Descubra como aproveitar os marketplaces para vender na Copa!

Descubra como aproveitar os marketplaces para vender na Copa!

No primeiro semestre de 2022, o e-commerce atingiu a marca de R$ 118,6 bilhões em vendas no país e cerca de 49,8 milhões de compradores on-line no Brasil.

O varejista  que ainda não entrou no universo digital está ficando para trás. Durante a pandemia, o setor passou por vários avanços tecnológicos e as vendas online caíram no gosto do consumidor, que busca cada vez mais por uma melhor experiência de compra e mais comodidade.

Os resultados da transformação digital no comércio já são vistos e os números só aumentam. No primeiro semestre de 2022, o e-commerce atingiu a marca de R$ 118,6 bilhões em vendas no país. O número representa uma alta de 6% em comparação ao mesmo período em 2021, quando o volume somou R$ 111,8 bilhões, segundo os dados do relatório Webshoppers 46, elaborado pela NielsenIQ|Ebit e a Bexs Pay.

Ainda de acordo com a pesquisa, nos seis primeiros meses do ano foram contabilizados 49,8 milhões de compradores on-line no Brasil, um avanço de 18% em relação ao mesmo período do ano anterior, quando havia 42 milhões de consumidores virtuais. 

 Outro dado que chama a atenção diz respeito às compras de supermercados, que foram as que mais cresceram no mundo virtual – um salto de 128% nos pedidos de Alimentos e Bebidas entre o primeiro semestre de 2022. Em segundo lugar ficou a categoria de Perfumaria e Cosméticos (24%), seguida pelo grupo Bebês e Cia. (17%) e Saúde (15%).

Esses dados reforçam a importância do comércio eletrônico e mostram que  o varejista, nos dias de hoje, precisa ter presença digital. Afinal, quando uma empresa se posiciona e se comunica em diferentes meios digitais, ela está se posicionando no ambiente online e construindo sua presença digital. 

O estudo TIC Domicílios 2020 mostrou que o Brasil tem 152 milhões de usuários da Internet, sendo que esse número representa 81% da população com 10 anos ou mais. Com o engajamento da sociedade nos canais digitais, as empresas entenderam que precisavam ocupar o ambiente online. Assim, 58% dos negócios brasileiros passaram a investir na presença digital durante a pandemia, segundo uma pesquisa da HostGator.

Não há dúvidas de que estar presente no mundo online é imprescindível para construir uma marca forte. Aproveitar datas comerciais, como a Copa do Mundo, para vender nos e-commerces e marketplaces  é uma  oportunidade que ajuda o varejista a aumentar as vendas. 

marketplaces vender mais copa

Quer saber como? Confira nossas dicas. 

4 dicas de como aproveitar a Copa para vender nos marketplaces

Com a chegada da Copa do Mundo de 2022, as empresas investem em campanha e promoções especiais para aproveitar a energia e empolgação do consumidor, seja no ambiente físico como  no online E os marketplaces não ficam de fora e passam a fazer parte da estratégia de vendas de muitos varejistas.Pensando nisso, separamos três dicas de como aproveitar esse momento para vender mais. 

1. Reputação no marketplace

Os marketplaces levam muito em consideração a reputação dos vendedores na hora de mostrar os produtos para os clientes. Quando você se torna um seller, ou seja, um vendedor dentro de um marketplace, você passa a receber o fluxo de e-mails de contato entre o marketplace e os sellers, e, consequentemente, os e-mails indicando as campanhas. Se você não oferece uma reputação, a chance da sua lojinha não ser vista é muito grande. Fique atento aos requisitos para se tornar destaque em cada marketplace. 

2. Categoria da promoção

Uma outra forma de conseguir divulgar seus produtos é alinhar os preços e descontos com as promoções realizadas pelo marketplace. Normalmente, esses ambientes de vendas costumam fazer descontos em categorias pré-definidas, por isso, veja quais lhe interessam, acesse as categorias e veja se possui produtos  alinhados com a campanha.  Se você une o produto certo com o ajuste de preço e desconto ideal, já é um caminho para entrar na visão das marketplaces e aparecer para os consumidores. 

3. Produtos em ritmo de Copa

Use imagens e anúncios que ofereçam brindes com objetos que estejam ligados à Copa, essa pode ser uma boa isca para conseguir mais vendas. É preciso trazer as cores e as tendências do momento  para chamar atenção para seus produtos. Fique atento a isso e teste alguns produtos pra ver como serão aceitos pelos clientes. 

4. Plataformas de marketplace

Com a correria do dia a dia, o processo de entrar em contato e negociar com os marketplaces de forma individual acaba demandando muito tempo e trabalho. Hoje em dia existem soluções que integram diferentes plataformas de vendas e permitem que você gerencie suas campanhas em um só lugar. Afinal, para que reinventar a roda se você pode ter mais agilidade e praticidade na sua estratégia de vendas?

Nodis e Plugg.to: sua loja virtual nos marketplaces

A Nodis é uma plataforma que permite que qualquer loja física venda pela internet por meio de marketplaces, redes sociais e seu próprio e-commerce. Com a Nodis você não precisa de muita experiência em vendas online:a operação de divulgação já vem pronta e o período de onboarding é feito em 24h. Além disso, não tem taxa de adesão e nem mensalidade obrigatória. Já a Plugg.to é um dos principais hubs de marketplace do país, que possibilita interações rápidas e inteligentes entre os varejistas e as diversas plataformas de Marketplaces.

Na Linx, você encontra as soluções ideais para o seu negócio: seja por meio da Nodis ou da Plugg.to , conseguimos  colocar seus produtos no universo do marketplace e dar mais visibilidade a eles. Quer saber como?

Entre em contato conosco e peça uma demonstração das soluções!

Ficou com
alguma dúvida?

Podemos te ajudar com os desafios do seu negócio e encontrar a solução ideal

Entre em contato

fale com a gente!