Compartilhe

Compartilhar no Facebook Compartilhar no Linkedin Compartilhar no Twitter Compartilhar no Whatsapp

A importância do ERP na consolidação do balanço contábil

A importância do ERP na consolidação do balanço contábil

A solução traz agilidade, precisão e redução de custos à contabilização.

 

De acordo com um relatório divulgado pelo Banco Mundial em 2017, as empresas brasileiras gastam, em média, 1,9 mil horas por ano para cumprir todas as regras do Fisco, tornando o Brasil o país onde mais se gasta tempo para lidar com a burocracia tributária. Junto a isso, uma pesquisa do Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT) apontou que a estrutura de tecnologia e recursos humanos que as companhias precisam montar para lidar com a burocracia consome cerca de 1,5% do seu faturamento anual.

E, quando falamos em obrigações fiscais, precisamos focar, também, na consolidação do balanço contábil. Previsto em lei para grupos empresariais, esse demonstrativo permite avaliar a saúde da companhia por meio da análise da sua real situação financeira e contábil.

Essa contabilização pode ser considerada uma espécie de certificado de que um grupo é sólido, sustentável, transparente e pode trazer bons retornos para os investidores, atraindo novos investidores externos, facilitando o recebimento de linhas de crédito e ainda trazendo segurança aos credores.

A contabilização também é importante para a gestão interna da empresa, uma vez que contribui, por exemplo, na hora de verificar se existem processos realizados de forma pouco eficaz ou se alguma área está passando por mais dificuldades do que outras.

Mas junto com a sua importância vem a sua complexidade. É uma tarefa que envolve reunir documentos, levantar e integrar dados de cada unidade do negócio. Entre as informações necessárias, estão:

  • Demonstração de Resultado de Exercício (DRE)
  • Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido (DMPL)
  • Demonstração do Resultado Abrangente (DRA)
  • Demonstração do Fluxo de Caixa (DFC)

Mas a tecnologia pode acelerar o processo de consolidação, e as organizações têm no ERP (Enterprise Resource Planning) a melhor opção. O software é conhecido por ser um sistema de gestão integrada, capaz de gerenciar todas as operações diárias de uma empresa. Neste contexto, um sistemas de gestão traz não só automação para a coleta de dados, mas também a tecnologia necessária para fazer a devida análise dessas informações.

ERP promove agilidade e precisão

Sabemos que a legislação brasileira é complexa. Cada estado e município têm regras próprias que envolvem prazos e valores, e estar de acordo com todas as normas é, portanto, mais um desafio para os empresários. Neste sentido, um sistema ERP pode ser facilmente programado para se adequar às regras fiscais necessárias, já realizando os cálculos contábeis dentro do que é exigido pela lei e, logo, protegendo a empresa contra os erros de cálculo e as suas consequências, como multas.

Isso sem falar que, no caso de grupos internacionais, realizar essa tarefa manualmente exige ainda mais tempo, uma vez que os colaboradores devem se inteirar sobre normas contábeis internacionais.

Sendo assim, lançar mão de um sistema ERP é especialmente relevante, considerando que a consolidação do balanço contábil depende da confiabilidade dos dados e, ainda, da padronização do relatório financeiro. Portanto, qualquer erro na avaliação das informações pode transmitir, por exemplo, uma falsa sensação de saúde financeira da empresa, levando a tomadas de decisão e estratégias que se tornarão, de fato, ineficazes para a realidade da companhia.

Outro ponto relevante é que, levando em conta que a consolidação implica no uso de um enorme volume de informações, que são praticamente impossíveis de se coletar e analisar de forma manual, e que o ERP é um sistema que levanta dados de cada área da empresa e integra as informações de maneira rápida e automática, a solução entra em cena para facilitar o processo de cálculo para o balanço, que é feito praticamente em tempo real, além minimizar os riscos de erro humano.

Com isso, estamos falando de uma tecnologia capaz de:

  • Trazer mais precisão às tomadas de decisão e ao planejamento estratégico do grupo com base em dados corretos.
  • Captar, integrar e analisar dados das mais diferentes áreas de uma empresa.
  • Levar em conta variadas normas e leis ao gerar os cálculos para os relatórios.
  • Reduzir tempo e custo no processo de consolidação do balanço contábil.
  • Permitir que os colaboradores foquem sua atenção em questões estratégicas, liberando-os de processos operacionais.

Como já falamos, a consolidação do balanço fiscal é importante não só para a imagem externa da companhia, mas também para melhorar a sua gestão interna. Neste sentido, o ERP permite o acesso fácil aos dados de cada unidade por meio de um painel de controle unificado, inclusive por dispositivos móveis. Isso sem falar que ainda é possível armazenar o histórico de movimentações da empresa, permitindo comparações e, logo, o acompanhamento da evolução do negócio.

Em suma, a consolidação do balanço contábil pode se tornar um processo mais ágil, preciso e com menos custos por meio da utilização de um sistema ERP. Assim, é possível focar no crescimento estratégico do negócio sem perder tempo com questões operacionais.

Contato comercial
Envie uma mensagem ou Chat online

Telefone Comercial:

3003-0400

Atendimento de segunda a sexta, das 9h às 18h.