Dia das Crianças: saiba como recuperar as vendas nessa data
Varejo

Dia das Crianças: saiba como recuperar as vendas nessa data

Conhecer bem o cliente, eliminar gargalos da operação, acertar no estoque e aproveitar as oportunidades omnichannel farão toda a diferença neste Dia das Crianças.

O avanço da vacinação e a redução dos casos da Covid-19 em todo o país abrem uma expectativa positiva para o varejo brasileiro no quarto trimestre do ano. Primeira data comemorativa deste período, o Dia das Crianças poderá marcar de vez a retomada das vendas do varejo. Para que isso aconteça, porém, cada lojista deve fazer a sua parte.

No ano passado, o Dia das Crianças aconteceu em meio a fortes restrições à circulação de pessoas. Com a maior parte do varejo ainda fechada ou em operação apenas parcial, o ambiente pouco festivo se refletiu em um desempenho morno: segundo dados da Serasa Experian, as vendas na semana do feriado de Dia das Crianças caíram 8,8% sobre 2019. Ainda assim, um resultado melhor que o do Dia dos Pais do ano passado as vendas haviam caído 10,6%.

Em 2021, já sem as amarras trazidas pela pandemia, as vendas do varejo saltaram 13% no Dia dos Pais, de acordo com dados da Linx. O varejo de moda impulsionou a alta, avançando 35%, enquanto food service teve uma expansão de 25%. Com as expectativas mais positivas para o próximo mês, o crescimento do varejo no Dia das Crianças poderá superar os números do Dia dos Pais, aquecendo de vez as vendas para Black Friday e Natal.

dia das crianças retomada varejo pós pandemia

Prepare-se para vender mais no Dia das Crianças

Para vender mais é preciso estar atento a vários pontos. Confira:

1) O cliente não é o shopper

O Dia das Crianças tem uma característica interessante: normalmente, quem faz a compra do produto não é quem irá usar o produto. É algo que costuma acontecer em datas como o Dia das Mães e Dia dos Pais, mas, em outubro, a diferença entre o shopper e o consumidor final é ainda maior.

Por isso, é preciso ter uma estratégia dupla:

  • De um lado, garantir que a loja esteja equipada com os produtos mais em alta entre as crianças. Nesse sentido, acompanhar as redes sociais e recursos como o Google Trends se torna muito importante no planejamento de compras.
  • Ao mesmo tempo, a comunicação com o shopper (o adulto que efetivará a compra) precisa trazer atributos como conveniência, praticidade e solução. Especialmente em produtos mais demandados, é preciso ajudar o shopper a fazer o one-stop shop, concentrando o máximo da compra em sua loja e impulsionando o ticket médio.

2) Não existe uma “criança padrão”

No fundo, o Dia das Crianças é tão amplo quanto o Dia das Mães. Um presente para um menino de três anos é completamente diferente do que será dado para uma menina de 14 anos. São universos totalmente diferentes. Por isso, é preciso personalizar a comunicação para entregar a mensagem correta a cada público.

O uso de ferramentas de retargeting e a adoção de estratégias de fidelidade são caminhos importantes para entender o comportamento de cada cliente e oferecer melhores soluções em cada ocasião de compra. É hora de aproveitar que a jornada de compras está cada vez mais digitalizada para usar esse conhecimento a seu favor. Para que se tenha uma ideia do tipo de resultado que pode ser obtido ao conhecer melhor os clientes, na Black Friday 2020, os clientes Linx fizeram cerca de 51 milhões de ações de retargeting e aumentaram as vendas por e-mail em 6,9%.

E-book grátis tudo o que você precisa saber para o seu negócio seja omnichannel

3) Faça um ajuste fino em seus processos de negócio

O Dia das Crianças é um período em que os adultos buscam resolver rapidamente a necessidade de comprar presentes. Por isso, o varejista que tiver processos de negócios bem estruturados pode obter uma imensa vantagem competitiva. Esteja atento a aspectos como:

  • Redução de filas: adote meios de pagamento mais rápidos, como carteiras digitais e sistemas contactless. Outra boa oportunidade é o uso de soluções de PDV Móvel, fazendo com que o vendedor conclua todo o processo de venda e elimine a sensação de perda de tempo.
  • Recomendações personalizadas: varejistas que conhecem seus clientes podem entregar melhores recomendações, que aceleram o processo de compra no PDV. Por meio de terminais móveis ou a partir de e-mails promocionais, o cliente pode ser orientado a determinados produtos que satisfaçam sua necessidade e deixem um resultado relevante para o varejista.
  • Capacidade de processamento de dados: seja na gestão ou na comunicação das lojas com sistemas fiscais ou de pagamento, é possível aproveitar as últimas semanas antes do Dia das Crianças para fazer ajustes na infraestrutura. Avalie a necessidade de reforçar a disponibilidade de processamento de dados ou a capacidade de conectividade do PDV. Sistemas baseados na nuvem oferecem grande flexibilidade no ajuste da carga, evitando gargalos e entregando sempre a melhor experiência para o cliente.

4) Acerte no planejamento do estoque

Um bom planejamento do estoque é essencial para aproveitar oportunidades de venda. A última coisa que você deseja é não ter o produto que o cliente deseja, e nem mesmo uma opção que seja satisfatória. Por isso, analise quais foram as categorias mais buscadas no Google, em seu site e na sua loja física nos dois últimos anos. Busque por tendências e prepare seu estoque:

  • Priorize itens que deverão ter boa saída, personagens que estão em alta junto a cada público e itens coringa, que costumam vender bem em qualquer situação;
  • Analise seu estoque atual e a necessidade que você deverá ter em cada item. Assim, será possível identificar itens em excesso (que podem ser promovidos para aumentar seu giro) e outros em falta (que precisarão ser repostos);
  • Negocie preços, prazos e condições de entrega com seus fornecedores, avaliando até mesmo a possibilidade de compras de última hora.

5) Aproveite as oportunidades omnichannel

A integração entre e-commerce e loja física pode fazer toda a diferença no Dia das Crianças. Isso porque as alternativas omnichannel dão mais flexibilidade ao varejo em várias situações:

  • Produtos disponíveis em outras lojas ou no Centro de Distribuição podem ser enviados diretamente para o cliente ou retirados posteriormente na loja física;
  • Pedidos online podem ser retirados na loja, permitindo que o cliente confira pessoalmente se esse é o produto correto e faça alterações em sua cesta de compras;
  • A possibilidade de “clique e retire” oferece comodidade para o cliente que não deseja escolher na loja física ou encarar uma fila para o pagamento. Essa é uma opção ainda mais interessante na última semana da temporada de Dia das Crianças, quando os prazos do e-commerce se tornam mais enxutos;
  • O envio de produtos para os clientes, usando o estoque das lojas físicas, é uma oportunidade de fazer entregas de última hora e impulsionar o giro dos produtos da loja.

O Dia das Crianças é um momento importante na temporada promocional. Neste ano, acertar nos produtos, nas promoções e na comunicação se torna ainda mais essencial. Ajuste sua operação para vender ainda mais!

Conheça as soluções da Linx e tenha mais facilidade para preparar a sua loja para o Dia das Crianças. Fale com a gente e aumente suas vendas!

Ficou com
alguma dúvida?

Podemos te ajudar com os desafios do seu negócio e encontrar a solução ideal

Entre em contato

Nosso website faz uso de cookies. Para mais informações, acesse nossa Política de Cookies.

Vendas pelo Whatsapp

Suporte
ao cliente