Compartilhe

Compartilhar no Facebook Compartilhar no Linkedin Compartilhar no Twitter Compartilhar no Whatsapp

O impacto da gestão digital no varejo

O impacto da gestão digital no varejo

A digitalização do varejo libera o ser humano para fazer o que sabe fazer melhor e transforma clientes em fãs da sua marca

 

Por Daniel Zanco

 

O ano era 1978. Em meio à Guerra Fria, os americanos lançaram três satélites no espaço que emitiam sinais de rádio. No mar, navios de guerra passaram a usar esses sinais para calcular sua posição com uma precisão nunca vista.

Treze anos depois, o uso do GPS se popularizou na Guerra do Golfo, em que milhares de soldados podiam saber sua posição no deserto com precisão de centímetros. Depois disso, a tecnologia se tornou essencial para a população civil, como todo mundo que usa o Waze para fugir do trânsito sabe.

O varejo vive hoje um momento que parece muito com a chegada do GPS ao mercado. A digitalização tem feito com que negócios que navegavam “no escuro”, com um mapa aproximado de sua localização, passassem a saber onde estão, para onde vão e o que deverão encontrar quando chegarem lá.

O impacto da gestão digital sobre o varejo não pode ser subestimado. O efeito positivo da crise do Covid-19 foi ter forçado a digitalização dos negócios. Com isso, empresas que relutavam em mudar sua cultura, processos e tecnologias tiveram que abraçar as transformações. Simplesmente não era possível ficar parado com as lojas fechadas.

O impacto do digital é mais visível na adoção do e-commerce e no uso do WhatsApp como canal de vendas, mas ele é muito mais profundo. Assim como aconteceu com o GPS (que pode ser uma forma de saber onde estamos, mas também pode gerar inteligência para fazermos cidades melhores), a gestão digital do varejo permite construir empresas melhores. Mais leves, realmente voltadas a atender às necessidades e desejos dos clientes. Fluidas. Inovadoras.

A possibilidade de saber tudo o que acontece no negócio e tomar melhores decisões faz o varejo ser mais eficiente e produtivo. Atividades que não agregam valor são automatizadas e as equipes podem ser mais humanas, olhando o cliente no olho. Melhores decisões de negócios significam atender melhor o cliente, antecipar as necessidades e criar o “efeito uau” em cada relação com o consumidor.

Este é o verdadeiro impacto da gestão digital no varejo: criar fãs, em vez de clientes.

Material publicado no RetailTech Report

 

Quer saber como a Linx pode ajudar o seu negócio? Clique aqui.

Ir para

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a experiência de navegação e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao continuar navegando, você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Vendas