EN

ENGLISH

Imagem Logo Linx

Blog

09/10/2017

Confira os destaques da 8ª edição do Fórum de Franquias

Propósito. Foi com este mote que a última edição do Fórum Internacional de Gestão de Redes de Franquias e Negócios se norteou. Realizado pelo Grupo Bittencourt em parceria com a Linx nos últimos dias 3 e 4 de outubro, o evento reuniu no Teatro do Complexo JK Iguatemi, em São Paulo, redes extraordinárias, empreendedores de sucesso e cases de empresas que têm passado por revoluções intensas com um único objetivo: ajudar o empresariado brasileiro a melhorar - em todos os aspectos possíveis.

Não somente a fim de auxiliar o empreendedor a vender mais, ser mais competitivo ou aumentar a produtividade, a oitava edição do fórum, considerado um dos maiores eventos do franchising brasileiro, também mostrou que o sucesso não se alcança sem propósito. Para quem esteve presente nestes dois dias de muita troca, ficou claro que há muito a aprender com as redes extraordinárias, compreendendo o porquê de se destacarem.

Empreendedores do peso de Altino Cristofoletti, presidente da ABF (Associação Brasileira de Franchising), Luiza Helena Trajano, fundadora da Magazine Luiza, Graciela Kumruian, COO da Netshoes, mostraram que não fazem uso da palavra “propósito” por demagogia - pelo contrário, acreditam que sem ela não teriam alcançado sucesso algum.

Além das palestras apresentadas ao público durante os dois dias de fórum, o evento também contou com a premiação “Top 25 do Franchising Brasileiro”, premiando redes de diferentes segmentos que atuam em todo o país. Entre os vencedores, estavam redes de grande porte como internacionalíssima McDonald’s, Bibi Calçados, O Boticário, entre outras. Quem não ficou de fora do prêmio foi a “Casa do Construtor”, fundada por Cristofoletti. Em seu agradecimento, destacou a importância da premiação para o setor.

“Este prêmio chama a atenção para a importância do propósito dentro do franchising. Cada rede tem a cara do seu dono, com valores trabalhados e enraizados. Tudo isso por meio de um sonho pessoal, que vai sendo aderido por mais e mais pessoas. Na medida que o tempo passa, aquele sonho pessoal se torna um sonho coletivo. Este propósito se torna um diferencial ao longo do tempo”, afirmou durante o evento.

Com uma rede que conta com mais de 260 unidades espalhadas pelo país, o empreendedor também destacou: um negócio de sucesso tem foco nas pessoas. “São elas que fazem toda a diferença na sua rede.” Além de Cristofoletti, Décio Pecim, CEO da CNA, empresa também premiada entre as top 25, aproveitou da mesma forma que seu colega para agradecer a honra e passar uma mensagem para os empreendedores presentes.

“A questão do propósito é muito importante porque a história da nossa empresa é diferente. Com mais de 40 anos de rede, passamos por um processo de sucessão não-familiar completo, em que manter o propósito e os valores dos fundadores sempre foi nosso principal objetivo. Dessa forma, foi possível aliar modernidade com tradição na empresa. “

São mais de 604 franquias na CNA, onde mais de 420 mil alunos fazem proveito dos cursos oferecidos pela rede. “É preciso trabalhar educação de uma maneira muito séria no Brasil. A educação muda a vida das pessoas e isso tudo tem a ver com o nosso propósito. “ Para conferir todos os vencedores do prêmio, veja aqui.


Dicas e mais dicas

Além da importante premiação realizada no primeiro dia de evento, onde 25 empresas tiveram a oportunidade de serem reconhecidas pelo Grupo Bittencourt, o evento também trouxe convidados dispostos a ajudar o empreendedor a colocar a mão na massa. Ao longo dos dois dias, não faltaram dicas e boas práticas para desenvolver ainda mais a gestão do seu negócio - seja ele uma grande rede de franquias ou não.

Jean Klaumann, vice-presidente de Operações da Linx, por exemplo, discutiu sobre a transformação digital e como ela afeta a relação entre marcas e consumidores. Apresentando um panorama geral sobre a multi-canalidade, ou “omnichannel”, estratégia que se baseia na busca de uma experiência de compra melhor, mais completa e com menos barreiras entre o meio online e o offline, o executivo apontou como a tangibilização desta prática pode trazer novidades positivas para o seu negócio.

“Pesquisas mostram que não existem mais ‘clusters’ digitais. Todos nós nos tornamos aptos a utilizar o auxílio do meio digital para melhorar sua compra no meio físico. Mais de 70% dos consumidores não saem de casa sem antes ter feito uma pesquisa prévia buscando referências de qualidade do produto que pretende comprar”, afirma Klaumann.

Por isso, o executivo da Linx defende que o uso dessas novas tecnologias deva ser bem realizado pelos empreendedores. “É sobre assertividade, dados e big data que se fala hoje em dia. Estabelecer um relacionamento assertivo e individualizado com o cliente. Eliminar o spam. Quem gera conveniência também gera fidelização. “

Graciela Kumruian, COO da Netshoes, também reforçou a questão do uso da multi-canalidade para expandir a sua operação. Para ilustrar sua palestra, levou o case da Shoestock, loja de calçados que chegou a fechar antes de ser adquirida e relançada pela Netshoes. Aliando diferentes modelos de vendas, inaugurou a primeira unidade física do grupo há menos de um ano. No ponto físico, é possível comprar online, retirar seu produto, experimentar, adquirir pelo site e receber em casa, etc. O objetivo é implantar a multi-canalidade na prática com o modelo. “Experiência omnichannel, integrando online e físico de maneira completa. Buscamos tecnologia para isso e já vemos o resultado positivo. “

Outro exemplo de empresa que viu a chegada das novas tecnologias e precisou se adaptar foi a Porto Seguro, representada por Bruno Garfinkel na edição do fórum de 2017. O executivo contou a história da gigante seguradora, com receita na ordem dos R$ 16 bilhões e mais de 15 mil funcionários, mostrando como este novo mundo digital está sendo importante para a Porto Seguro não ficar parada. Garfinkel cita um mantra familiar para exemplificar o conceito da empresa: “Faz logo, erra logo, conserta logo. “ Dentro disso, criaram a Oxigênio, uma aceleradora de startups da própria Porto Seguro responsável pelo incentivo ao empreendedorismo desenvolvedor de produtos e serviços. “A inovação não depende só de fechar ou não a conta, mas de pensar o mundo que estamos vivendo. “


Peça uma proposta sem compromisso

  • Abrir Chat Comercial
  • Envie uma mensagem

    Preencha o formulário e envie uma mensagem ou, para falar com a área comercial, ligue para

    Acessar formulário