6 funcionalidades essenciais no seu software de gestão fiscal e tributária
Fiscal

6 funcionalidades essenciais no seu software de gestão fiscal e tributária

Escalável, monitorável e seguro são alguns dos fatores que você deve buscar no seu software de gestão fiscal e tributária

Por Marcus Costa Braga, arquiteto de P&D na Linx

A emissão de documentos fiscais eletrônicos é uma atividade crítica ao varejo: uma loja sem emitir pode ter suas vendas comprometidas, ou pior, pode ter sua reputação ferida por conta da demora no atendimento ou por não fornecer o documento fiscal ao cliente.

Porém, não somente a emissão deve estar no radar do empresário, mas também a gestão dos documentos fiscais, para que a empresa possa cumprir com suas obrigações fiscais e tributárias. Portanto, além dos documentos emitidos pela empresa, as obrigações ainda abrangem o armazenamento e controle sobre as notas de entrada, ou seja, os documentos emitidos contra o CNPJ da empresa. As tradicionais notas de compras.

Funcionalidades de software de gestão fiscal e tributária

Essa centralização é importante para que a empresa possa ter uma visibilidade de tudo que foi adquirido, vendido ou está em estoque. Além disso, esses dois tipos de documentos são usados para cruzamento de dados e geração de obrigações acessórias como SPED Fiscal.

A seleção de um bom sistema para gestão de documentos fiscais eletrônicos é importante para ajudar você a ganhar produtividade e assertividade na geração das obrigações, além de evitar o recebimento de autuações. Para ajudar o varejista com essa seleção, separamos seis pontos fundamentais para você considerar na hora de escolher o software de gestão fiscal e tributária que irá gerenciar seus documentos fiscais. Confira:

1) Escalabilidade

Uma solução escalável permite que a empresa adeque o software de gestão fiscal e tributária para a sua realidade, por exemplo aumentando a capacidade de processamento em épocas com maior volume de emissão ou recebimento, e retornando facilmente as suas configurações originais em dias normais. Esse comportamento é encontrado em soluções que operam com arquitetura de microsserviço, nativo e otimizado para operar na nuvem.

2) Estabilidade e confiança

Seja na emissão dos documentos fiscais ou na busca por documentos emitidos contra a empresa, o software precisar ser estável para lidar com as variações que já acontecem, naturalmente, nos ambientes das SEFAZ.

Com isso, o usuário tem a segurança de que o monitoramento do ambiente de busca dos documentos da Secretaria da Fazenda está funcionando e todos os documentos serão baixados, sem faltas.

3) Tolerância a falhas

Quando pensamos em falhas, a questão não é o que fazer se acontecer em algum erro no processo, mas sim o que fazer quando ele acontecer. Por isso, opte por soluções com rotinas bem estabelecidas de backup, checagem de saúde dos recursos e da própria aplicação, desvios de fluxos e recursos, para saber o que fazer quando um recurso parar de funcionar.

4) Alto desempenho

Nós sabemos que fazer uma análise profunda do desempenho de uma aplicação requer conhecimento considerável na área de desenvolvimento de softwares, portanto uma alternativa é solicitar previamente uma demonstração de capacidade do software de gestão fiscal e tributária.

Contudo, soluções baseadas em microsserviços, que possuem banco de dados de alto desempenho e com cachês de dados de acordo com sua demanda de consistência, já são aplicações que proporcionam um desempenho superior às demais.

5) Monitoramento

Monitoramento é um pilar muito importante para a saúde do sistema, embora checar aplicações seja desafiador para qualquer empresa. Esse tópico é importante também para o negócio, porque não basta saber que o produto está operando conforme esperado, é preciso entender se a solução está sendo usada em todo seu potencial.

Este pilar está diretamente relacionado com os serviços prestados pela parceira tecnológica da sua escolha, que através da monitoria poderá responder facilmente e entregar insights para o crescimento da operação.

6) Segurança

Segurança é um aspecto cada vez mais importante dos negócios. Ao trafegar informações sensíveis na internet (como os dados de compras dos consumidores), é preciso contar com criptografia e manter atualizados sistemas, processos e tecnologias para dificultar a ação de cibercriminosos.

Nesse aspecto, sistemas na nuvem têm vantagens, pois ao utilizar uma solução PaaS (plataform as a service), o varejista não precisa se preocupar com todos os aspectos de segurança do negócio. Embora ele precise tomar cuidados básicos, como ter uma senha forte, não será necessário gerenciar a infraestrutura de segurança – isso fica a cargo do fornecedor da plataforma, que é um especialista no assunto. Essa é uma camada a mais de segurança que reduz a possibilidade de invasões e ataques.

Infográfico 4 erros de gestão fiscal que você pode estar cometendo

Contar com uma plataforma sólida de gestão fiscal é a base para o sucesso dos negócios no varejo. Por isso, ao selecionar seu software de gestão fiscal e tributária, fique de olho nos aspectos que compartilhamos nesse artigo e conte com a expertise de quem atende os principais nomes do mercado brasileiro.

A Linx possui o Dome, uma plataforma completa que controla e gerencia suas obrigações fiscais e acessórias do varejo. Com ela, você mantém as mudanças fiscais atualizadas, otimiza sua performance e traz mais segurança para as principais áreas do seu negócio, deixando tudo fácil e descomplicado para focar no que realmente importa: suas vendas. Fale com um de nossos consultores e agende uma demonstração.

Ficou com
alguma dúvida?

Podemos te ajudar com os desafios do seu negócio e encontrar a solução ideal

Entre em contato

Nosso website faz uso de cookies. Para mais informações, acesse nossa Política de Cookies.

Vendas pelo Whatsapp

Suporte
ao cliente