Como digitalizar as vendas da loja física no pequeno varejo?
Varejo

Como digitalizar as vendas da loja física no pequeno varejo?

Colocar sua loja na era digital não precisa ser um bicho de sete cabeças. Saiba como aproveitar a tecnologia a seu favor, vender mais e encantar seus clientes.

Para o pequeno varejo, a expressão “digitalizar o negócio” parece complexa, difícil, cheia de inesperados que poderão tirar o foco da loja física. Mas não precisa ser assim. Se do ponto de vista estratégico é necessário atender o cliente como ele quiser, pelo canal que ele escolher, o pequeno varejo tem à sua disposição soluções facilitadas e processos simplificados que geram um relacionamento mais próximo com o consumidor.

Tecnologia não pode ser uma complicação: ela precisa resolver problemas do negócio, e não criar outros. Ainda mais quando o assunto é a digitalização da loja física. Nestes tempos em que o varejo ainda não opera a 100% de velocidade, mas as lojas físicas já podem funcionar, é ainda mais importante fazer o cliente ter o melhor atendimento possível e se sentir acolhido.

Se no ano passado recursos 100% digitais, como o WhatsApp e as redes sociais, foram essenciais para manter as lojas em operação, na retomada pós-pandemia outras soluções irão se destacar. Soluções que tanto levam a loja até o cliente, como expandem a loja física quando o consumidor quer produtos de menor giro.

A nova loja física: ágil e integrada

As expectativas dos clientes são cada vez maiores. Depois de vivenciar experiências digitais seguras, com pagamentos rápidos e entregas ágeis, eles não irão aceitar problemas tradicionais das lojas pré-pandemia, como filas, atendimento ruim e falta de produtos em estoque. Para acompanhar as expectativas dos clientes, toda loja, a partir de agora, deveria ser ominchannel.

O omnichannel existe para assegurar que o cliente compre o que quiser, quando quiser, da forma como achar mais conveniente. Mesmo quando o consumidor estiver dentro da loja, ele pode querer um produto que não está no estoque do PDV. No passado, essa venda estava perdida. Hoje, é possível integrar o estoque da loja com as demais unidades e com um armazém central. Assim, se o produto não está na loja, pode ser deslocado de outro lugar para retirada no PDV ou entregue diretamente ao cliente.

Esse modelo de negócios aumenta a fidelidade do cliente e o coloca no centro da estratégia do varejo. Com isso, gera mais faturamento e lucro para o varejista. Mesmo para o pequeno varejo, esse não é um passo impossível: comece unindo o e-commerce à sua loja física, integre seus estoques e melhore a gestão do negócio. No seu ritmo, de acordo com sua capacidade de crescimento.

digitalização loja fisica pequeno varejo

Seu catálogo na mão do cliente

Digitalizar a loja física não é o único caminho para digitalizar seu negócio. Durante a pandemia, muitos descobriram as vantagens de contar com um catálogo digital de produtos. E há bons motivos para isso, como a rapidez na atualização de dados, a facilidade de categorização de produtos e a redução de custos.

Um catálogo digital de produtos não é somente uma versão digitalizada de um catálogo em papel. Ele é, na realidade, uma ferramenta poderosa para que clientes e parceiros acessem rapidamente seus produtos, em uma plataforma que pode ser integrada, por exemplo, a meios de pagamento.

Desenvolvidos a partir das informações que já estão disponíveis no cadastro de produtos, eles aumentam o acesso dos consumidores à sua loja. Passa a ser possível, por exemplo, vender online a partir de um link nas redes sociais ou do WhatsApp, oferecendo uma experiência próxima à de um e-commerce. A flexibilidade de uso dos catálogos digitais também permite a realização de promoções específicas para determinados produtos e clientes, de acordo com sua estratégia de negócios.

Com isso, colocar seu catálogo digital de produtos na mão do cliente é uma forma segura de turbinar seu negócio e gerar mais vendas para sua loja.

Banner CTA_Ano novo ecommerce novo

O poder das vendas mobile

Sua loja não precisa se limitar à tradicional venda “atrás do balcão”. Em muitos setores, é possível ir até o cliente, enquanto em outros a loja continua sendo essencial, mas pode ser um espaço muito mais interessante e agradável. Nesses casos, cresce a importância das vendas mobile.

Sistemas de vendas móveis dão flexibilidade para ajustar o layout da loja à necessidade de cada momento. Com um celular ou tablet, a equipe pode fechar a venda e processar o pagamento, sem a necessidade de encaminhar o cliente para uma fila. Ao mesmo tempo em que diminui a possibilidade de desistência, esse modelo mantém o calor humano do relacionamento com o vendedor e gera mais encantamento.

Esse mesmo modelo pode ser aplicado em sistemas como o porta a porta, acelerando a tomada dos pedidos, evitando erros de processamento e acelerando o ciclo de vendas. Em vez da dupla catálogo + bloco de pedidos, o vendedor pode apresentar os produtos no celular ou tablet, ou encaminhar o link do catálogo digital para o cliente. É mais praticidade e tecnologia para o seu negócio.

A Linx possui soluções sob medida para vendas móveis e gestão do pequeno varejo. Sistema ERP pensado e desenvolvido para descomplicar a rotina dos microempreendedores com tecnologia de ponta.

Ficou com
alguma dúvida?

Podemos te ajudar com os desafios do seu negócio e encontrar a solução ideal

Entre em contato

Nosso website faz uso de cookies. Para mais informações, acesse nossa Política de Cookies.

Receba nossas novidades