Compartilhe

Compartilhar no Facebook Compartilhar no Linkedin Compartilhar no Twitter Compartilhar no Whatsapp

Black Friday: tudo o que você precisa saber três meses antes da data

Black Friday: tudo o que você precisa saber três meses antes da data

Deve fazer parte do processo de planejamento da sua loja pensar na jornada do consumidor e em questões de estrutura, estoque e logística

Confira no novo artigo da Linx tudo o que deve fazer parte do planejamento da sua loja para a Black Friday

Um dos eventos que mais movimenta o comércio no Brasil e no mundo é a Black Friday, mas por que estamos falando dela três meses antes da data? Se você pensou em planejamento, acertou. Nós estamos aqui para ajudá-lo a iniciar essa preparação e abrir os seus olhos para os fatores importantes que fazem parte desse dia fatídico para o varejo.

A Black Friday, além de reunir grandes expectativas de participação dos consumidores e de aumento no faturamento, também é uma tradição norte-americana que vem ganhando espaço significativo no Brasil. Só em 2018, as vendas no e-commerce foram de R$ 2,6 bilhões, alta de 23% em relação a 2017, segundo uma pesquisa da Ebit/Nielsen. 

A tendência é que, na edição de 2019, milhares de pessoas sigam comprando na data, e ela continue sendo uma porta de entrada para conquistar novos consumidores. Confira, a seguir, as dicas que separamos para você. Comece essa preparação agora!

Jornada de compra

Para dar início ao planejamento, a nossa primeira dica é: atenção à jornada de compra do consumidor. Antes do que se imagina, as pessoas já estão procurando pelos produtos que desejam comprar na Black Friday. Segundo uma pesquisa do Google, realizada pela Provokers em 2018, apenas 6% das pessoas não pesquisaram antes de comprar na última edição. Para você ter uma noção, um mês antes:

  • 38% buscavam passagens aéreas;
  • 29% pesquisaram por eletrônicos e eletrodomésticos.

E conhecer as movimentações dos seus possíveis clientes na Black Friday pode trazer inúmeras vantagens para o seu negócio. Acompanhar as etapas iniciais da jornada de compra do consumidor – ou seja, as fases de consideração e avaliação – permite que você seja mais efetivo na hora de criar  campanhas direcionadas para a data e também no momento de distribuir seus anúncios nos canais digitais, na loja física, nas mídias sociais.

Outra vantagem é conhecer as expectativas daqueles que desejavam há muito tempo uma compra e deixaram para fazê-la na Black Friday. Provavelmente, essa pessoa começou esse planejamento meses antes da data, e você não só pode resolver o problema dela, mas também se preparar para encantá-la, indicando produtos adicionais ao que ela pretende adquirir em promoção, por exemplo. 

Nesse caso, você ganha ao estar pronto para atender da melhor forma seus clientes e ganha também o consumidor, que vai encontrar o que precisa com a vantagem da oferta.

Estrutura e interfaces 

Como você pôde perceber, a ideia da Black Friday é conquistar o coração dos consumidores e atrair ainda mais clientes para o seu negócio. Mas para oferecer a melhor experiência durante esse processo, é preciso estar preparado para receber um volume enorme de clientes durante as 24 horas de promoção.

No caso da sua loja física, comece a definir os produtos que irão para vitrine com descontos especiais. Já vá organizando a cara da sua loja, colocando em evidência alguns dos produtos que você sabe que tendem a fazer mais sucesso entre os consumidores, distribuindo tudo de forma estratégica.

Também é importante ir pensando na estrutura interna do espaço. Facilite a circulação e evite, por exemplo, colocar os produtos que você mais quer vender em prateleiras muito altas ou atrás de outras mercadorias para não dificultar o acesso dos clientes.

Em paralelo, dê atenção à estrutura da sua loja virtual também. Certifique-se da eficiência da plataforma que opera o seu e-commerce, isso sem falar no seu sistema de gestão, para ter certeza de que eles suportam uma enxurrada de pedidos no mesmo momento, seja on ou offline. Afinal, caso seja necessário trocar de fornecedor, você terá mais tempo para isso.

Outro ponto importante e que deve estar no seu radar meses antes da Black Friday começar é a qualidade da interface da sua loja virtual. Ela precisa ser intuitiva e simple, permitindo que o consumidor finalize a compra em poucos cliques, eliminando processos de check-out confusos e extensos, logo, diminuindo as taxas de abandono de carrinho. 

Planejamento de estoque

Outro fator de impacto na Black Friday é a preparação do estoque. Como o período movimenta um enorme número de pedidos, se você não fizer uma avaliação do seu estoque com antecedência, é bem possível que não tenha todos os itens que precisa para atender às necessidades e aos desejos dos consumidores. Já imaginou deixá-los frustrados justo quando eles mais esperam da sua marca?

Por isso, a nossa dica é: verifique a disponibilidade de estoque pelo menos três meses antes da data, faça balanço do que deve entrar e sair de produtos durante os meses que faltam para a Black Friday, analisando o histórico do mesmo período nos anos anteriores. Além disso, inclua nesse planejamento:

  • Quais produtos você pretende colocar em promoção em uma “queima de estoque”
  • Qual é a quantidade necessária de produtos para atender ao volume de vendas e ao giro do estoque
  • Quais são os produtos que costumam ter maior rotatividade na sua loja e que não podem faltar
  • Quais produtos não têm muita rotatividade, que estão presos em estoque há muito tempo, e que vale a pena aproveitar a Black Friday para colocar para rodar

Faça tudo isso antes mesmo de negociar quantidades e prazos de entrega com os seus fornecedores e de organizar os pedidos de produtos com a área comercial. Assim, você terá muito mais chances de acertar nas vendas.

Logística

Por fim, é interessante fazer um planejamento antecipado de entregas na Black Friday. Ou seja, preparar a operação logística da sua loja durante os três meses que antecedem a data para que todas as entregas possam ser feitas nos prazos prometidos. 

Como existe um aumento no fluxo de carga enorme devido ao aquecimento das vendas, é importante garantir a disponibilidade de transporte. Se você possui frota própria, em época de Black Friday, é indispensável verificar as condições e a manutenção dos veículos. Isso evita problemas futuros com descumprimento de prazos e insatisfação do cliente. 

Agora, caso você tenha fornecedores terceirizados de transporte, procure entrar em contato com os seus parceiros com antecedência para certificar-se de que eles terão frota suficiente para atender aos pedidos e farão entregas com segurança.

Prever quais serão as suas estratégias de frete também é necessário. Se você pretende oferecer frete grátis, é preciso estar preparado para um aumento no volume de saída de produtos, assim como para a logística reversa, deixando bem claras suas políticas de troca e devolução.

Da mesma forma, é fundamental que a equipe interna esteja pronta para atender a todas as solicitações dos clientes e evitar transtornos e custos desnecessários. Para isso, todos precisam estar prontos para a convergência de canais.

Atualmente, a omnicanalidade faz parte da rotina varejista e todos aqueles envolvidos na Black Friday. Segundo um levantamento feito pelo Ebit em parceria com a Nielsen, a venda online com retirada de produtos em lojas físicas já representa 10% do total de pedidos do e-commerce. Ou seja, o famoso Click&Collect pode ser uma opção de entrega escolhida pelo seu cliente na Black Friday.

Então, todos os setores da sua loja precisam estar preparados para atender a todo e qualquer tipo de pedido. E você pode contar com as soluções integradas da Linx para vender ainda mais nesta Black Friday.

Contato comercial
Envie uma mensagem ou Chat online

Telefone Comercial:

3003-0400

Atendimento de segunda a sexta, das 9h às 18h.