EN

ENGLISH

Imagem Logo Linx

Blog

23/03/2016

Millennials: o desafio da geração que está mudando a forma de consumir

Millennials -  comportamento do consumidor

Confiantes, conectados e inquietos. Esta é a geração que está mudando a forma de consumo no mundo inteiro.


Quem são eles?


A Geração Millennials, composta por jovens nascidos entre 1980 e 2000, é considerada a maior até o momento, com cerca de 2 bilhões de pessoas em todo o mundo. Eles são capazes de influenciar outras gerações com seus comportamentos e transformar o mercado ao imporem suas próprias lógicas de consumo.


Eles cresceram em um ambiente de rápidas mudanças tecnológicas, globalização e transformações econômicas. Isso traz com essa geração um conjunto de comportamentos e experiências diferentes de gerações anteriores como a de seus pais, por exemplo.


Na vida pessoal, os Millennials têm levado mais tempo para casar-se, assim como demoram mais para sair de casa por conta própria. O que não necessariamente significa não terem o desejo de se casar e ter o próprio canto, mas sim, uma mudança de atitudes e prioridades. Além disso, valorizam a economia e o uso compartilhado de recursos, ou seja, trazem consigo uma mudança no estilo de consumir.


Sendo a primeira geração de nativos digitais, a afinidade com a tecnologia dos Millennials influencia a forma como eles compram e consomem. Os acessos instantâneos a preços, comparações e informações sobre produtos são grandes aliados tanto para eles quanto para o uso de varejistas.


Outro comportamento fortemente presente é a dedicação ao bem-estar, usando o tempo e dinheiro para exercitar-se, comer corretamente e pesquisar sobre benefícios para saúde. O estilo de vida mais ativo influencia as mudanças de hábitos em tudo, de comida e bebida até a moda.


Junto com os Millennials, surgem algumas das tendências que irão moldar a nova economia, o varejo e a forma de consumo nas próximas décadas. E, com tudo isso, vêm peculiaridades de hábitos e comportamentos nos diferentes setores do varejo, alguns com mais destaque, como:


- Concessionárias de veículos;

- Moda

- Farmácias;

- Educação.

Geração Millennials

Millennials e as concessionárias 


Transformar a loja para conquistar quem não deseja ter apenas um carro, mas um veículo – de locomoção ou de comunicação. 


Nas décadas anteriores foi construída uma imagem de que o automóvel era sinônimo de masculinidade, autonomia e, principalmente, liberdade. Já com a virada do século, os Millennials mudaram essa concepção. Hoje, a sustentabilidade, conectividade e compartilhamento são acessórios de extrema importância. 


Esses jovens interessam-se cada vez menos por carros, identificando-se de forma diferente: menos pela marca e mais pelo que os produtos têm a oferecer. Isto significa que, se antes a fidelidade por uma marca era forte, hoje há mais volatilidade. Esta geração se importa mais com o que é oferecido do que com quem oferece.  


Para as concessionárias, este tipo de comportamento é um imenso desafio, levando-se em consideração que a forma de abordagem e o produto não devem mais ter os mesmos formatos de uma loja tradicional


Ao falar dos produtos automotivos, os jovens da geração Millennials estão preocupados com a conectividade e todos os benefícios que ela pode trazer. Os veículos devem estar cada vez mais conectados aos smartphones, pois esta é uma integração importante para pessoas que desejam interatividade enquanto se deslocam de um local para outro.  


Mas a tecnologia deve estar presente além do produto final. Para esta geração, a interação começa muito antes da compra de um veículo. Ela se inicia já na pesquisa de preços pela internet, passando pelo uso de recursos de simulação de compras ou de customização de atributos dos veículos. 


A tecnologia está tão presente e envolvida nos processos de compra de produtos com valor alto quanto qualquer outro item que o jovem da geração Millennials consome no dia a dia. Por isso, a abordagem no ponto de venda também deve ser diferenciada e ir muito além do mundo online.  


Eles não curtem métodos tradicionais de compra, por isso, ao chegar em uma concessionária, por exemplo, não adianta o vendedor tentar convencê-los a comprar um veículo com brindes como tapetes e vidros escurecidos. Clientes assim desejam ter a customização que eles mesmos criaram no site da marca, assim como saberem mais informações sobre economia, tipo de combustível, recursos tecnológicos e customização.


Com uma nova forma de pensar, as conveniências em concessionárias também podem se reinventar. Sistemas que permitem avaliações assertivas, por exemplo, feitas por registros fotográficos que ficam salvos em nuvem junto com o ciclo de vida dos automóveis, dando a possibilidade não apenas de um serviço prestado, mas de um contexto, demonstram transparência e ética.


Tudo isso vai ao encontro da realidade de que os carros, que já foram protagonistas de desejo de consumo dos jovens, já perderam para os gadgets, que hoje ocupam esta posição. Portanto, o caminho natural é que um se misture ao outro reforçando o poder de escolha do atual consumidor, com a tecnologia sendo utilizada a favor das lojas e não contra elas.


Conheça as soluções tecnológicas para concessionárias e prepare sua loja para receber o consumidor Millennial.


Concessionárias Millennials


Millennials e o varejo de moda 


Seguem mais tendências, customizam mais e são menos conservadores em relação às marcas.


Segundo a pesquisa “Millennials as New Parents: The Rise of a New American Pragmatism” feita pela agência Barkley, os Millennials estão mais focados em manter-se nas últimas tendências de moda do que a população de gerações anteriores. Eles também possuem uma imagem mais consciente em relação às marcas e são menos conservadores.

A busca por ser único e diferente é um grande atrativo para estes consumidores e as propostas de marcas que possibilitam customizações prestam um serviço de autenticidade que essa geração tanto busca. 


A pesquisa reforça também uma outra expectativa dessa geração: se você está expondo no varejo, os seus funcionários também devem acreditar na marca e seguir os propósitos. Afinal, o consumidor acredita que pode ser desastroso manter funcionários que são incapazes de entregar a imagem que a marca deseja passar.


Moda tem sido sempre social, hoje não se vê nada de extraordinário sobre alguns amigos se encontrando para o almoço e um dia de compras. A definição do que descrevemos como "social" expandiu-se, pois, nos últimos 13 anos, os "amigos" têm sido considerados grandes influenciadores nas compras desta geração. Ou seja, por mais que estejamos preparados, as opiniões expressadas e divulgadas pelo boca-a-boca serão levadas em consideração.


Outra questão são mulheres Millennials que não pedem a opinião somente de seus amigos para escolher suas roupas: elas também verificam blogs de moda, buscam referências em diversos sites, revistas e vitrines e, muitas vezes, compartilham fotos de peças de vestuário de dentro da loja antes de comprar. Mas, se ao entrar em uma loja a cliente sentir-se segura com as ofertas que são de seu gosto e próximas ao que espera, ela não só busca opinião, ela também promove a marca.


As marcas mais bem-sucedidas têm criado campanhas influenciadoras que inspiram um engajamento genuíno do público, ao invés de gritar uma mensagem por meio de todos os canais de uma vez. Isso tem alimentado um novo objetivo de participação em vez de simplesmente um chamando a ação de marketing.


Soluções de mobilidade para lojas de roupas, calçados e acessórios. Conheça!


Millennials Mobile

Millennials e as farmácias


Foco em saúde e bem-estar são as palavras de ordem.


Uma geração preocupada com a saúde, consumo sustentável e com os anseios de viver com qualidade. A farmácia se transforma, para a geração Millennials, em um varejo que oferece prevenção ao invés de tratamento.


Claro que o varejo farmacêutico é um dos mais estáveis por vender mercadorias de necessidades básicas, mas os jovens desta geração buscam por motivações e alternativas de tratamentos, assim como procuram nas farmácias a certeza de produtos mais corretos para as suas necessidades, pois acreditam se tratar de um dos setores mais rigorosos com relação a leis e procedimentos. 


Dermocosméticos, fitoterápicos, higiene pessoal, produtos voltados para o mercado fitness, maquiagens, entre outros artigos que vão além dos medicamentos, são, para os Millennials, garantias de que a farmácia é, sem dúvidas, um canal de vendas próspero


Uma pesquisa feita pela alemã GFK publicada em 2015 destaca que os brasileiros possuem hábitos muito fortes em relação à higiene pessoal, principalmente com a saúde bucal e cuidados com a pele, ficando em primeiro lugar numa lista de 23 países. Ou seja, um mercado próspero e com uma geração preocupada com a saúde em ascensão torna-se ótima oportunidade para o segmento farmacêutico investir na fidelidade desses clientes com a marca.


O apelo tecnológico neste segmento pode ainda ser muito explorado. Aplicativos que recordem o cliente sobre a proximidade da compra do remédio contínuo ou que mostrem a loja mais próxima são algumas alternativas e formas para aproximar o cliente Millennial da marca. Conquistando esta geração, as redes e lojas podem ter clientes fiéis por um bom tempo, se considerarmos que a expectativa de vida deles é maior que das gerações anteriores.


Millennials Farmácias


Millennials e o ensino


Uma busca constante por conhecimento, independente do ambiente.


Os novos alunos nasceram usando a web como forma de conexão, comunicação e troca de conhecimento. Por isso, tanto os processos de ensino, quanto as escolas e cursos precisam estabelecer uma nova forma de abordagem desde a oferta de um curso, até o momento da matrícula e da aula efetivamente. 


Os jovens da geração Millennials têm sido notados como mais aptos a controlar o próprio aprendizado e escolher os próprios métodos tecnológicos e não convencionais para aprender melhor. Isso mostra-se como um grande desafio para escolas de idiomas e de cursos profissionalizantes, e faz com que elas precisem elaborar novos formatos de ensino e novas categorias de educação


Com o bombardeio de ofertas, principalmente na web por meio de sites e aplicativos, de inúmeros tipos de cursos com preços variados e até mesmo gratuitos, para atrair os alunos ter um diferencial na hora da oferta é fundamental, seja para convencê-los a vir para um ambiente físico, ou para estabelecer novas metodologias de ensino, inclusive nos meios digitais.


As facilidades em pagamentos, flexibilidade nas aulas, formas diferenciadas de lições, a possibilidade de entregas virtuais, assim como materiais didáticos que possam ser disponibilizados em diferentes canais são recursos que permitem que o jovem à procura de um curso possa personalizar o seu ensino e ainda contar com recursos que a própria rede pode proporcionar.


Além disso, o comprometimento desta geração com o ensino é muito maior que em outras épocas, uma vez que são mais engajados e pesquisam muito mais. Como Nestor Garcia Canclini fala em seu livro “Leitores, espectadores e internautas”, nunca se leu tanto como nos dias de hoje, numa clara referência de que os jovens desta geração costumam consumir o seu conteúdo pela web e a todo o tempo, assim como estão dispostos a buscar por conteúdos diversos.


Conheça as vantagens do sistema completo para Escola de Idiomas e Ensino Profissionalizante da Linx


Millennials Escolas

A geração Millennials tem participado de muitas transformações importantes: de diferentes formas de comunicação e uso da tecnologia, a mudanças nos hábitos familiares, educacionais e de carreiras. Muito especula-se sobre se estas formas de consumo serão apenas tendências temporárias ou se serão progressivas e cada vez mais rápidas. Estes movimentos têm inspirado muitas empresas a desenvolverem alternativas e criarem novas formas de engajamento para se aproximarem desses jovens


A geração Millennials compreende de uma forma diferente o consumo. Por serem conectados e engajados a maneira de usufruir de benefícios tecnológicos funciona de um modo mais orgânica e natural. A conexão com a internet passa a ser um item de necessidade básica, os questionamentos são mais rotineiros e inseridos no cotidiano, a opinião pessoal é amplamente divulgada e comentada. 


Por isso, a forma com que as marcas criam um relacionamento com seu público deve ser decidida com cuidado, para evitar conflitos e atritos desnecessários que podem transformar a imagem da empresa.


Veja as Tendências do Varejo 2016: Download Gratuito


Preparar-se para eles é construir e desconstruir a todo o tempo. Uma geração que veio para modificar longos anos de fórmulas que foram utilizadas em décadas e colocar a criatividade e a disrupção como itens básicos das empresas. 


O que o varejo, independente de qual o segmento, pode fazer para evoluir e trazer os Millennials para mais perto? 


Unir forças e construir juntos pode ser a solução. Aproximar-se daqueles que impõe desafios e tirar como proveito o que eles têm a dizer, usando a tecnologia sempre a favor.


O que as concessionárias, o varejo de moda, as escolas de idiomas, os cursos profissionalizantes e as farmácias podem aproveitar da geração Millennials? Esses segmentos podem transcender e evoluir junto com eles, sem medo de mudar, pois é isso que eles buscam. Mudar, viver e engajar. 

Fontes e pesquisa: 

http://www.millennialmarketing.com/who-are-millennials/


http://www.goldmansachs.com/our-thinking/pages/millennials/


http://whatis.techtarget.com/definition/millennials-millennial-generation


http://www.pewresearch.org/topics/millennials/


http://www.box1824.com.br/


http://www.akatu.org.br/Temas/Mobilidade/Posts/Geracao-Y-e-menos-dependente-de-carro-expoe-pesquisa


https://www.gfk.com


Youtube:  


Box1824: All work and all play: https://www.youtube.com/watch?v=F12DAS-ZNDY


Box 1824: We All Want to Be Young: https://www.youtube.com/watch?v=seCHVIVThmw


Peça uma proposta sem compromisso

  • Abrir Chat Comercial
  • Envie uma mensagem

    Preencha o formulário e envie uma mensagem ou, para falar com a área comercial, ligue para
    0800.701.5607

    Acessar formulário