Delivery de combustíveis: como aproveitar essa oportunidade
Postos de combustíveis

Delivery de combustíveis: como aproveitar essa oportunidade

A liberação do delivery de combustíveis pela ANP pode impulsionar as vendas dos postos. Saiba como se posicionar para aproveitar.

No início de novembro, a Agência Nacional do Petróleo (ANP) publicou a resolução 858, que altera as regras de distribuição de combustíveis em todo o país. A maior novidade é a possibilidade de comercializar gasolina por meio de delivery.

Embora essa e outras medidas anunciadas pelo governo – como a liberação de venda de combustíveis de várias distribuidoras – tenham como foco o aumento da competitividade e a redução do preço dos combustíveis para o consumidor final, os postos podem encarar essa novidade como uma grande oportunidade de alcançar novos consumidores e apresentar inovação para seus clientes.

Mas, afinal, o que muda para os postos de combustíveis com a possibilidade de fazer delivery de gasolina? Em primeiro lugar, é importante lembrar que o delivery já era possível para o diesel, na modalidade TRR (Transportador-Revendedor-Retalhista), para abastecimento de tanques de geradores e fornecimento de combustível para indústrias e empresas. Além disso, somente postos que tiverem uma autorização específica da ANP poderão fazer delivery de gasolina tipo C.

Além disso, para poder distribuir via delivery, o posto precisa estar adimplente com o Programa de Monitoramento da Qualidade da ANP e essa forma de entrega só poderá ser realizada dentro do município onde o posto está localizado. A resolução também impede que empresas sem postos físicos realizem entregas.

delivery de combustíveis

Com tudo isso, fica a pergunta: como aproveitar a nova resolução para impulsionar as vendas de combustíveis em um momento em que se discute muito a alta dos preços?

Delivery de combustíveis alinhamento às tendências

No início de 2021, das 10 tendências em postos para ficar de olho este ano, chamava a atenção o fato de que o conceito de conveniência estava saindo do posto e ganhando as ruas. O contexto era que as lojas de conveniência deixavam de ser exclusividade dos postos para oferecer o produto certo, no momento exato do consumo, para os clientes em qualquer lugar.

Com a digitalização acelerada da vida cotidiana durante a pandemia, os consumidores inverteram um ciclo de consumo que durava séculos: o cliente não precisa ir à loja – a loja é que precisa ir até onde o cliente está. É claro que, se o consumidor quiser, ele pode ir à loja ou ao posto, mas isso deixou de ser obrigatório.

O fato é que a realidade de vários segmentos do varejo, dos eletrônicos e materiais de construção aos supermercados, agora chegou à venda de combustíveis: aquele varejo míope, que espera o cliente, tem cada vez menos espaço.

Uma nova fonte de receitas

Os postos podem encarar o delivery de duas maneiras: como uma ameaça aos negócios ou como oportunidade. A segunda opção é muito mais interessante, já que é uma forma de aumentar o faturamento e alcançar novos consumidores.

Com o delivery, o consumidor não precisa levar o carro até o posto – é o posto que se desloca até onde o cliente precisa. Isso faz com que, assim como aconteceu no delivery de restaurantes, os estabelecimentos ampliem seu alcance. Com a nova resolução, o “universo” do posto não é mais o bairro ou o fluxo de automóveis na avenida: passa a ser possível atender em todo o município.

O delivery de combustíveis também pode funcionar como uma maneira de estimular a venda de outras categorias, fazendo com que a loja de conveniência também vá além dos limites do posto físico. Uma oportunidade extra de gerar mais faturamento.

Mais dados para conhecer o cliente

O delivery é uma nova fonte de receitas, mas, de forma ainda mais estratégica, representa um canal importante para estar mais em contato com o cliente – e, com isso, obter mais dados que possam ajudar a entender o consumidor e desenvolver melhores ofertas e promoções.

Com o aumento das interações com os clientes, postos que estejam equipados com soluções tecnológicas modernas podem entender melhor quando e como enviar ações promocionais, campanhas e estimular o consumo. A inteligência de negócios adicional cria mais oportunidades, elevando o valor do cliente ao longo do tempo (LTV) e reduzindo seu Custo de Aquisição (CAC) – justamente as duas métricas mais importantes para negócios que se digitalizam e entregam mais resultados.

Reforço à fidelidade

Com o delivery, os postos de combustíveis não precisam esperar o cliente ter tempo para ir até a bomba. E o tempo é o bem mais valioso dos consumidores: quem economiza seu tempo se coloca alguns passos à frente da concorrência. Estamos na Era da Disponibilidade – e nela, é possível estar acessível ao cliente 24 horas por dia, onde o cliente quiser.

A legislação – pelo menos por enquanto – restringe o delivery ao seu próprio município. Não é um acesso irrestrito, mas, convenhamos, seria inviável entregar muito longe de qualquer maneira – o consumidor teria opções mais baratas e rápidas à disposição. Mas dentro de uma área bem maior do que a que hoje um posto alcança, será sim possível impactar os consumidores com mais frequência e reforçar sua fidelidade.

Infográfico Conheça as etapas da gestão em postos de combustíveis

Como ingressar no mundo do delivery?

Uma coisa é certa: o posto de combustíveis que não se digitalizar não terá nenhuma chance de passar a entregar pelo delivery. Assim como aconteceu com os restaurantes, haverá uma corrida para criar seu aplicativo – ou para fazer parte de algum marketplace de entrega de combustíveis.

Para os postos de bandeira, esse já é um caminho que vem sendo mapeado pelos franqueadores. E os postos de bandeira branca terão que se adaptar rapidamente a esse novo cenário, se quiserem continuar a prosperar.

O caminho é a modernização tecnológica. E essa jornada começa com um sistema de gestão que atenda às necessidades dos postos de combustíveis, rode na nuvem para reduzir custos e melhore a gestão do negócio. Com uma operação completa na palma da mão, gestores de postos bandeira branca, embandeirados e redes conseguem fazer a gestão financeira e de estoques com facilidade, com inteligência de dados para fidelizar o consumidor.

A Linx possui soluções para todo tipo de operação de combustíveis, com agilidade, praticidade e segurança. Fale com a gente e inicie a jornada de digitalização do seu negócio!

Ficou com
alguma dúvida?

Podemos te ajudar com os desafios do seu negócio e encontrar a solução ideal

Entre em contato

Nosso website faz uso de cookies. Para mais informações, acesse nossa Política de Cookies.

Vendas pelo Whatsapp

Suporte
ao cliente