Comércio de bairro: 5 dicas para vender mais nesta Páscoa
Mercado de proximidade

Comércio de bairro: 5 dicas para vender mais nesta Páscoa

A Páscoa 2022 deverá ser de lembrancinhas, mas isso não quer dizer que você precisa vender menos. Saiba como aproveitar a data da melhor forma para impulsionar seu faturamento

Uma das principais datas do calendário promocional do varejo (e certamente a mais doce!), a Páscoa representa uma grande oportunidade para que os comércios de bairro aumentem sua presença no dia a dia dos clientes, identifiquem novas possibilidades de venda e desenvolvam um relacionamento mais emocional com os consumidores.

Para que isso aconteça, porém, é preciso utilizar a seu favor o calendário, identificar os melhores momentos de impactar o cliente e entender muito bem o contexto para ser relevante na comunicação. Continue acompanhando este texto para saber como seu comércio de bairro pode aproveitar melhor as oportunidades de venda nesta Páscoa!

vender mais na Páscoa

Páscoa 2022: copo meio cheio

De acordo com a Confederação Nacional do Comércio (CNC), nesta Páscoa as vendas de ovos de chocolate, bombons e outros produtos sazonais deverão movimentar R$ 2,16 bilhões, um crescimento de 1,9% em relação a 2021. Caso os números se confirmem, o evento ainda não irá recuperar o patamar pré-pandemia (R$ 2,29 bilhões), mesmo com um aumento médio de 7% no preço dos produtos.

Um outro estudo reforça a visão de que esta será uma “Páscoa de lembrancinhas”. Em um momento de inflação alta e incertezas quanto ao emprego, o consumidor tende a comprar ovos de menor tamanho e de marcas mais baratas. Outra tendência é a substituição dos ovos por barras ou bombons de chocolate – também uma forma de fazer o dinheiro valer mais nesta época do ano.

Mas isso não significa que não existam oportunidades. O que as projeções indicam é que será mais difícil crescer de forma natural, sem fazer esforço. Nas próximas semanas, é preciso aparecer, promover produtos e se mostrar relevante para que o cliente vá até o comércio de bairro e você consiga vender mais na Páscoa.

Mas como fazer isso? Aqui vão 5 dicas importantes:

1) Entenda o que o consumidor quer nesta Páscoa

Não caia no engano de “ir pela média”. Enquanto os clientes poderão buscar um ou outro produto mais premium, também poderão – às vezes na mesma compra – adquirir itens de Páscoa mais básicos, kits ou combos. Um mesmo cliente pode exibir perfis de comportamento bem diferentes, e tudo bem: o importante é identificar o consumidor e entregar aquilo que ele desejar.

Um sistema integrado de gestão, que traga uma gestão de estoque inteligente e uma frente de caixa simples e intuitiva, oferece relatórios customizados sobre o seu comércio e permite entender como o cliente se comporta.

2) Busque o cliente fora da loja

No varejo pós-pandemia, o maior erro é esperar o cliente ir até a loja para comprar. Quem está fazendo provavelmente já perdeu o cliente e nem sabe ainda. Você precisa aumentar a “pegada digital” do seu comércio de bairro, pois o cliente começa a jornada de compras nas redes sociais ou em uma busca no Google. Se você não estiver onde o cliente começa a procurar, vai perder o jogo antes mesmo de entrar em campo.

3) Ofereça opções de delivery para a Páscoa

Durante a pandemia, o delivery caiu no gosto dos clientes – não importa o setor. Mesmo no varejo de proximidade, em que o cliente precisa se deslocar pouco, as lojas que não oferecem serviço de delivery acabam perdendo competitividade. Na Páscoa 2021, as vendas via delivery mais que dobraram em relação ao ano anterior, mostrando uma mudança de cultura dos clientes. Até mesmo em categorias muito ligadas à emoção (afinal de contas, o ovo de Páscoa é um presente), os clientes querem praticidade – e quem não entrega o que o consumidor quer, perde a preferência.

O delivery pode ser feito de diversas formas: com colaboradores da própria loja, por meio de um serviço terceirizado, por trabalhadores temporários, por meio de aplicativo, nos principais marketplaces do mercado. Analise a opção que faz mais sentido para sua estratégia de atender a vizinhança ou expandir para outras regiões e adote o delivery.

4) Seja omnichannel para vender mais na Páscoa

Ser omnichannel não é mais um “bicho de sete cabeças”. O importante é integrar o sistema de sua loja com o e-commerce, um marketplace e/ou vendas pelo WhatsApp e redes sociais. Para o comércio de bairro, que não tem uma grande equipe de colaboradores ou um conhecimento técnico profundo, a tecnologia precisa ser ágil, rápida, simples e intuitiva. O uso de uma plataforma de gestão pensada nas necessidades de uma bomboniere, minimercado ou padaria faz você administrar seu negócio de forma eficiente, independente do seu tamanho.

5) Venda muito rapidamente na Páscoa

Na rotina de um comércio de bairro, velocidade é fundamental. Ninguém vai à sua loja para esperar alguns minutos na fila: todo cliente quer entrar, pegar o que deseja e sair. E você precisa estar preparado para oferecer toda essa velocidade – se não quiser ficar de fora das vendas de Páscoa.

Vale a pena pensar, por exemplo, em soluções de atendimento e vendas no smartphone do vendedor. Essas soluções são integradas ao estoque, permitem vender o que não está na gôndola (evitando que o cliente perca a viagem), oferecem sugestões de produtos com base na ocasião ou preferências de consumo, tiram dúvidas sobre os produtos e fazem o pagamento ali mesmo (sem exigência de passar no caixa).

Sistemas como esses dão mais poder para que o vendedor faça o que sabe fazer melhor – vender. O controle e gestão passam a ser responsabilidade da tecnologia, o que agiliza o atendimento e facilita a vida tanto do cliente quanto da loja.

Nesta Páscoa em que a expectativa não é de vendas espetaculares para todos, venderá mais quem conseguir entender rapidamente o que o cliente quer, tiver o produto certo por um preço acessível e entregar com agilidade. A tecnologia que permite tudo isso acontecer está disponível para o comércio de bairro vender mais na Páscoa. E esta é a hora de aumentar a digitalização do negócio!

Com a digitalização, você ainda conhece melhor seu cliente e pode oferecer ações especiais para clientes recorrentes e aproveitar as demais datas comerciais para recompra, como dia das mães, dos namorados ou as festas de final de ano.

Como criar promoções no varejo para conquistar clientes

A Linx possui uma série de soluções para ajudar seu comércio de bairro a dar o próximo passo na evolução. Com sistemas completos e 100% estáveis, você vende muito mais e ganha pontos com o cliente. Fale com a gente e saiba mais!

Ficou com
alguma dúvida?

Podemos te ajudar com os desafios do seu negócio e encontrar a solução ideal

Entre em contato

Vendas pelo Whatsapp

Suporte
ao cliente