Compartilhe

Compartilhar no Facebook Compartilhar no Linkedin Compartilhar no Twitter Compartilhar no Whatsapp

Como superar o desafio do planejamento de estoques na Black Friday?

Como superar o desafio do planejamento de estoques na Black Friday?

Compre menos do que devia e você perde vendas. Compre mais, e o estoque pode encalhar. Saiba como omnichannel e inteligência analítica te ajudam a lucrar mais na data promocional

 

Em uma data promocional curta, com um volume intenso de vendas, existe pouca chance de repor o estoque de um produto que esgotou. É por isso que em momentos como a Black Friday e o Natal, o planejamento de estoques é vital para que o varejo tenha um bom desempenho de vendas. Se comprar menos que o ideal, você perderá oportunidades de faturar mais. Mas, se comprar acima do necessário, irá comprometer seu fluxo de caixa com itens que precisarão ser remarcados depois.

Tradicionalmente, uma das bases para o planejamento dos estoques na Black Friday é o comportamento dos consumidores no ano anterior. Este 2020, porém, é bastante atípico: a aceleração da digitalização do consumo por causa da pandemia criou novos hábitos, ao mesmo tempo em que o aumento do desemprego e a necessidade que 60% da população teve de recorrer ao auxílio emergencial do governo influenciaram um comportamento mais frugal dos brasileiros.

Com a expectativa de termos em 2020 a Black Friday mais digital da história, um bom planejamento de estoque se torna ainda mais importante. Como decifrar o comportamento dos clientes em meio à crise provocada pelo coronavírus e ter disponibilidade do produto certo quando o consumidor desejar?

 

Leia também: report completo da Linx Digital sobre a Black Friday 2019

 

A importância dos dados

Modelos de previsão de demanda são tão eficientes quanto a qualidade dos dados com que trabalham. O problema é que previsões incorretas geram um aumento significativo dos custos, por conta do excesso de estoque em alguns itens, falta em outros e desperdícios. O uso de algoritmos que analisem dados de diversas fontes e construam um modelo de previsão robusto ajuda as empresas a acertar mais, o que reduz demarcações futuras, aumenta as margens e, principalmente, faz com que o cliente perceba que sua loja tem sempre o produto que ele deseja.

De acordo com um estudo da Bain & Company, uma redução de 35% nos erros de previsão dos estoques leva a um aumento de 60% a produtividade do negócio e lucros 10% maiores. E, para reduzir os erros, é preciso contar com uma plataforma tecnológica que analise dados de todos os pontos de contato com o cliente e facilite a tomada de decisões complexas.

 

Conecte seus estoques

Saber utilizar os dados para fazer previsões de venda é apenas parte do desafio de atender bem o cliente e vender mais na Black Friday. Não adianta ter o produto em estoque se ele está longe do cliente, seja em um CD, ou em outra loja. Varejistas que têm visibilidade total de seus estoques, em tempo real, conseguem aproveitar melhor oportunidades de venda. A disponibilidade dos produtos aumenta, assim como a velocidade de entrega a partir das lojas. O resultado é uma experiência muito melhor para o cliente e o aumento da possibilidade de fidelização do consumidor.

Ser omnichannel não é mais uma opção. Na Black Friday de 2019, 15% das compras online feitas nos sites de clientes da Linx Digital foram retiradas em lojas físicas. O “clique e retire” já era uma realidade no varejo brasileiro antes mesmo da pandemia: o frete grátis e o prazo enxuto de entrega são benefícios bem vistos pelos consumidores. Varejistas que garantem o cumprimento das normas de distanciamento social e proteção contra o coronavírus podem se beneficiar do “clique e retire” mesmo em períodos de pico de vendas, como a Black Friday.

A integração dos estoques e sua visibilidade em qualquer ponto de contato com o cliente também aceleram uma outra modalidade omnichannel: o ship from store. São situações em que o pedido é feito online, mas a entrega sai de uma loja física, e não de um centro de distribuição. O resultado é o aumento de velocidade do delivery, que passa a ser feito em horas ou no máximo um dia útil, com redução do custo (afinal, o produto já está disponível em uma loja próxima do cliente).

Na Black Friday 2019, houve um aumento de 320% no volume de pedidos online atendidos a partir das lojas físicas. Durante a pandemia, grande parte do varejo percebeu que o ship from store era necessário para girar o estoque das lojas fechadas. Com isso, nesta Black Friday ainda mais varejistas estão capacitados a entregar rapidamente os pedidos.

 

Mude o foco do seu planejamento de estoques

Em uma cadeia de distribuição tradicional, o planejamento de estoques tentava calcular o volume de cada item em cada ponto de venda. A logística de abastecimento do CD para as lojas era o aspecto mais importante em datas de grande movimento, para evitar rupturas de estoque. No varejo omnichannel, é preciso mudar o foco.

Em vez de levar em conta a demanda em cada canal, o varejo agora precisa dar ao cliente a flexibilidade de escolher com que velocidade ele quer ser atendido. Isso faz com que seja possível atender pedidos mais urgentes a partir da loja física, enquanto outros podem sair do Centro de Distribuição diretamente para o cliente ou serem encaminhados do CD ou de outra loja para retirada na loja física. O ambiente ficou mais complexo, sem dúvida.

Para superar esse desafio, o varejo precisa ser capaz de identificar a demanda dos consumidores e estruturar sua logística para atendê-la a partir de qualquer ponto da cadeia de distribuição. Acrescente a isso os marketplaces e a possibilidade de uso do dropshipping para processar pedidos dos seus sellers e fica muito claro que somente com o uso de plataformas omnichannel e inteligência analítica na gestão e na previsão de demanda é possível entregar a velocidade e a flexibilidade necessárias.

 

Você sabia que 9 dos 10 maiores ecommerces brasileiros são clientes Linx Digital e 70% dos dados do varejo online brasileiro são processados por nós? Para ampliar seus resultados nesta Black Friday, conte com a gente: nossas soluções são líderes de mercado.

 

Ir para

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a experiência de navegação e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao continuar navegando, você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Vendas