permite não só melhores negociações de preços, mas também mais vantagens em prazos de entrega e na margem de lucro sobre cada produto, o que pode aumentar a lucratividade do posto como um todo.
  • Liberdade para definir ações de marketing
    Outra vantagem é a possibilidade de criar as suas próprias estratégias de marketing com a liberdade de construir ações promocionais e ofertas totalmente alinhadas com as expectativas do público local e direcionadas para atender às suas necessidades específicas. Ou seja, dependendo da localização e da região, é possível oferecer diferentes vantagens para os clientes, sem qualquer limitação para as ações de publicidade e venda.
  • Possibilidade de construir uma marca própria
    Construir uma marca forte é importante em qualquer segmento e uma das vantagens de um posto sem bandeira é essa: a possibilidade de construir o seu próprio nome no mercado e gerar ganhos competitivos independente dos movimentos de uma outra empresa. Isso é importante quando vemos dados como o do relatório Intangible Asset Market Value Study (IAMVS), que mostra que, atualmente, o valor das companhias é composto por apenas 17% de ativos tangíveis como produtos e patrimônio, enquanto os intangíveis, como a marca, processos de qualidade e relacionamentos com clientes representam 84% de um negócio. Assim, no caso dos postos bandeira branca, a construção da marca gera valor para o próprio empresário e não para a distribuidora.

E as desvantagens são:

  • Menor poder de barganha nas negociações
    Mesmo com a flexibilidade de escolher os fornecedores, o posto de bandeira branca pode acabar perdendo poder de negociação com as distribuidoras por comprar combustível em menores quantidades. 
  • Desconfiança
    Para os consumidores brasileiros a associação da “falta de uma marca” com “má qualidade do produto vendido” ainda é comum. E o medo de estar comprando combustível adulterado não é em vão: só entre janeiro e abril de 2019, o Instituto de Pesos e Medidas (Ipem) flagrou, só no Estado de São Paulo, um total de 2.595 postos – com e sem bandeira – comercializando combustível adulterado. 

Porém, essa situação pode ser revertida quando o posto procura construir o seu nome no mercado, investindo na marca e em marketing, fortalecendo o negócio e mostrando ao consumidor que ali ele vai encontrar o melhor combustível e serviço. 

Como dá para perceber, independente do modelo de atuação do posto, existem vantagens e desvantagens que farão parte da sua rotina. O que não pode acontecer é parar diante delas. É preciso encarar os desafios do setor, contornar as dificuldades usando as ferramentas certas para isso e buscar sempre o sucesso com organização e seriedade. 

Conte com a Linx nessa jornada, conheça os nossos produtos.

Contato comercial
Envie uma mensagem ou Chat online

Telefone Comercial:

3003-0400

Atendimento de segunda a sexta, das 9h às 18h.