Estabilidade e velocidade: os KPIs essenciais para seu e-commerce
E-commerce

Estabilidade e velocidade: os KPIs essenciais para seu e-commerce

Sem uma plataforma de e-commerce que funcione com alta estabilidade e velocidade de acesso, você ficará para trás na competição pelos clientes. Saiba como identificar se é hora de trocar de sistema e quais são os KPIs essenciais para seu e-commerce.

A competição no e-commerce brasileiro é cada vez mais acirrada. A digitalização acelerada do varejo ao longo de 2020 fez com que o consumidor ampliasse seu comportamento e levou a um crescimento de 41% nas vendas online. Tão importante quanto o crescimento é o fato de que o consumidor se tornou mais exigente.

Qualidade das informações no catálogo de produtos, variedade de meios de pagamento, múltiplas opções de frete, possibilidade de retirada do produto em loja em questão de horas, tudo isso ganhou importância. Mas a experiência de compra do consumidor online depende, no fim das contas, de um fator: a performance do seu e-commerce.

Um estudo da Deloitte mostra, por exemplo, que um aumento de apenas 0,1s na velocidade de um site mobile aumenta o valor médio do pedido em 9,2% e a taxa de conversão em 8,4%. No caso de marcas de luxo, a velocidade do carregamento amplia o número de páginas visitadas em 8,6%.

Não basta alta velocidade de carregamento: é preciso que isso aconteça o tempo todo. A estabilidade do site é o que fará com que a experiência do cliente seja excelente a todo momento, e isso fará com que ele confie na marca, retorne mais vezes e compre mais.

Transforme velocidade em KPI

Pela importância de aliar estabilidade e alta velocidade, esses dois aspectos deveriam estar no topo das métricas de desempenho (KPI) do seu negócio. Todos os envolvidos na gestão e na área de TI do negócio precisam ter em mente a importância de analisar o impacto das ações nessas métricas.

Isso significa, por exemplo, que o gestor de marketing precisa avaliar se um recurso interessante na campanha promocional, como um vídeo, fará com que o cliente demore mais tempo para acessar o site. Se isso acontecer, é possível que o impacto negativo da lentidão supere o impacto positivo do vídeo.

Para obter alta velocidade em seu site:

  • Conte com uma plataforma de e-commerce que se integre nativamente com retargeting, marketplaces, meios de pagamento e conciliação bancária. Integrações complexas prejudicam a velocidade do site;
  • Garanta que sua plataforma de e-commerce não utilize tecnologias ultrapassadas, que realizam processos lentos e interferem no desempenho do e-commerce;
  • Conte com uma plataforma de e-commerce que seja mobile first, aumentando a velocidade da navegação em dispositivos móveis.

KPIs essenciais para seu e-commerce

E a estabilidade também

No caso da estabilidade do site, o dashboard do e-commerce precisa mostrar a disponibilidade do site. Ele tem que estar disponível para o cliente, e com boa performance, em no mínimo 99% do tempo. De preferência, em 99,9% ou mais. Para que isso aconteça:

  • Conte com uma plataforma de e-commerce que esteja baseado em servidores com altíssimos níveis de redundância e eficiência;
  • Garanta que seu sistema seja cloud based e possa ser rapidamente escalado para lidar com momentos de pico sem prejuízo da velocidade;
  • Certifique-se de que todas as integrações de sistemas internos e externos sigam as mais modernas e rígidas regras de qualidade e acessibilidade, evitando bugs que prejudiquem a experiência do usuário.

Estabilidade e velocidade na cultura são KPIs essenciais para seu e-commerce

Contar com uma plataforma de e-commerce unificada, que permita vender em seu próprio site e em marketplaces com escalabilidade total e máxima performance é fundamental para o negócio. Mas o lado tecnológico da questão, embora essencial, não é tudo.

A cultura da empresa precisa incorporar esses aspectos para que todo o negócio acompanhe a evolução digital. Esteja atento a aspectos como:

  • O impacto das iniciativas omnichannel na performance do site. Nesse caso, o e-commerce precisa estar presente na loja física, e a loja física no e-commerce. Muitas empresas limitam seus ganhos com a omnicanalidade quando tentam reduzir custos e limitam os investimentos no e-commerce. Quando isso acontece, uma plataforma obsoleta passa a ter que lidar com um ambiente de alta flexibilidade e inovação. Simplesmente não funciona.
  • Reforce, em relatórios internos, desenvolvimento de ideias e nas análises de KPIs, a importância de fatores como a estabilidade e a velocidade. Crie metas de aumento de eficiência e persiga incansavelmente o “erro zero” nessas áreas.
  • Tenha um e-commerce flexível: os investimentos de hoje impactam o que será do seu negócio no futuro. Como ninguém sabe como será o amanhã, sua plataforma digital precisa ter a capacidade de se adaptar a cenários inesperados.
  • Escolha bem os seus fornecedores de tecnologia. Ao lidar com empresas com um histórico comprovado de sucesso, ampla gama de soluções de negócios e a disposição de compartilhar melhores práticas, você cresce junto com todo o ecossistema de negócios e fica mais bem preparado para lidar com os desafios futuros.

O que você precisa saber para migrar de plataforma de e-commerce

Você está preparado para o que vem por aí?

Por mais que o futuro distante seja imprevisível, é possível se preparar para o impacto de grandes datas sazonais. A Black Friday é o grande exemplo disso. Faltando menos de 6 meses para a principal data de vendas do e-commerce brasileiro, é hora de avaliar a prontidão do seu e-commerce em aspectos como:

  • Segurança: qual a vulnerabilidade do seu site a ataques de phishing e negação de serviço (DDoS)? Seu e-commerce precisa incorporar os mais avançados recursos de segurança cibernética para garantir tráfego seguro de dados, alta performance e disponibilidade de rede.
  • Aumento de tráfego: é inevitável que a Black Friday seja um período de pico de vendas. Contar com fornecedores preparados, capazes de agir proativamente, é fundamental. Na Black Friday 2020, por exemplo, a Linx aumentou em 95% sua estrutura de nuvem somente para o setor de moda, enquanto os recursos de emissão de notas fiscais foram duplicados. Mesmo com todo o time atuando em home office.
  • Capacidade de ser omnichannel: a Black Friday 2020 foi a mais omnichannel até agora. Dados da Linx mostram um aumento de 69% no número de pedidos omnichannel em relação ao ano anterior, e este ano a integração de canais está ainda mais consolidada. Se seu e-commerce não permite a integração com a loja física, você irá perder vendas no período mais importante do ano.
  • Mobile first: 40% das vendas dos clientes Linx aconteceram a partir de celulares na Black Friday 2020, contra 29% em 2019. A tendência de crescimento é irreversível, e varejistas com plataformas pouco responsivas ou que não sejam pensadas primeiro para o ambiente mobile tendem a ter dificuldade de desempenho em momentos de pico de acessos.

Com o aumento da concorrência e a transformação constante do mercado, é preciso estar sempre atualizado, para aproveitar as inovações a seu favor e entregar melhores experiências para os clientes. E esta é a hora de fazer isso!

A Linx Digital conta com soluções tecnologicamente avançadas, capazes de aumentar a performance de suas vendas em qualquer plataforma e realizar a integração omnichannel dos seus negócios. Com estabilidade e alta velocidade de acesso. Fale com a gente para saber mais.

Ficou com
alguma dúvida?

Podemos te ajudar com os desafios do seu negócio e encontrar a solução ideal

Entre em contato

Nosso website faz uso de cookies. Para mais informações, acesse nossa Política de Cookies.

Vendas pelo Whatsapp

Suporte
ao cliente