Compartilhe

Compartilhar no Facebook Compartilhar no Linkedin Compartilhar no Twitter Compartilhar no Whatsapp

Ecommerce: catálogo estruturado ajuda a vender mais na Black Friday

Ecommerce: catálogo estruturado ajuda a vender mais na Black Friday

Atenção nos bastidores: ter um catálogo de produtos bem estruturado é um fator importante para o resultado de suas vendas na Black Friday

 

O varejo é um negócio de detalhes. No varejo online, muitos desses detalhes se escondem em planilhas, documentos XML ou outros formatos que trazem informações essenciais para o ecommerce. Quando relegados a segundo plano, porém, esses detalhes podem fazer toda a diferença entre o cliente comprar ou abandonar o carrinho.

Ainda mais na Black Friday, em que cada segundo conta. O cadastro de produtos é um dos aspectos mais estratégicos do ecommerce, mas é um tema sem glamour. O cuidado com a formatação de imagens, textos e vídeos, ou com descrições bem feitas e categorizações adequadas, nem sempre é levado com a seriedade necessária.

Entretanto, a falta de organização das informações, ou a ausência de dados importantes (como fotos de qualidade ou textos que expliquem corretamente o produto e seu uso), desempenha um papel importante na desistência da compra. O cliente que não se sentir seguro se aquele é o produto correto sempre poderá buscar um concorrente. No mundo, em 2019 a taxa média de abandono de carrinho no varejo online foi de 77,13%, segundo um estudo da Barilliance. Em dispositivos móveis, o índice passa dos 80%.

Esses dados também mostram, porém, que apresentar os dados mais importantes e, com isso, deixar o cliente sem dúvidas continua sendo um diferencial. Um bom cadastro é essencial para aumentar a confiança do consumidor e estimular o fechamento da compra. Por isso, evitar problemas no cadastro provoca um efeito positivo que é sentido ao longo de toda a jornada do consumidor:

 

1) Melhores resultados de busca

Cadastros bem feitos melhoram o SEO do site e fazem com que seu ecommerce apareça com mais destaque nos resultados das buscas. No ecommerce, o conteúdo das páginas de produto é a principal referência de confiabilidade do site.

 

2) Mais credibilidade

Uma vez que o consumidor sabe o que deseja, ele passa a comparar opções em seu ecommerce, ou entre sites concorrentes. Ter bons textos, imagens e vídeos explica melhor o que é o produto, para que ele serve e como pode ser utilizado. Muitas vezes, esse é um fator decisivo na credibilidade do seu ecommerce.

 

3) Mais agilidade

Varejistas com um cadastro de produtos bem estruturado gastam menos tempo para inserir novos itens na loja virtual. Isso pode fazer toda a diferença na decisão de compra do cliente.

 

4) Recorrência

Uma vez que seu ecommerce seja visto como uma fonte confiável de informação, aumenta a possibilidade de que o cliente retorne para comprar mais vezes. Por isso, a qualidade do cadastro contribui para diminuir o Custo de Aquisição de Clientes e gera novas oportunidades de fidelização do público.

 

5) Melhor entendimento do comportamento do cliente

Com um cadastro bem executado, o varejista tem informações mais precisas sobre o interesse do consumidor sobre cada item. Afinal, diminui a possibilidade de que o cliente não veja o produto (por má indexação) ou não confie nele.

 

6) Aceleração da presença em marketplaces

Os marketplaces têm uma importância crescente no desempenho das vendas do ecommerce. Na Black Friday de 2019, por exemplo, quase metade das vendas vieram dessas grandes plataformas. Por isso, estar presente nos principais marketplaces é importante para ganhar mais visibilidade e vender mais. Ter um cadastro de produtos bem desenvolvido acelera o upload de seus produtos nos marketplaces e aumenta a possibilidade de sucesso na conquista de mais clientes.

 

Como ter um bom catálogo de produtos para a Black Friday

Desenvolver um catálogo de produtos que seja eficiente e permita que sua operação online avance sem solavancos é essencial para garantir uma boa Black Friday. Por isso, você deveria revisar seu site e ficar atento aos seguintes itens:

 

1) Descrições de produto

As descrições dos produtos são claras para o seu público-alvo? Ou elas são muito técnicas ou cheias de termos pouco significativos para o consumidor final? Lembre-se que, se houver uma dúvida, o cliente não vai pedir ajuda para o chat do site: ele vai preferir buscar o mesmo item em outro ecommerce.

 

2) Informações completas

Ao mesmo tempo em que as descrições devem ser claras, elas também precisam ser completas. É preciso oferecer toda informação que seja relevante para o fechamento da compra, incluindo características técnicas dos produtos, usos e aplicações, detalhes do prazo de entrega e quaisquer informações adicionais que sejam importantes.

 

3) Uso de vídeos explicativos

Cada categoria de produtos tem suas especificidades. Em vários segmentos, um vídeo que explique como o produto funciona ou deve ser instalado pode ser um diferencial importante na decisão de compra. Sempre que fizer sentido, use esse recurso.

 

4) Imagens

O mesmo vale para as imagens. Uma coisa é uma foto de uma camiseta dobrada, outra é o mesmo produto vestindo um manequim. Ajude o cliente a decidir se o produto é o ideal para ele.

 

5) Atenção às especificações técnicas do conteúdo

Imagens e vídeos são ótimos, mas podem trazer lentidão para o carregamento das páginas. Por isso, certifique-se de que cada produto tenha somente o conteúdo necessário (sem excessos) e que as imagens e vídeos respeitam os padrões definidos pela plataforma.

 

6) Esteja atento à categorização

É comum navegar por um ecommerce a partir das categorias de produto (Informática, Eletroeletrônicos, Cozinha, Sala, Camisetas etc). Se um produto estiver em uma categoria errada, ou sem categoria, será muito mais difícil para o consumidor encontrar o item. E, com isso, as vendas sofrerão.

 

7) Elimine duplicidades

Verifique se existem páginas de produto duplicadas, pois elas interferem no SEO, nos relatórios gerenciais e geram confusão para o cliente. Lembre-se: qualquer ponto que possa contribuir para uma melhor experiência de compra deve ser otimizado para a Black Friday.

 

8) Padronize e crie processos

A criação de processos bem definidos para o cadastramento de produtos em sua plataforma e no upload do catálogo em marketplaces diminui a possibilidade de erros, melhora a qualidade da informação que fica disponível para o consumidor e evita retrabalhos. Se até agora seu processo de cadastro de produtos não seguia padrões, é hora de começar. Daqui para a frente, será muito mais fácil evitar problemas, obter mais inteligência para os negócios e aumentar as vendas.

 

Quanto maior o catálogo de produtos de uma loja, maior a importância de cuidar do cadastro. Em um ambiente online muito competitivo e diante de consumidores extremamente exigentes, a qualidade das informações que você apresenta para o consumidor pode fazer toda a diferença.

 

Nesta Black Friday, varejistas com uma estrutura sólida estarão em vantagem, pois conseguirão atender às mais diferentes jornadas de compra dos clientes. Conte com a Linx Digital para ajudar você a acelerar a digitalização do seu negócio!

Quer saber como a Linx pode ajudar o seu negócio? Clique aqui.

Ir para

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a experiência de navegação e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao continuar navegando, você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Vendas