4 dicas de gestão para negócios de beleza e estética
Estética e saúde

4 dicas de gestão para negócios de beleza e estética

No segmento de beleza é essencial ter profissionais competentes e capacitados para os serviços que executam. Também conta pontos ter um espaço agradável, que remeta o cliente a uma sensação de bem-estar e cuidado consigo, assim que adentrar no estabelecimento.

Faz parte também, oferecer uma boa experiência desde o agendamento até a finalização do serviço e diversidade de opções de pagamentos. Se todos esses processos estiverem funcionando dentro dessas expectativas, a perenidade do negócio parece estar garantida.

Sem dúvida alguma, todos os itens acima são cruciais para a vida longa do seu empreendimento. Mas, há um item que é tão importante quanto os destacados e que pode estar drenando seu lucro, que é a gestão dos custos e despesas.

Custos x Despesas

Considerando a ampla oferta de serviços de beleza e um fator que o gestor não tem como controlar, que é o comportamento e as escolhas dos clientes, é sábio afirmar que temos que manter os custos e as despesas bem controlados para contribuir com um resultado positivo da operação.

Gestão de estoque

Um dos custos mais ofensivos e que pode drenar rapidamente seus resultados é o estoque. Se em excesso significa dinheiro imobilizado por muito tempo ou perdas por vencimento da validade, em falta interrompe a prestação dos serviços. Já imaginou seu cliente chegando e não poder ser atendido por indisponibilidade de material? Um prejuízo de imagem que certamente você não quer ter. Ou, ainda, um gasto maior do que o necessário se optar por comprar as pressas o material faltante para não desapontar o cliente.

O que fazer para fugir dessas armadilhas?

Em primeiro lugar, é preciso saber exatamente qual a posição do seu estoque. Isto significa, saber quanto você tem de cada material, o que é mais rapidamente consumido e o que nunca pode faltar em suas prateleiras.

  • Faça inspeções semanais e monte um histórico de consumo

Com estes dados você pode definir facilmente o ponto de pedido de cada item, que determinará a cadência e quantidade de compras. Analise também o prazo e os custos da entrega. Se eventualmente você decidir comprar uma quantidade maior do que precisa, considerando que os custos da entrega serão diluídos, lembre-se do risco de armazenagem por muito tempo, risco de sinistros e espaço para armazenar.

  • Tenha atenção aos recursos

Mas,  isso não será suficiente para garantir seus resultados, se seus funcionários estiverem desperdiçando recursos. Muito do lucro se perde com funcionários que entregam um resultado maravilhoso aos clientes, mas a custo de uso excessivo ou mal uso dos produtos à disposição. Aqui não vale nem pecar pelo excesso e nem pela falta. Por isso, tem que se investir um tempo entendendo cada produto, estabelecendo métricas para obtenção de resultados, considerando características dos clientes como tipo de cabelo, comprimento, cor.

  • Treine o seu time

Se estivermos falando de clínicas de estética, uma boa anamnese/análise das áreas a serem tratadas determinam o sucesso do procedimento e a quantidade de material a ser empregado em cada um. Nada disso será suficiente se seus profissionais não forem bem treinados e retreinados, sempre que preciso.

  • Tecnologia a seu favor

Faça uso da tecnologia! Todas estas análises e atividades ficam mais fáceis se forem apoiadas por um bom sistema, que traga essa governança para dentro do seu negócio. Manualmente, no caderninho, fica muito complicado apontar e acompanhar corretamente as entradas e saídas do estoque. Ou, saber o custo de cada um e ter a visão do quanto isto impacta no resultado no final do mês. Todo empreendimento nasce com a expectativa de crescimento. E o crescimento passa por gestão. Invista nisso e bons negócios!

 

Ficou com
alguma dúvida?

Podemos te ajudar com os desafios do seu negócio e encontrar a solução ideal

Entre em contato

Nosso website faz uso de cookies. Para mais informações, acesse nossa Política de Cookies.

Vendas pelo Whatsapp

Suporte
ao cliente