Como o metaverso pode revolucionar a área de RH?
Recursos humanos

Como o metaverso pode revolucionar a área de RH?

Todos que trabalham com a gestão de RH sabem a importância da tecnologia. Não é por acaso que existem tantas soluções e iniciativas para esse setor, a fim de para maximizar a produtividade, reduzir os custos e ampliar a eficiência na área. É com isso em mente que hoje falamos sobre o metaverso e o RH.

Afinal, você já percebeu como o metaverso pode ajudar nas rotinas e nos procedimentos de RH? Caso ainda não, sem problemas. O nosso objetivo é demonstrar como essa tecnologia pode revolucionar o setor, criando melhores experiências e acelerando a transição para o trabalho digital. Então, não perca tempo e acompanhe!

metaverso e RH

O que é o metaverso?

O metaverso é uma tendência tecnológica que se popularizou rapidamente nos últimos anos. O conceito trata de realidade virtual, um ambiente paralelo à realidade presencial e física. Inclusive, isso está estampado no próprio nome da ideia — meta do grego, “o que transcende”, e verso de “universo”.

A ideia central é a criação de universos que vão além da realidade física. O conceito já existe há um bom tempo. O primeiro uso da expressão aconteceu em 1992, quando Neal Stephenson, autor de ficção científica, a usou para explicar um ambiente em que as pessoas poderiam interagir entre si por meio de avatares tridimensionais.

De certa forma, isso já acontece há um bom tempo, principalmente nos games online e sociais. No entanto, a tecnologia nunca esteve desenvolvida o bastante para oferecer uma experiência imersiva, pois a interação com esses universos virtuais sempre foi limitada por uma tela.

Com a popularização dos óculos de realidade virtual e a miniaturização dos componentes tecnológicos, o mercado está sendo inundado por dispositivos vestíveis cada vez mais práticos, acessíveis, potentes e confortáveis. Dessa forma, a realidade virtual começa a ganhar o mercado.

Por conta disso, o metaverso vem ganhando cada vez mais força, surfando na popularização da realidade virtual. O que poucos percebem é que essa tecnologia não é apenas o futuro do entretenimento, mas o futuro da produtividade e interação humana em um mundo crescentemente digital.

Qual a relação do metaverso com o RH e as empresas?

Em um primeiro momento, pode parecer difícil encontrar uma conexão entre metaverso e recursos humanos. No entanto, essa tarefa se torna muito mais fácil quando você retira o deslumbramento com a tecnologia e enxerga a tendência como uma ferramenta de oportunidade e desempenho.

Experiências imersivas

Um dos principais desafios do setor é encontrar boas soluções de RH para se engajar com os colaboradores, promovendo educação, conscientização e resultados. A partir do metaverso é possível oferecer experiências realmente imersivas, alavancando o potencial de dinâmicas, testes, treinamentos e aprendizados.

Abertura de novas empresas tecnológicas

Assim como ocorreu com o e-commerce no fim da década de 1990 e com o desenvolvimento de apps a partir de 2008, o metaverso oferece uma nova janela de empreendimento e criatividade. A tendência é a abertura de novas empresas, agências e estúdios criadoras de conteúdos e estruturas para esses ambientes digitais.

Experiências novas e ilimitadas para clientes

Conforme os dispositivos de realidade virtual ganham popularidade, as empresas investem em soluções e estruturas para se destacar nesse novo mercado. Imobiliárias oferecem tours imersivos de seus imóveis, concessionárias de seus veículos, produtores audiovisuais de seus trabalhos e assim por diante.

Transição do presencial para o virtual

Por mais que muitos tentem resistir, tudo indica que o futuro do trabalho será predominantemente remoto e digital. O metaverso é uma das iniciativas nesse sentido, em que a criação de ambientes virtuais voltados à produtividade pode oferecer o engajamento do presencial com a remotabilidade do home office.

Compreensão da jornada do cliente

Com o metaverso, as empresas poderão proporcionar maior imersão ao cliente durante toda a sua jornada de consumo e, assim, melhor entender as dores, dúvidas e percepções desses usuários. E isso vale para praticamente todos os setores que decidirem adotar essa tendência.

Como o metaverso pode revolucionar o RH?

Agora que você tem uma noção razoável de como o metaverso pode transformar a rotina das empresas, é o momento de entender como essa tecnologia pode alavancar a performance dos seus colaboradores, reduzir a incidência de burnout e melhorar os seus indicadores operacionais. Acompanhe!

Comodidade

Como você bem sabe, o mercado está bastante competitivo, sobretudo em relação aos trabalhos. Profissionais qualificados, que realmente podem oferecer um diferencial competitivo para a sua empresa, são disputados no segmento com muito mais do que bons salários, mas boas comodidades.

E uma das principais comodidades modernas é evidenciar a qualidade de vida, geralmente por meio do trabalho remoto ou híbrido. E o metaverso oferece um primeiro passo para isso. Com uma operação digital é possível oferecer o aspecto presencial na jornada digital.

Oportunidades

A tendência é que o metaverso crie uma legião de novos empregos e possibilidades. Por isso, é uma área importante, sobretudo para quem recruta em empresas de tecnologia. O metaverso e a realidade virtual podem revolucionar a interação digital, saindo de calls para conversas mais expressivas e dinâmicas.

Remotabilidade

Antes da pandemia, o trabalho remoto já era vislumbrado como o modelo do futuro. Após a Covid-19, a tendência se popularizou rapidamente, colocando as empresas em um “teste de fogo” e demonstrando que o modelo é mais econômico, produtivo e eficiente.

Mas nem todos se adaptaram à falta do fator presencial, que muitos acreditam ser importante em reuniões, entrevistas, vendas e treinamentos. E o metaverso pode solucionar essa carência, utilizando a realidade virtual para dar dimensão a esses contatos, e consolidando o trabalho remoto como o principal formato do mercado.

Produtividade

Quanto mais o mercado de trabalho se orienta para a economia digital, mais fica claro que o foco é a eficiência e a produtividade. Os próprios colaboradores compreenderam esse conceito, na prática, com o trabalho remoto. No fim das contas, o que realmente importa é trazer resultados.

O metaverso pode oferecer isso, alavancando a eficiência — já elevada — de quem está trabalhando de sua casa. Com ambientes virtuais voltados à produtividade é possível otimizar o foco e a atividade dos colaboradores, evitando distrações e maximizando os resultados.

Saúde

Por último e mais importante, a manutenção da saúde mental. Nos ambientes presenciais, os colaboradores precisam lidar frequentemente com dinâmicas de poder equivocadas, pressões desnecessárias e outras distrações e excessos inerentes ao trabalho presencial.

Com os ambientes focados aos profissionais no metaverso, tudo se resume às tarefas e aos resultados. Por meio dessa abordagem objetiva, que oferece maior autonomia para o colaborador, este consegue fazer uma separação mais clara da sua vida pessoal e profissional, evitando o esgotamento e preservando sua sanidade.

 

Como você pôde ver, o metaverso no RH promete solucionar uma série de desafios e obstáculos do trabalho presencial. Por isso, é uma tendência que vem recebendo cada vez mais atenção das empresas que, além de investirem em tecnologias como um sistema de gestão de RH, também buscam um diferencial competitivo no mercado.

Agora que você sabe como o metaverso pode revolucionar o setor, veja como a metodologia ágil pode alavancar os resultados de RH!

Ficou com
alguma dúvida?

Podemos te ajudar com os desafios do seu negócio e encontrar a solução ideal

Entre em contato

Vendas pelo Whatsapp

Suporte
ao cliente