Como otimizar a rotina de gestão financeira de farmácias?
Farmácias e drogarias

Como otimizar a rotina de gestão financeira de farmácias?

Se você quer ter uma saúde financeira sustentável no seu negócio, é preciso abrir mão dos recursos tradicionais e abraçar a tecnologia para otimizar cada vez mais a rotina de gestão financeira de farmácias.

A área financeira é um dos pilares da gestão empresarial. E para acompanhar de perto os números que movimentam o seu negócio, é preciso abrir mão do esforço manual desnecessário e estar aberto ao uso de ferramentas tecnológicas que ajudam a otimizar a rotina de gestão financeira de farmácias. Nesse sentido, automatizar é o caminho para conseguir isso ao reduzir custos operacionais, garantir segurança na informação, atualizar resultados em tempo real, além de evitar contrair dívidas e perder dinheiro.  

Segundo um estudo divulgado pelo Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), em 2021, sobre a taxa de sobrevivência de empresas no país, verificou-se que os MEIs (Microempreendedores Individuais) têm a maior taxa de mortalidade entre os chamados “pequenos negócios” no país, com 29% fechando após cinco anos de atividade. E um dos motivos é: a falta de uma gestão eficiente. 

Não é difícil entender esse cenário, afinal, na rotina da farmácia, para fazer a gestão, o varejista recorre ainda ao uso do caderno de anotações e planilhas, que acabam facilitando a perda de informações, causando análises e cálculos errados. Esse comportamento de manter o costume de recursos “tradicionais” pode ser entendido como medo do novo, impaciência para implementar novas ferramentas, desconhecimento, entre outros motivos. A consequência desse velho hábito é que, com o passar dos anos, o seu negócio pode correr o risco de ir à falência. 

gestão financeira de farmácias

Se ainda parece confuso compreender o que uma boa gestão financeira de farmácias envolve, confira a seguir alguns pontos importantes: 

 1. Automatização do contas a pagar e receber 

Você acompanha mesmo quanto entra, quanto sai e qual é a receita do seu negócio? Se você ainda utiliza o caderno de anotações e a planilha para realizar esse processo, saiba que com um software adequado, toda essa rotina se torna muito mais rápida, simples e eficaz. Com ele, é possível agendar e fazer vários pagamentos em um único dia, verificar se existe o pagamento de taxas indevidas, conferir relatórios personalizados e muito mais, com poucos cliques e de forma automatizada. 

Aqui vale lembrar que aquele valor que você considera pouco pode ser muito no apontamento final dos relatórios financeiros. Então, isso serve para aquele boleto que você deixou vencer (e agora terá juros), aquela taxa indevida que você nem imagina que está pagando, a falta de busca pelo fornecedor com o melhor preço e toda a falta de organização na hora da gestão financeira do seu negócio. Por isso, vale a pena pensar em investir na solução que vai automatizar tudo isso e trazer bons resultados para a sua loja. 

2. Fazer um bom planejamento tributário 

Já imaginou pagar impostos a mais por falta de planejamento tributário? Pois é, perder dinheiro é um pesadelo para o negócio, mas o pior ainda é perder dinheiro sem ao menos saber disso. Infelizmente, esse cenário existe para muitas farmácias e é fácil de entender o porquê. O segmento farmacêutico é um dos mais complexos do varejo quando o assunto é regime tributário, afinal, as regras fiscais sofrem constantes atualizações e é frequente a mudança na classificação dos produtos nas farmácias.  

Por isso, é um verdadeiro desafio deixar tudo cadastrado da maneira correta e constantemente. E esse desconhecimento da legislação vigente é o que leva muitos varejistas a pagarem impostos a mais, mas aqui vem a dica: reestabelecer a confiança na apuração tributária da farmácia é totalmente possível com a ajuda da tecnologia. 

3. Oferecer uma variedade de meios de pagamento 

O dinheiro físico está indo na direção da extinção e possuir maquinetas de cartões é o básico. Com o avanço da digitalização financeira, o varejo foi forçado a mudar também para se adaptar a esse novo cenário e ampliar os meios de pagamento. Pagamentos sem contato (NFC), Pix e QR Code, por exemplo, podem ser opções mais velozes do que o uso de dinheiro ou mesmo de cartões.  

Um estudo de 2022 mostra que 52% dos brasileiros já desistiram de uma compra por não poderem pagar como queriam. Por exemplo, a pessoa que não tem cartão de crédito e quer pagar no pix, ou até um cartão de crédito de determinada bandeira não ser aceito na loja. Situações assim deixam o seu negócio em desvantagem, porque podem atrapalhar que uma venda seja feita. Estar atento a isso é se preocupar com a conveniência e a praticidade que a sua loja pode oferecer aos clientes, o que significa ter um diferencial competitivo. 

4. Realizar projeções financeiras 

Agora, se o seu desejo for expandir o seu negócio e aumentar cada vez mais as suas vendas, é preciso ter um olhar estratégico, em outras palavras, estimar os números futuros. E isso só será possível com a análise constante dos números da sua farmácia para que seja possível fazer projeções financeiras e tomadas de decisões mais assertivas. Uma maneira bastante prática, intuitiva e visual de fazer a gestão desses números é através do uso de dashboards. Esses painéis mostram todo o seu valor de vendas, ticket médio, número de transações, vendas por adquirentes e auditoria de taxas. Pois é, das planilhas aos dashboards: um caminho sem volta! 

A Linx possui uma série de soluções financeiras integradas e gratuitas. Os nossos sistemas de gestão para farmácias otimizam a rotina financeira da sua loja, agilizando pagamentos, conciliação bancária automática, relatórios personalizados e muito mais. Para dar o próximo passo em direção ao controle eficiente do seu negócio, é só falar com a gente. 

Ficou com
alguma dúvida?

Podemos te ajudar com os desafios do seu negócio e encontrar a solução ideal

Entre em contato

fale com a gente!