5 dicas de como preparar sua loja virtual para a Black Friday
E-commerce

5 dicas de como preparar sua loja virtual para a Black Friday

O sucesso da loja virtual para a Black Friday só acontece quando se prepara com antecedência as estratégias de vendas, as promoções, divulgações e a pós-venda.

Uma das datas mais esperadas pelo varejista todo ano é a Black Friday. Pode parecer que estamos antecipando alguns meses, mas para quem tem e-commerce já está na hora de começar a se planejar para o período. A loja virtual na Black Friday precisa ter promoções verdadeiras, estoque organizado para alta demanda e uma plataforma que suporte o aumento de acesso. Esses são alguns pontos que o comerciante precisa ficar ligado. 

Nos últimos anos, por causa da pandemia, tivemos uma aceleração do consumo no comércio eletrônico. Em 2021, a NielsenIQ Ebit divulgou que o total das vendas na Black Friday foi de R$ 4,2 bilhões, um crescimento de 5% em relação ao ano de 2020. 

Porém, em 2022, o desempenho das vendas não foi tão crescente como esperado. De acordo com a pesquisa realizada pela Neotrust, entre os dias da pré Black Friday e até o domingo após a data, foram registrados um faturamento 22,5% menor do que em 2021 e uma queda de 17,4% nos pedidos.

A queda das vendas aconteceu pela primeira vez no ano passado e muitos especialistas acreditam que o retorno das lojas físicas e o destaque para Copa do Mundo que acontecia na mesma época podem ter influenciado nas vendas da Black Friday. 

Para 2023, a expectativa é que as vendas sejam melhores, mas o varejista precisa ficar atento ao novo perfil do cliente, que agora está mais comparativo e sua relação com a marca começa muito antes de finalizar a compra. Por isso, é importante que sua loja virtual na Black Friday tenha uma boa reputação da marca, pois será um diferencial para o consumidor.  

Para ajudar sua loja virtual na Black Friday, separamos algumas dicas. Confira!

Loja virtual na Black Friday

1. Antecipe seu planejamento

Quando se tem datas sazonais para as vendas do varejo, o empreendedor precisa começar o planejamento com alguns meses de antecedência. Para que isso seja colocado em prática, o lojista vai precisar ficar atento aos resultados importantes da Black Friday do ano passado, ter definido o plano de ação de vendas para 2023, negociar com fornecedores e gerenciar o estoque. Esses são alguns dos pontos que o comerciante precisa ter claro para começar planejar as vendas deste ano. 

2. Utilize as redes sociais

Use as redes sociais como um canal para atrair mais visitantes ao perfil da sua marca. Dessa forma, crie um cronograma de postagens exclusivo para sua loja virtual na Black Friday. Além disso, ofereça cupons de descontos exclusivos, cupons de frete grátis, brindes, ou outras ações que possam gerar mais engajamento e, consequentemente, mais vendas. 

3. Gestão de estoque

O lojista precisa saber quantas mercadorias serão necessárias para não faltar produto se a demanda for acima do esperado. Diante desse cenário que pode acontecer, o varejista precisa criar estratégias de estoque, como saber quais produtos terão descontos maiores na Black Friday e quais têm mais adesão do consumidor, para assim poder fazer a reposição, por exemplo. 

4. Relacionamento com fornecedores

Durante o período que antecede a Black Friday é necessário já começar a negociar com os fornecedores o quanto antes quais os produtos vão precisar ser repostos no estoque. Com um planejamento já definido, o lojista pode conseguir comprar os produtos com mais descontos e, consequentemente, isso vai impactar nos descontos do produto na data da Black Friday para o seu cliente. 

5. Pós-venda da loja virtual na Black Friday

Não se esqueça de fazer o pós-venda da sua loja. Os lojistas precisam manter uma comunicação com seus clientes após a Black Friday para deixar ele informado sobre o que sua marca está fazendo. Por isso, é importante aumentar a satisfação do cliente e fazer ele lembrar o nome da empresa após esse período de vendas. Seja por cupons de descontos para próximas compras ou divulgação de folders, estar na memória do cliente será um diferencial.

6. Tecnologias para automação

Os números de acesso na loja virtual durante a Black Friday tem a tendência de aumentar tanto antes quanto no grande dia. Dessa forma, os empreendedores precisam utilizar uma ferramenta de automação que aumente o desempenho da sua página para não correr risco de não tê-la durante todo o mês de novembro.

A plataforma da Linx Commerce, é um sistema que suporta grandes tráfegos como a Black Friday. Além disso, é uma plataforma de vendas B2C ou B2B, que integra múltiplos canais e pode transformar seu site em um verdadeiro marketplace.

Além de aumentar a conversão de vendas online, a Linx Commerce tem outros benefícios: aumento de recorrência de compra, aumento do giro de estoque, autonomia na gestão do próprio e-commerce, ampliação das operações online e ainda impacta diretamente no GMV do varejista. 

Se você ficou interessado, entre em contato com nosso time comercial e solicite uma demonstração da plataforma. Entenda como podemos transformar seu negócio físico para o digital!

Ficou com
alguma dúvida?

Podemos te ajudar com os desafios do seu negócio e encontrar a solução ideal

Entre em contato

fale com a gente!