Compartilhe

Compartilhar no Facebook Compartilhar no Linkedin Compartilhar no Twitter Compartilhar no Whatsapp

Como trabalhar o Natal após a Black Friday?

Como trabalhar o Natal após a Black Friday?

Em um ano de forte digitalização dos negócios, saiba o que fazer para ter os melhores resultados nas vendas de Natal

 

A temporada de vendas de fim de ano está a pleno vapor. A Black Friday foi bastante positiva para grandes varejistas, como

Agora, o varejo conta os dias para a chegada do Natal. Tradicionalmente a data de vendas mais forte do ano, desta vez ela chega com uma série de fatores que irão impactar o comportamento dos clientes:

 

Renovação das esperanças

O Natal é visto pelos consumidores como um período de celebração. Neste ano, particularmente, as restrições trazidas pela pandemia criam um desejo extra de celebrar a vida, ainda que os dados mostrem um crescimento no número de casos de Covid-19 nas últimas semanas. Varejistas que souberem comunicar bem a preocupação com a segurança dos clientes e criarem um ambiente de “celebração com cautela” estarão em vantagem.

 

Racionalização de compras

Ao mesmo tempo em que existe o desejo de comemorar, as restrições financeiras continuam existindo. O aumento do desemprego e o fim do auxílio emergencial (previsto para janeiro) estimulam os consumidores a serem mais racionais em suas compras, evitando gastar desnecessariamente. Ponto para quem entregar campanhas promocionais relevantes, com ofertas e condições especiais nos produtos corretos para cada cliente.

 

Conte com as soluções Linx Digital para aumentar sua performance online com experiências de compra relevantes e personalizadas.

 

Cada cliente em um momento diferente

A realidade de cada cliente é única. Sua percepção sobre a pandemia, por exemplo, varia conforme a existência de parentes, amigos ou colegas atingidos pela Covid-19. A população de renda mais alta sentiu menos os efeitos da crise do que a população mais carente. Mesmo em cada região os impactos são diferentes. Isso tem um impacto direto sobre o comportamento de seu cliente.

O uso dos dados dos clientes para entender seu momento e seu comportamento é essencial para gerar oportunidades de relacionamento e gerar relevância. Neste Natal, empresas que conheçam muito bem os interesses e motivações de seu público têm mais possibilidade de sucesso.

 

O protagonismo do digital

Tradicionalmente, no Brasil a Black Friday era uma data do varejo online, enquanto o Natal concentrava o grosso das vendas nas lojas físicas. Embora cerca de 15% das compras de Natal já tenham sido feitas durante a Black Friday, é somente a partir de agora que o consumidor irá concentrar sua atenção nos presentes que o Papai Noel irá trazer.

As limitações à circulação de pessoas e a forte digitalização do varejo durante a pandemia trarão um Natal um pouco diferente, com uma presença maior do ecommerce em relação aos anos anteriores. Isso irá trazer uma pressão extra sobre a logística das empresas, mas abre grandes oportunidades para varejistas omnichannel, que consigam realizar a “última milha” a partir das lojas físicas ou ofereçam a opção “clique e retire”.

 

Neste Natal, derrube as barreiras entre online e offline para aumentar a conversão no ecommerce e nas lojas físicas.

Ir para

Nosso website faz uso de cookies. Para mais informações, acesse nossa Política de Cookies.

Vendas