O que é varejo de proximidade? Aproveite essa oportunidade!
Mercado de proximidade

O que é varejo de proximidade? Aproveite essa oportunidade!

Lojas de conveniência, minimercados, padarias, açougues e outros formatos de proximidade estão em grande crescimento. Saiba o que impulsiona o consumidor a usar esses canais.

Cada vez mais, o tempo é o ativo mais valioso dos consumidores. Especialmente na hora de resolver compras do dia a dia, a conveniência e a praticidade estão entre os aspectos mais valorizados pelos clientes. É por isso que os modelos de varejo de proximidade vêm se tornando mais importantes a cada ano.

Em 2020, a busca dos consumidores por comércios próximos de casa aumentou em 20%, fazendo desse conceito de varejo um dos mais importantes para atrair e manter clientes no mundo físico. Fatores como localização e facilidade para chegar são essenciais, mas o layout, o mix de produtos, os sistemas de pagamento e toda a tecnologia embarcada no PDV precisam estar prontos para lidar com clientes que não querem perder tempo.

O que é varejo de proximidade?

A expressão “varejo de proximidade” se refere aos negócios que oferecem conveniência para os clientes e estão localizados a uma distância curta, que pode ser percorrida a pé ou com uma rápida jornada de carro. Entre os exemplos desse varejo estão:

  • Lojas de conveniência;
  • Minimercados;
  • Padarias;
  • Açougues;
  • Empórios;
  • Adegas e comércios de bebidas;
  • Bombonieres e lojas de doces;
  • Hortifrutis e sacolões;
  • Mercearias.

São negócios que estão presentes tanto nas regiões mais ricas das cidades, quanto na periferia. Podem fazer parte de grandes redes varejistas, de lojas independentes de gestão familiar, ou mesmo de startups.

o que é varejo de proximidade

O que os clientes valorizam no varejo de proximidade?

Seja qual for o tamanho do negócio ou o tipo de cliente atendido, o varejo de proximidade se baseia em 4 atributos que têm sido cada vez mais valorizados pelos clientes:

1) Localização privilegiada

A grande característica do varejo de proximidade é a pequena distância dos clientes. Uma caminhada ou poucos minutos de carro e o cliente está em uma loja do gênero. Essa proximidade faz com que o varejo de proximidade seja muito utilizado para compras rápidas de reposição, seja aquele molho de tomate que falta para a macarronada de domingo, seja um vinho comprado em uma parada a caminho de casa.

2) Lojas de pequena superfície

Como o varejo de proximidade se destina a compras rápidas, as lojas são pequenas. O percurso do cliente no PDV é rápido e as jornadas costumam ter mais foco na praticidade do que em uma experiência incrível. Embora em nenhum caso o cliente abra mão de ser recebido de forma cortês, em um local bem iluminado, limpo e organizado.

3) Sortimento especializado

Para o varejo de proximidade, competir com o grande varejo é muito complicado. Grandes comércios, com milhares de SKUs e espaços amplos, podem oferecer um pouco de tudo. O varejo de proximidade não pode se dar a esse luxo: ele precisa ser muito assertivo em seu sortimento, oferecendo produtos exclusivos, diferentes ou exatamente aquilo que o cliente vai precisar.

4) Atendimento personalizado

O mercado de proximidade recebe menos clientes do que uma grande loja, mas recebe esses clientes com frequência muito maior. Muitas vezes, estamos falando de compras diárias, que se tornaram ainda mais importantes durante a pandemia para consumidores que passam mais tempo em casa. Essa é uma grande oportunidade para conhecer melhor os clientes e entregar um atendimento personalizado.

As vantagens de ter a tecnologia como aliada

No varejo de proximidade, o uso de tecnologia tem se tornado cada vez mais importante. A possibilidade de conhecer a fundo o comportamento e as características de clientes que vão ao comércio várias vezes por semana gera um enorme diferencial competitivo, que vem sendo aproveitado de várias formas pelas empresas:

1) Gestão em tempo real

Boa parte do varejo de proximidade é formado por negócios de empreendedores, que não possuem formação tecnológica ou mesmo tempo para lidar com muita complexidade. Por isso, o sistema de gestão do negócio precisa ser completo, ao mesmo tempo em que apresenta as informações de uma maneira simplificada.

Para que o varejo de proximidade seja mais eficiente e produtivo, ele precisa contar com um sistema de gestão que ofereça funcionalidades como:

  • Registro rápido das operações de venda;
  • Controle total das entradas e saídas de estoque;
  • Criação de indicadores de negócio a serem acompanhados em tempo real;
  • Emissão de notas fiscais sem complicação;
  • Meios de pagamento seguros.

2) Análise de dados

Por ser um negócio em que as visitas dos clientes são constantes, o varejo de proximidade pode obter ainda mais benefícios da análise dos dados de consumo. Afinal de contas, é possível medir o impacto dos resultados mais rapidamente. Esteja atento a aspectos como:

  • Utilização do WiFi do comércio para identificar o fluxo dos clientes pelo espaço físico e, dessa forma, posicionar melhor os produtos. Tanto para aumentar as vendas, quanto para evitar aglomerações;
  • Uso de um programa de fidelidade para oferecer benefícios relevantes para os clientes, de acordo com seus padrões de consumo e preferências.
  • Identificação dos melhores momentos para realizar promoções e das alavancas promocionais que podem gerar mais resultados.

E-book Tudo o que você precisa saber para o sucesso do seu comércio

3) Integração a sistemas de delivery

Como o varejo de proximidade é um negócio de conveniência, vale muito a pena estar perto do cliente também nos meios digitais. Afinal de contas, tão interessante quanto estar a dois passos do consumidor é poder entregar rapidamente tudo o que ele desejar. A integração a aplicativos de delivery ou o desenvolvimento de uma estrutura própria de entregas pode gerar grandes benefícios:

  • Capacidade de atender clientes em mais momentos de consumo;
  • Posicionamento como uma solução rápida e prática para todas as ocasiões;
  • Mais dados que podem ser utilizados para entender melhor o comportamento dos clientes;
  • Aumento da fidelização e do tíquete médio;
  • Capacidade de desenvolver promoções personalizadas.

Como é sempre muito mais barato trazer de volta um cliente que já conhece seu comércio do que conquistar um novo consumidor, o varejo de proximidade tem uma grande oportunidade para construir um público fidelizado, que gosta e confia em sua marca.

A Linx possui uma série de soluções dedicadas à realidade do varejo de proximidade. Entregue conveniência para o seu cliente e facilidade de gestão para você administrar seu negócio de forma simples e eficiente, independente do seu tamanho. Fale com a gente e saiba mais!

Ficou com
alguma dúvida?

Podemos te ajudar com os desafios do seu negócio e encontrar a solução ideal

Entre em contato

Nosso website faz uso de cookies. Para mais informações, acesse nossa Política de Cookies.

Vendas pelo Whatsapp

Suporte
ao cliente