Cloud Computing e Big Data: contribuição de dados para a gestão da cadeia de valor
Conectividade

Cloud Computing e Big Data: contribuição de dados para a gestão da cadeia de valor

Em um mundo cada vez mais dinâmico, a necessidade de informações de qualidade e em tempo real tornou-se um diferencial competitivo fundamental para as empresas.

Como tendência, o volume de dados gerados tende a crescer de forma exponencial. E isso está associado à transformação digital que estamos vivendo, já que pessoas e empresas estão cada vez mais buscando serviços on-line, e redefinindo conceitos de entretenimento, compras, comunicação, educação, marketing, dentre outros.

No relatório “Data Age 2025” para a Seagate, o IDC prevê que o volume de dados global atingirá 175 zetabytes em 2025. Para fins de comparação, em 2018, esse volume era de 33 zetabytes. Esse mesmo relatório estima que 6 bilhões de usuários, ou 75% da população mundial, terá interação com dados online diariamente até 2025.

Cloud Computing

De um lado temos um volume de dados cada vez maior, e em sua grande maioria não estruturados, ou seja, dados que não estão em conformidade com um modelo e não têm uma estrutura facilmente identificável. Do outro, temos uma necessidade latente por infraestrutura ágil, escalável e sob demanda.

Cloud Computing são serviços de computação sob demanda, acessíveis pela internet e com pagamento conforme o uso. Essa tecnologia trouxe uma nova perspectiva para esse volume massivo de dados que estamos lidando no nosso dia a dia, contribuindo diretamente na gestão de toda a cadeia de valor envolvida nesse processo. Por ser de suma importância para o varejista, a seguir vou abordar alguns dos principais benefícios da nuvem:

  • Infraestrutura e serviços sob demanda

A possibilidade de provisionamento rápido garante o investimento adequado conforme aderência do produto ao mercado, que no mercado é conhecido com MVP, sigla em inglês para “Minimum Viable Product”, ou “Produto Minimamente Viável”, em português, além de auxiliar no menor “Time to Market” do Produto, ou seja, quantidade de tempo que é necessário para o desenho e concepção de um produto antes de ser disponibilizado para o mercado.

  • Escalabilidade

Um dos principais benefícios no uso de Big Data na nuvem é certamente a escalabilidade, ou seja, estar apto a crescer de forma ágil e linear conforme a necessidade do negócio. Esse benefício está diretamente ligado à performance e disponibilidade do dado para o cliente final, independente do volume e necessidade.

  • Acesso a tecnologias de ponta

O uso de soluções em Nuvem pode trazer o acesso direto a inúmeras inovações para impulsionar a geração de valor dos dados em questão, sendo consumidos como serviço, de forma padronizada e com investimentos conforme o uso (em inglês, pay-as-you-go);

  • Redução de custos operacionais e aumento de padronização

O uso de soluções de Big Data em nuvem garante, além do acesso a tecnologias de ponta e maior disponibilidade, mencionados anteriormente, o aumento da possibilidade de padronização, uma vez que os componentes podem ser facilmente acessados via serviço ou de forma automatizada.

Essa padronização, associada a serviços, promove também uma redução no custo operacional de toda a solução.

Geração de valor

Resumindo, o acesso a dados que possam auxiliar na tomada de decisões de forma assertiva diante de cenários cada vez mais incertos, atualmente, pode representar o sucesso ou fracasso de um produto ou até mesmo impactar nos resultados da empresa.

O uso de informações consolidadas e de qualidade pode apoiar na gestão de toda cadeia de valor de uma empresa e até mesmo ser um “Game Changer” para o negócio, ou seja, mudar de maneira significativa a forma como as atividades e estratégias são implementadas, possibilitando um ganho frente à concorrência.

Ficou com
alguma dúvida?

Podemos te ajudar com os desafios do seu negócio e encontrar a solução ideal

Entre em contato

Nosso website faz uso de cookies. Para mais informações, acesse nossa Política de Cookies.

Vendas pelo Whatsapp

Suporte
ao cliente