Compartilhe

Compartilhar no Facebook Compartilhar no Linkedin Compartilhar no Twitter Compartilhar no Whatsapp

Gestão de pessoas é a chave de sucesso para o seu restaurante

Gestão de pessoas é a chave de sucesso para o seu restaurante

Confira qual a receita certa para montar, organizar e manter um time de sucesso no seu restaurante e aumentar a satisfação dos seus consumidores

Os profissionais que trabalham em restaurantes – assim como os clientes – são personas fundamentais para o sucesso do negócio. Na maioria das vezes, eles são responsáveis pelo atendimento ao consumidor, carregando o propósito, a mensagem e até mesmo a imagem que se deseja passar ao público. Por isso, o gerenciamento dos seus colaboradores é uma tarefa estratégica.

Veja, a seguir, qual a receita vencedora para fazer uma boa gestão de pessoas, aumentar a produtividade e ainda reunir mais clientes satisfeitos em torno da sua marca.

  1. Recrutamento e seleção

Não limite o seu restaurante à oferta de pratos de qualidade, ofereça também um ótimo serviço. Para isso, organize o seu processo de recrutamento e seleção. Esse é o passo inicial para contar com profissionais que vão trazer resultados positivos para o seu negócio.

Comece planejando com antecedência o processo seletivo. Isso é importante para otimizar a contratação e diminuir imprevistos, como chamar alguém que não tenha o perfil necessário para a vaga.

Para isso, ouça os outros colaboradores, estude o mercado, peça conselhos. Tudo é válido para desenhar o perfil de profissional que vai realmente fazer a diferença no seu negócio. Por exemplo, se você tem um restaurante fast-food os colaboradores da cozinha precisam ter como característica a agilidade e a organização. Agora, se o seu restaurante oferece um serviço à la carte de alto nível, a equipe do salão precisa conhecer o cardápio, ser gentil e até mesmo falar um segundo idioma.

  1. Treinamento e capacitação

Com o profissional selecionado, é chegada a hora de oferecer oportunidades de aprendizado e envolvê-lo em atividades de integração. Então, neste segundo momento, você avança para a etapa de treinamento e capacitação do colaborador.

Em um restaurante existem cargos para diferentes áreas de atuação, cozinha, logística, financeiro, atendimento, etc. Em nenhum desses casos deixe de explicar ao novo membro da equipe como funcionam os processos e operações particulares do negócio, assim como o objetivo da sua marca. Esses ensinamentos são essenciais para a boa performance do profissional e também do time como um todo.

Por exemplo, se o seu restaurante organiza os pedidos com uma tecnologia eficiente, é preciso mostrar ao contratado como ela pode ser um verdadeiro diferencial no momento do atendimento. Da mesma forma, quando você utiliza algum sistema de pagamento diferenciado, que facilita a gestão financeira do colaborador, é importante alertar o profissional que essa facilidade deve ser sua aliada no dia a dia de trabalho.

  1. Motivação

Outro ponto importante da gestão de pessoas é a motivação dos colaboradores. Para que haja comprometimento das equipes e todos atuem focados no objetivo de oferecer o melhor serviço e agradar o consumidor, é essencial mantê-los entusiasmados e motivados.

Entre os principais pontos que estimulam os profissionais estão os incentivos financeiros (como bons salários e bônus a cada meta batida), profissionais (possibilidade de crescimento, reconhecimento) e emocionais (identificação com a missão da empresa).

Também é importante apostar nos feedbacks e provocar aprendizados, apoiando os profissionais nas falhas e comemorando as conquistas. Afinal, isso aumenta a produtividade dos times e a satisfação dos clientes, gerando retornos positivos para o negócio.

  1. Apoio para a liderança

Quando se fala em gestão de pessoas, um ponto que não pode ser esquecido é o papel das lideranças nesse processo. Não basta que as políticas de motivação e engajamento partam apenas da gerência, elas precisam ser irradiadas também por quem comanda as áreas, como os chefs e sub-chefs.

Esses profissionais precisam ter treinamento especial para lidar com a equipe, repercutindo o modelo de administração da empresa. Afinal, eles, como integrantes do time, também devem se sentir motivados a exercer a suas funções, mas precisam, sobretudo, ter êxito ao orientar.

  1. Bom ambiente de trabalho

Por fim, é preciso citar que a gestão de pessoas também está ligada à construção de um bom ambiente de trabalho. Para que isso aconteça, no caso de um restaurante, é importante que haja comunicação e sincronia entre o gerente, as equipes que estão atendendo no salão e aquelas que estão na cozinha.

Portanto, entre principais características desse ecossistema – além da comunicação – estão: a proatividade, o dinamismo, a agilidade (e aqui não nos referimos a pressa, mas a possibilidade de atender bem ao consumidor sem tomar o seu tempo), a eficiência e a oferta de boas experiências. E quando todos atingem essa qualidade é possível que o desempenho como profissional – desde o atendente do caixa até o dono do estabelecimento -, assim como o da empresa no mercado, seja muito melhor.

Gostou das nossas dicas? Então continue acompanhando o blog e conheça as soluções da Linx para ajudar o seu restaurante a ter sucesso no mercado.

Contato comercial
Envie uma mensagem ou Chat online

Telefone Comercial:

3003-0400

Atendimento de segunda a sexta, das 9h às 18h.