Conheça as novas tendências para digitalização do varejo
Transformação Digital

Conheça as novas tendências para digitalização do varejo

As vendas do varejo digital no segundo trimestre de 2022 apresentaram um crescimento de 4,3%. Estar atento às novidades do setor se torna cada vez mais imprescindível para os negócios que desejam crescer. 

As mudanças pelas quais o varejo passou nesses últimos dois anos de pandemia foram sentidas por todos os lojistas, independentemente do tamanho da empresa. Junto a essas transições, o perfil de consumidor também mudou. Ele agora se preocupa ainda mais com a experiência de compra, busca diferentes canais para se relacionar com a marca e valoriza o consumo consciente. 

Diante desse cenário de transformação, as empresas precisaram se adaptar e a digitalização do varejo se tornou inevitável. Nos últimos anos, os lojistas criaram seus próprios e-commerces, começaram a usar as redes sociais como ferramenta de venda, viram nos marketplaces uma oportunidade para criar a sua loja online e aumentar a receita. Assim, diferentes estratégias foram surgindo por parte do varejista para sobreviver ao cenário de uma sociedade que se torna cada dia mais digital. 

E, já é possível ver os resultados dessa transição do varejo físico para o online. De acordo com pesquisa da Neotrust, o e-commerce brasileiro registrou um faturamento recorde em 2021, que totalizou mais de R$ 161 bilhões – um crescimento de 26,9% comparado ao ano anterior. Outro dado importante é que os números de pedidos aumentaram em 16,9%, o que equivale a 353 milhões de entregas. 

Digitalização do Varejo

Neste retorno das lojas físicas, onde o “novo normal” passa a fazer parte da  vida dos consumidores, como está o crescimento do e-commerce em 2022?

A Neotrust divulgou recentemente que, no segundo trimestre deste ano, o comércio eletrônico brasileiro apresentou um crescimento de 4,3%. Esse valor, comparado ao mesmo período do ano passado, revela um total de R$ 89,6 milhões de vendas online. O e-commerce caiu no gosto das pessoas, e o crescimento só tende a acelerar. Muitas tecnologias estão  sendo desenvolvidas para otimizar cada vez mais o trabalho do vendedor e também a experiência de compra online do cliente. 

Mobile Commerce: uma tendência que veio para ficar

Outra mudança que a pandemia trouxe  foi o uso do celular para resolver tudo. Pagar conta, responder email, fazer compra de supermercado, pedido em restaurantes – tudo isso começou a ser feito na palma da mão, por meio de um smartphone. Os novos hábitos durante o isolamento fizeram as pessoas ficarem cada vez mais conectadas. 

De acordo com o relatório State of Mobile 2022, os brasileiros passaram pelo menos cinco horas por dia em frente à tela do celular em 2021. Isso representa um crescimento de 30% em relação a 2019. O estudo mostra também que foram gastas 3,8 trilhões de horas em dispositivos móveis no ano passado, o que equivale a um aumento  de 19% em relação ao ano anterior.

O uso de celulares e tablets também teve uma forte influência nas vendas de serviços e produtos. Segundo os dados do Relatório de Apps Mobile de Compras de 2022, da Liftoff, o mobile commerce gerou uma receita de R$ 95,5 milhões em 2021. Segundo a Nielsen, esse modelo de compra representou 53% das vendas do e-commerce brasileiro.

A pesquisa explica que os principais motivos desse aumento de vendas no modelo mobile estão relacionados ao fato de que o celular é visto como a principal ferramenta de compras entre os brasileiros. Inclusive para 69% dos consumidores a comodidade de comprar sem precisar sair de casa é um dos maiores benefícios do mobile commerce.

A digitalização do varejo 

Quando um varejista adota o meio digital como canal de vendas, os benefícios são incontáveis. Essa transformação ajuda a aumentar o faturamento do negócio, engajar o consumidor em canais digitais, aumentar o market share, trazer mais tráfego para a página do produto e ainda pode contribuir para a redução de custos. 

Para obter sucesso nas vendas de e-commerce é necessário planejar a jornada de consumo do cliente dentro da loja online, mapear todos os pontos de contato dele com a sua empresa. Com os avanços tecnológicos nos últimos anos, algumas tendências surgiram e são responsáveis pela consolidação das vendas no varejo digital. Veja: 

Crescimento do CTV Commerce

O CTV é um dispositivo embutido que se conecta à uma televisão para oferecer suporte ao streaming de conteúdo de vídeo. As integrações do CTV com o mundo mobile tem se tornado mais frequente. Muitos dos telespectadores se sentem motivados a usar o smartphone para procurar conteúdos relacionados a algum produto que assistiram em algum comercial ou programa de TV. Muitas empresas conectam a mensagem da marca, por exemplo, através de um QR Code na tela, que direciona os usuários para o funil de conversão no momento em que eles estão mais interessados. Essa praticidade em tempo real é uma das grandes vantagens dos CTVs. 

Alternativas de pagamentos digitais

Atualmente, as lojas físicas já estão abandonando o uso de cheques e investindo em novas formas de pagamentos. Além do cartão de crédito e débito, agora é possível pagar com PIX, carteira digital, links de pagamentos, WhatsApp, e também com o uso de smartwatches, por aproximação. O varejo físico precisa se adaptar às novas tecnologias de pagamento digital para agradar os diferentes tipos de clientes. De acordo com o Relatório Varejo 2022, realizado pela Adyen, 52% dos entrevistados declararam que já desistiram de uma compra por não poderem pagar como queriam. Isso mostra como é importante diversificar as formas de pagamento e estar antenado aos novos hábitos e necessidades do consumidor. 

Sustentabilidade como estratégia

A sustentabilidade no varejo é outra tendência que só cresce. De acordo com uma pesquisa realizada pela Yahoo Brasil, sobre as principais transformações e inovações do varejo em 2021:

  • 60% dos consumidores entrevistados estão dispostos a comprar online de empresas que têm produtos associados a causas ambientais e sociais;
  • 44% estão dispostos a pagar um preço mais alto por produtos associados a causas ambientais e sociais;
  • 53% querem ter a opção de comprar de vendedores com práticas de negócios sustentáveis.

A preocupação pela origem do produto também é um fator analisado por muitos clientes quando vão comprar algum item. Nota-se que as empresas que estão investindo em ações mais sustentáveis têm conquistado um público maior e, consequentemente, mais vendas. 

Eventos do varejo digital  

Para acompanhar as novas tendências da digitalização do varejo é importante frequentar eventos corporativos do segmento. Nesses espaços é possível fazer networking, conhecer novos produtos, se atualizar sobre informações sobre o setor e descobrir insights para aplicar nos negócios.

Ficou com
alguma dúvida?

Podemos te ajudar com os desafios do seu negócio e encontrar a solução ideal

Entre em contato

Vendas pelo Whatsapp

Suporte
ao cliente