Formação continuada de professores: a importância da capacitação de professores em escolas particulares
Transformação Digital

Formação continuada de professores: a importância da capacitação de professores em escolas particulares

O desenvolvimento da educação nunca para. Há sempre novas metodologias, tecnologias e possibilidades para otimizar o ensino, melhorar a aprendizagem e formar alunos cada vez mais preparados. Para acompanhar essas tendências, é indispensável investir na formação continuada de professores.

Isso tornou-se ainda mais importante com as oportunidades e desafios da educação na era digital. Afinal, poucos professores tradicionais estão preparados para realmente aproveitar essa transformação.

Sua instituição já garante a formação docente e a constante qualificação de seus educadores? Continue a leitura e confira tudo que um gestor escolar precisa saber sobre o assunto.

O que é formação continuada de professores?

A formação de docentes, via de regra, tem como ponto de partida um curso superior de licenciatura, que ensina ao novo educador os elementos básicos que ele precisa dominar para poder lecionar.

Mas esse é apenas o primeiro passo na carreira de docência. Um professor realmente engajado deve buscar aprimoramento constante por meio de cursos, seminários, oficinas, capacitações, eventos escolares, entre outros.

Formação continuada de professores é, justamente, um conceito que engloba todos esses métodos de aperfeiçoamento educacional pelos quais o educador pode passar durante seus anos de profissão.

Formação continuada de professores

Por que incentivar a formação de professores em escolas particulares?

Os poucos anos de licenciatura, ainda que importantíssimos, não são capazes de preparar o professor para as novidades da tecnologia, para as transformações sociais das novas gerações ou para as novas metodologias que constantemente modificam o cenário da educação.

Tampouco são o bastante para o professor se especializar de verdade em sua área. Química, biologia, matemática, português ou educação física… seja qual for a disciplina lecionada, há muito mais conteúdo do que uma licenciatura pode transmitir.

Ou seja, a licenciatura é o suficiente para dar aulas simples, mas não é o bastante para o ensino de qualidade que uma escola particular se propõe a oferecer.

Por isso, um verdadeiro educador deve também ser um estudante. Só por meio da capacitação de professores de forma continuada ele pode aprofundar-se em sua disciplina e oferecer aos alunos um ensino de primeira linha.

Confira as principais vantagens de motivar a formação continuada de professores:

Atualização dos conteúdos

Uma das mais belas qualidades humanas é a capacidade de aprender e evoluir por meio do conhecimento. Então, como poderia um professor — o principal responsável pelo aprendizado das novas gerações — ficar preso a ensinamentos do passado?

A formação continuada para professores é o caminho para atualizar e aprofundar o conhecimento, de forma a passar para os alunos o que há de melhor em sua disciplina.

Modernização das metodologias

Assim como o próprio conhecimento, as formas de transmiti-lo também evoluem com o avanço dos anos e dos estudos sobre pedagogia e aprendizagem.

Os estudos na área da neurodidática, por exemplo, mostram que o aluno aprende muito mais quando a aula é capaz de tocar suas emoções e envolver mais seus sentidos.

Sabemos, também, que o estudante aproveita melhor as aulas quando pode ser protagonista de seu próprio aprendizado.

Por isso, o professor deve buscar a formação docente para atualizar suas metodologias e aplicar novas formas de ensino em sala de aula.

Leia mais: Metodologias ativas de aprendizagem: saiba o que são e como incluí-las em sua escola.

Motivação e engajamento para professores

A estagnação é um dos principais fatores de desmotivação para educadores. Ensinar, ano após ano, os mesmos conteúdos, por meio das mesmas metodologias, sem aprender nada de novo, pode levar um professor a um ciclo vicioso e tedioso do qual é difícil de sair — e quem sai perdendo com isso é a qualidade de ensino de sua escola.

Por outro lado, quando a escola investe em formação continuada para professores, você os ajuda a se atualizarem, aprenderem novas técnicas e manterem seu trabalho interessante e inovador.

Além disso, por meio da formação docente, eles se sentem valorizados pela escola, o que faz muita diferença no engajamento escolar.

Leia também: Estratégias de motivação para professores: aumente o engajamento escolar.

Acompanhamento das principais tendências da educação

Já falamos antes, mas é importante reforçar: a educação está sempre evoluindo e há novas tendências surgindo todo ano. Um exemplo é a inovação apresentada pelas tecnologias educacionais.

Outro elemento muito importante é a valorização da educação socioemocional, que só vem crescendo nos últimos anos.

Investir na formação continuada de professores é o caminho para ajudá-los a acompanhar essas novidades e implementá-las em sua escola.

Mais qualidade para o ensino

A qualidade do ensino é um dos destaques de uma escola particular. Mas, para garantir isso, ela deve apresentar a seus alunos o que há de mais moderno em metodologias e tendências educacionais, além de conteúdos realmente completos.

Sem falar, é claro, de professores engajados, que realmente querem fazer seus alunos evoluírem.

Por isso, a formação de professores é indispensável para manter a qualidade de ensino em uma escola particular.

Como investir na capacitação para docentes?

Há diferentes opções de formação continuada para professores. Todas são válidas e sua escola deve buscar a que for mais adequada para cada momento e cada educador. Confira alguns exemplos:

Pós-graduações

A metodologia mais tradicional para formação de professores é a das pós-graduações: especializações, mestrados, doutorados e pós-doutorados, que guiam o educador por novos conhecimentos de maneira formal, com aulas presenciais ou a distância. 

Pós-graduações mais tradicionais costumam durar ao menos dois anos, mas há opções mais rápidas que podem ser completadas em alguns meses.

Cursos extras

Se sua escola não está buscando o estudo formal de uma pós-graduação, é possível optar por cursos mais curtos e focados em diferentes áreas. 

Há as opções básicas, que atualizam o professor nos conteúdos de sua disciplina, e outras que exploram técnicas pedagógicas, uso das tecnologias, capacidade de liderança etc.

Uma vantagem dessa capacitação de professores é poder escolher precisamente que tipo de formação sua equipe precisa no momento.

Oficinas

Também conhecidas como workshops, as oficinas educacionais são “mini cursos” em que os professores passam por atividades práticas para desenvolver seus conhecimentos e habilidades em sala de aula.

Eventos, palestras e seminários

Uma excelente opção para potencializar a formação docente de forma rápida é a participação em palestras e seminários. Por meio desses eventos, seus professores podem aprender com especialistas de diferentes áreas e levar grandes novidades para a sala de aula.

Leia mais: Por que participar de eventos escolares?

Leituras e estudos individuais

A formação continuada de professores também envolve as pesquisas que o educador faz por conta própria e os estudos compartilhados pela equipe de sua escola. Por isso, estimule essas ações.

Atualmente, com a internet, esse processo ficou muito mais fácil. Páginas como o blog da Linx e o blog da Sponte, por exemplo, falam muito sobre gestão educacional e técnicas escolares que podem ajudar seus educadores. 

Por isso, vale a pena explorar as possibilidades da internet e pesquisar assuntos sobre metodologias, didática e conhecimentos específicos de sua disciplina.

Ficou com
alguma dúvida?

Podemos te ajudar com os desafios do seu negócio e encontrar a solução ideal

Entre em contato

fale com a gente!