6 custos ocultos em uma operação de calçados
Calçados

6 custos ocultos em uma operação de calçados

Por Marilu Dalla Nora, Analista de Marketing da Seta Digital na Linx.

Atingir o máximo desempenho do negócio é o que todo varejista espera, mas nem sempre todos os custos e desperdícios são fáceis de serem identificados, o que pode impactar diretamente no atingimento das metas.

Por isso, listamos aqui os principais custos que podem estar ocultos em sua loja de calçados e precisam ser descobertos o quanto antes para redesenhar a sua gestão financeira.

1) Custos de pós vendas

Quando falamos sobre o custo de aquisição de clientes é comum observarmos apenas o investimento de marketing e comissionamento de vendas. Mas,  é preciso considerar o LTV (Lifetime Value) que consiste em identificar uma previsão do lucro líquido atribuído a todo o relacionamento futuro com um cliente. Ou seja, por quanto tempo aquele cliente permanecerá consumindo ou não, e ainda identificar quais as possíveis razões  para ele não retornar mais para a compra.

Um custo oculto que pode gerar desistência de compra, devolução ou insatisfação do cliente é a qualidade da marca ou produto vendido. Nesse caso, do calçado. Um indicador eficiente para saber se esse custo está rondando a operação da sua loja é o defeitos por marca.

Os defeitos são considerados um grande custo oculto.  Em muitos casos, visando a satisfação do cliente, a loja abre mão da troca com o fornecedor e acaba efetuando a troca do produto por conta própria. Caso o lojista não esteja atento a essas ocorrências, as perdas podem impactar diretamente no bolso da empresa tanto por conta dos produtos parados, quanto por insistir na compra de produtos com qualidade duvidosa.

2) Processos manuais

Os processos manuais são as bases de qualquer operação. No entanto, apenas confiar em anotações, blocos ou até mesmo na vasta experiência de um vendedor, por exemplo, pode gerar custos difíceis de serem mensurados.

É preciso proporcionar ao time, tecnologias e ferramentas que automatizem processos desde os mais comuns da loja como: análise de crédito de clientes, consulta de estoques, devolução de vendas, trocas, produtos desejados, produtos faltantes, envio de mensagens a clientes, entre outros. Até os mais específicos como a conferência de entrada de mercadorias, conciliação de cartões entre outros, que vão além da rotina de frente de loja.

Os processos manuais sempre poderão gerar custos ocultos, pois como não estão documentados impossibilitam indicadores para a gestão acompanhar ou mitigar os danos. Preze por tecnologias simples de usar, rápidas e que geram dados confiáveis para que não seja necessário esmiuçar as entrelinhas dos custos para identificar as causas.

3) Estoque desorganizado

A desorganização, a falta de processos e a ausência de tecnologias que auxiliem os times das lojas de calçados são os principais inimigos da lucratividade. Isso porque o estoque desorganizado deixa margem para deficiências no atendimento ao cliente, avarias em produtos, dificulta os inventários e reduz a confiabilidade das informações. Além disso, outros fatores mais expressivos financeiramente são os resultados a longo prazo como o alto volume de mercadorias paradas – muitas vezes, os produtos de coleções anteriores são esquecidos e não são salvos nem mesmo pelas promoções – e o alto investimento em espaço para estocagem. Uma boa organização, planejada para as necessidades do seu negócio, pode salvar a necessidade de aluguel com novos espaços de armazenamento.

Banner CTA_E-book_Gestao-estoque-calcados

4) Por trás dos custos fixos

Analisar os custos fixos do negócio que são as despesas como energia elétrica, telefonia, aluguel e outros fazem parte da rotina de gestores. A partir de análises e comparativos é possível identificar pequenos custos ocultos, geralmente causados por desperdícios e que podem ser facilmente corrigidos com ações pontuais.

Para saber se esses custos estão acima do limite, uma boa dica compartilhada pelo Linx podcast é realizar um benchmark com outras lojas da rede, ou se necessário, com colegas lojistas para compartilhar informações e saber se os valores estão dentro da normalidade.

5) Custos com improdutividade

A produtividade é algo intangível. Porém, é possível acompanhar alguns indicadores de performance na loja como: o vendas por hora a fim de identificar momentos de maior e menor fluxo nas lojas e reorganizar as equipes, realizar pesquisas individuais, alcance de metas individuais ou do time, entre outros de acordo com o setor e nível hierárquico.

A improdutividade do time pode ser ocasionada também por outros fatores, como processos ineficientes, falta de tecnologias adequadas ou desalinhamento estratégico do negócio. O importante é identificar as causas e traçar melhorias para que o time se torne mais produtivo e rentável.

6) Custos na venda online

É preciso considerar que a estrutura dos custos, as pessoas e as tecnologias envolvidas em uma operação de vendas online são distintas da operação em lojas físicas. Apesar de os custos habituais como aluguel, por exemplo, não serem mais contabilizados outros investimentos precisarão ser feitos no próprio site, desde a escolha da plataforma até os investimentos em marketing digital.

Nesse sentido, há um ponto de atenção e de cuidado ao cortar custos fixos nesse modelo sem avaliar os impactos, pois os investimentos corretos são fatores chave do sucesso do e-commerce.

Mesmo que a venda online seja feita de forma individual, como em vendas pelo WhatsApp, estar atento aos custos ocultos é necessário. Um exemplo que também se aplica a esse modelo de vendas é as despesas de entrega. Se essas despesas são pagas pelo consumidor, a marca continuará sendo competitiva? Se essas despesas são pagas pela loja, é possível repensar as formas de entrega para reduzir os custos?

Combater os custos é importante para a gestão do negócio

No varejo, vale a pena fazer uma distinção entre o que são investimentos e o que são desperdícios no negócio. Em determinados casos, o investimento certo poderá reduzir custos a longo prazo e otimizar os resultados. Vale o acompanhamento contínuo do negócio.

Quer gerenciar melhor o a sua loja com a ajuda da tecnologia? Conheça  as soluções da Linx especialistas em lojas de calçados e fomente o crescimento do seu negócio.

Ficou com
alguma dúvida?

Podemos te ajudar com os desafios do seu negócio e encontrar a solução ideal

Entre em contato

Nosso website faz uso de cookies. Para mais informações, acesse nossa Política de Cookies.

Receba nossas novidades