O que é educação contemporânea? Objetivos, desafios e estratégias para sua escola
Transformação Digital

O que é educação contemporânea? Objetivos, desafios e estratégias para sua escola

As transformações sociais e tecnológicas, cada vez mais rápidas, revolucionaram as escolas e nos trouxeram a um período repleto de novas possibilidades e desafios. É a era da educação contemporânea.

Já sabemos que o ensino tradicional, conteudista e hierárquico, não é o bastante para uma educação plena, que seja adequada às necessidades das novas gerações e aos desafios deste mundo instável e imprevisível.

Neste momento, precisamos entender as oportunidades e desafios da educação na era digital, mas mesmo esse potencial tecnológico, sozinho, não é o suficiente para alcançar a nova realidade do ensino que já está irrompendo e exigindo que sua escola esteja preparada.

Por isso, é preciso ir além. Entender as demandas socioemocionais dos alunos, explorar um ensino revolucionário, fazer seu estudante ser um protagonista apaixonado pelo próprio aprendizado, e mais!

É preciso, enfim, conhecer a educação contemporânea

O que é educação contemporânea e quais são seus objetivos?

A educação tradicional preparou escolas, educadores e alunos para um processo de aprendizagem passivo e hierárquico. Enquanto o professor ocupa a frente da sala, lecionando por horas, os alunos agem como receptores do conhecimento, fazendo alguns exercícios focados, geralmente, em ajudar a memorizar a lição.

A educação contemporânea busca romper com essa estrutura a partir de alguns objetivos essenciais.

Para começar, ela busca estimular o gosto pelo aprendizado — algo perdido pela maioria dos alunos, que veem o ensino como um “mal necessário” e, ao mesmo tempo, “tedioso”. 

educação contemporânea

A partir de metodologias dinâmicas, tecnologias, interação social e muita empatia — características da educação contemporânea —, os educadores podem reavivar essa paixão pela aprendizagem.

Outro ponto fundamental é reforçar o elo entre professores, estudantes, pais e responsáveis, para que a educação seja um processo conjunto e produtivo.

Com tudo isso, ela ainda busca subverter o conceito de aprendizado individualizado e competitivo, que é focado em aprender para entrar em uma faculdade, trabalhar e receber um salário. O desafio da educação contemporânea, por outro lado, é desenvolver habilidades sociais e formar jovens que trabalhem junto à comunidade.

E há muito mais! As características da educação contemporânea são vastas, apresentando-se também como um ato político, que busca permitir aos alunos não apenas compreenderem seu mundo, mas também transformá-lo.

Como superar os desafios contemporâneos da educação?

Um dos principais desafios da educação contemporânea é o fato de que educadores, alunos, pais e responsáveis ainda estão muito presos à ideia individualizadora e rígida do ensino tradicional. Isso dificulta uma verdadeira mudança e o desenvolvimento de alunos como seres humanos em toda sua complexidade.

Além disso, também é preciso superar a aversão que muitos alunos têm pela educação, vendo-a como uma obrigação rígida e desatualizada, sem conexão com sua realidade.

Para completar, a própria realidade dos alunos hoje está repleta de distrações. Fortalecer a educação contemporânea envolve incluir o ensino nos interesses desses estudantes. 

Então é por esse ponto que vamos começar nossas reflexões sobre como superar os desafios da educação contemporânea.

Integrar a escola com a realidade dos alunos

A realidade dos alunos fora da escola apresenta dois desafios consideráveis para a educação tradicional.

Para começar, os alunos hoje vivem com smartphones, conhecem as redes sociais desde a primeira infância e têm milhões de possibilidades que acabam tirando sua atenção do professor que leciona de forma discursiva na frente da turma.

O outro ponto é a desconexão com os desafios enfrentados por esses alunos em seu dia a dia — principalmente em comunidades mais pobres. As crianças e os adolescentes muitas vezes têm fome, medo e outras preocupações sérias que tornam difícil prestar atenção em uma aula de matemática em uma escola que não se preocupa com suas “necessidades reais”.

O caminho proposto pela educação contemporânea é levar a realidade — tanto a tecnologia quanto os desafios — para dentro das aulas. Abordar os temas que fazem parte da vida dos alunos e ajudá-los a se desenvolver nesse mundo.

Ou seja: é quebrar o muro imaginário entre os mundos “lá fora” e “aqui dentro”. A escola deve ser uma extensão da vida do estudante, preparando-o para lidar com a própria realidade com o conhecimento adquirido.

Explorar as possibilidades da aprendizagem adaptativa

Hoje, as aulas são rígidas, com alunos separados em turmas que seguem o mesmo calendário, as mesmas tarefas e o mesmo ritmo durante todo o período letivo.

No entanto, isso ignora o fato de que cada aluno tem um ritmo diferente para aprender, além de interesses, habilidades e possibilidades distintas.

A aprendizagem adaptativa entende essa disparidade entre estudantes e propõe uma educação diferente, híbrida, usando a internet e os computadores para que os estudantes complementem o aprendizado em seu próprio ritmo.

Entenda mais: O que é aprendizagem adaptativa e quais os seus benefícios para a educação? 

Utilizar metodologias ativas

As metodologias ativas são um passo fundamental para quebrar a rigidez das aulas tradicionais, oferecendo métodos de ensino que colocam o próprio aluno no protagonismo de seu aprendizado.

Isso envolve a sala de aula invertida, a aprendizagem estruturada em projetos e em problemas, os projetos de equipe, entre outras possibilidades.

Assim, o conhecimento não é passado apenas de forma explicativa pelo professor, mas sim experienciado de várias maneiras diferentes e interessantes, que promovem um verdadeiro aprendizado, e não apenas a memorização dos conteúdos.

Leia mais: Metodologias ativas: quais as vantagens e como contribuem na educação?

Trabalhar o socioemocional

Aplicar a educação socioemocional nas escolas é outra característica da educação contemporânea.

Essa prática compreende ir além dos conteúdos, trabalhando também competências que ajudem os alunos a compreenderem suas próprias emoções e sentimentos, além de terem empatia pelos outros e atuarem em sociedade de maneira mais saudável.

Ou seja: é o desenvolvimento pleno da humanidade dos estudantes, de forma integrada aos conteúdos escolares tradicionais.

Saiba mais: O que é educação socioemocional nas escolas?

Combinar o socioemocional com a tecnologia

Um dos pilares da educação contemporânea é o uso da tecnologia como ferramenta transformadora no ensino.

Afinal, a revolução digital é uma realidade que faz parte da vida dos alunos. Levar isso às aulas, de forma integrada ao ensino socioemocional, pode ser realmente revolucionário.

Leia mais: Tecnologias educacionais: inovação no ensino

Promover uma educação inclusiva

A educação contemporânea busca favorecer um ensino da igualdade e do crescimento em comunidade. A inclusão é parte essencial desse objetivo, desenvolvendo um ambiente escolar muito mais acolhedor para todos.

Aprenda sobre o assunto: Educação inclusiva: o que é e qual a sua importância nas escolas 

Motivar os professores para engajar a escola

A educação contemporânea só é possível com a participação total dos professores. Eles precisam entender essa transformação e batalhar, junto com a escola, para desenvolver a possibilidade de um ensino inclusivo.

Afinal, eles estão em contato direto com os alunos e possuem o maior potencial de fomentar essa transformação junto deles.

Veja como alcançar esse objetivo: Estratégias de motivação para professores: aumente o engajamento escolar 

Acompanhar eventos da educação

A evolução das escolas é algo constante e a melhor forma de se manter informado sobre as novidades em metodologias, boas práticas educacionais e tecnologias é a participação em eventos da área.

No fim de setembro deste ano, por exemplo, a Sponte, empresa de software de gestão escolar, contou com grandes nomes da educação em seu evento Sponte para a educação, com o tema: repensando o presente além do futuro.

A proposta mostrou como o futuro da educação já chegou e discutiu as possibilidades que as escolas podem seguir para oferecer o que há de melhor em ensino e aprendizagem.

Leia também: Por que participar de eventos escolares? 

Melhorar a eficiência da escola

O futuro da educação envolve, também, um trabalho mais eficiente na gestão, eliminando a perda de tempo com burocracias e trabalhos manuais e permitindo a atenção total no desenvolvimento do conhecimento e das trocas entre alunos, educadores, pais e responsáveis.

É nesse cenário que um sistema de gestão escolar é tão importante.  O Sponte otimiza completamente as tarefas da secretaria escolar, dá mais eficiência para a gestão financeira e facilita a gestão pedagógica, economizando tempo e melhorando os resultados. Acesse e saiba mais!

Ficou com
alguma dúvida?

Podemos te ajudar com os desafios do seu negócio e encontrar a solução ideal

Entre em contato

fale com a gente!