Big retail: o desafio de gerenciar bem os estoques na Black Friday e Copa

Big retail: o desafio de gerenciar bem os estoques na Black Friday e Copa

Com dois grandes eventos se aproximando, confira 4 dicas importantes para acertar na gestão do seu estoque, dar mais eficiência à logística e manter seu capital de giro

Com a aproximação da Black Friday e da Copa, o varejo mergulha de vez em um período frenético de vendas e promoções. Qualquer correção precisa ser feito agora, uma vez que, na correria da maratona “Black Friday / Copa / Natal”, só será possível fazer ajustes pontuais.

Um dos pontos mais críticos da operação do varejo é a gestão dos estoques. É preciso fazer apostas em produtos que terão boas vendas e, ao mesmo tempo, ter flexibilidade para fazer ajustes de última hora. Os riscos são muito claros para qualquer varejista: compre pouco e você ficará sem, perdendo vendas. Mas compre demais e você ocupará seu capital de giro e seu estoque com produtos que terão saída lenta, prejudicando sua saúde financeira.

Será muito difícil acertar 100%, mas quanto maior o índice de acerto, melhor para o negócio. No big retail, essa situação é ainda mais complicada, já que cada loja (ou grupo de lojas) tem uma dinâmica comercial e promocional diferente. O que vende em um PDV não necessariamente venderá em outro lugar, a precificação pode ser diferente e mesmo as promoções serão recebidas de forma diferente pelos clientes.

gerenciar estoque na black friday

Para preparar bem seu estoque para a temporada de Black Friday e Copa, é preciso superar os desafios do planejamento e da otimização dos estoques. Para isso, esteja atento a estes 4 pontos:

1) Comece com os dados históricos

É preciso começar a análise do seu estoque a partir de algum lugar – e olhar para trás é um excelente início. Busque em seus relatórios gerenciais informações como:

  • O desempenho de cada categoria e SKU nas Black Fridays passadas. Como em 2020 e 2021 ainda houve o efeito da pandemia mudando muito os parâmetros de consumo, se possível avalie os dados dos últimos três anos para tentar identificar o que mudou para sempre, o que mudou na pandemia mas já voltou ao que era e o que não teve mudança alguma.
  • Faça a mesma coisa com os dados da Copa de 2018. Mesmo sendo uma informação de quatro anos atrás, quando o mundo, o Brasil e o consumidor era outro, sempre há lições a aprender.
  • Analise o comportamento dos consumidores em 2022 para identificar mudanças trazidas pelo atual momento da economia.

2) Priorize o que é prioridade

Qualquer varejista, independente de seu tamanho, tem um orçamento limitado. Por isso, foque sua análise nos itens da Curva A (os produtos que têm mais giro) e em oportunidades pontuais. Avalie o comportamento dos clientes para evitar produtos que poderão encalhar no estoque.

3) Busque parcerias

A competição é intensa no varejo – mas também é na indústria. Assim como você tem suas metas a bater, os fornecedores também têm seus objetivos. Muitas vezes, eles são convergentes com os seus. Isso abre oportunidades para, por exemplo, desenvolver processos de distribuição preferenciais, em que a indústria mantém um “estoque-colchão” na fábrica para ser entregue rapidamente em suas lojas ou CD.

Outro modelo envolve práticas de Gerenciamento por Categorias, em que a indústria auxilia na gestão de determinadas áreas da loja – e com isso compartilha mais informações com você. Também vale trabalhar o estoque em conjunto com as ações de mídia – estoque mais produtos dos fornecedores que estão com mais intensidade tanto nos meios de comunicação de massa quanto na mídia digital dentro das lojas.

4) Conecte seus estoques

Em períodos de grande intensidade de vendas, como é o caso da Black Friday e do Natal, existe o risco de ter o produto em estoque, mas não conseguir posicioná-lo a tempo de o cliente fazer a compra. Varejistas que integram seus estoques e têm visibilidade total das quantidades disponíveis em trânsito, nos CDs e em cada loja conseguem oferecer uma experiência muito melhor para o cliente.

Dados da Linx mostram que, na Black Friday 2021, houve um aumento de 82% no número de lojas omnichannel ativas. Além disso, o número de pedidos enviados a partir da loja mais próxima avançou 14% e representou mais de 30% de todos os pedidos entregues aos clientes. Os consumidores demonstram preferir lojas que entregam rapidamente e a baixo custo – para isso, é preciso integrar os estoques.

Esse modelo traz grandes vantagens para a gestão logística, uma vez que os estoques podem ser otimizados, reduzindo o investimento de capital sem afetar a cobertura do estoque. Se o item não estiver disponível para venda online em uma loja, o PDV mais próximo pode cuidar do envio para o cliente. Enquanto isso, é possível fazer um novo pedido para o fornecedor, mantendo os estoques em níveis saudáveis.

Nesta temporada de Black Friday e Copa, em que há grandes mudanças no comportamento dos clientes com o passar dos dias, o varejo precisa de ainda mais agilidade para lidar com as variações de demanda. Os horários das partidas e mesmo os resultados dos jogos podem trazer mudanças no comportamento e impulsionar (ou prejudicar) o desempenho de diversas categorias.

Os dois últimos anos deixaram muito claro que o varejo precisa de agilidade, velocidade e eficiência para se manter competitivo. Para aumentar a conversão, otimizar a logística e evitar rupturas, o varejo que adota soluções omnichannel fica em vantagem. A combinação entre Copa e Black Friday deixa ainda mais clara a necessidade de ter uma boa gestão, usar de forma intensiva os dados e analisar sempre o comportamento do cliente. Isso fará toda a diferença para suas vendas.

checklist black friday

A Linx possui soluções de ponta para analisar os dados dos clientes, melhorar a gestão dos estoques e integrar lojas físicas, e-commerce e Centros de Distribuição para aumentar a eficiência e produtividade dos seus negócios. Seja qual for seu segmento de mercado, você encontra na Linx o melhor provedor de soluções de varejo. Fale com a gente e gerencie melhor seus estoques neste fim de ano!

Ficou com
alguma dúvida?

Podemos te ajudar com os desafios do seu negócio e encontrar a solução ideal

Entre em contato

fale com a gente!